Holanda alerta para possível contágio de coronavírus através de visons criados em cativeiro

Também conhecidos como fuinhas ou martas, os visons são criados em cativeiro para abastecer a indústria de roupas de pele e podem ter transmitido o coronavírus a um funcionário dessas fazendas, no que seria o primeiro caso de transmissão de animais a humanos na Holanda.

Autoridades do país identificaram os animais infectados há três semanas em duas fazendas localizadas em Brabante, no sul da Holanda, mas a notícia não chamou muita atenção. Até que nessa semana, o ministério da Agricultura holandês emitiu um comunicado julgando plausível que os animais transmitam a Covid-19 a empregados de granjas.

Nas duas fazendas em que foram identificados casos suspeitos, há mais de 20.000 visons em cativeiro. Após a descoberta, as autoridades sanitárias querem ampliar os testes de Covid-19 em todas as granjas de visons da Holanda, onde os mustelídeos são criados em razão da pelagem macia.

“Todos sabemos que no início da epidemia, em um mercado em Wuhan, o vírus teria sido transmitido de animais para humanos. Ele viria de morcegos, pangolins ou outros”, explicou Arjan Stegman, epidemiologista da Universidade de Utrecht, ao correspondente da RFI em Haia, Antoine Mouteau. “Mas depois, o vírus se adaptou aos humanos e a transmissão ocorreu constantemente de humanos para humanos”, acrescentou o pesquisador.

Comparação genética

Os cientistas compararam o código genético do vírus encontrado nos visons com o de um paciente e criaram a “árvore genealógica” para rastrear a mutação, explicou a ministra da Agricultura holandesa, Carola Schouten, em uma carta ao Parlamento. Os resultados levaram à conclusão de que “é possível que um dos funcionários tenha sido contaminado pelos visons”, segundo Schouten.

A ministra minimizou o medo de que haja outros contágios do animal para o homem e explicou que as amostras de ar e partículas de poeira analisadas fora dos locais onde os visons são mantidos não continham traços do vírus.

O governo, no entanto, adotou novas medidas de proteção, proibindo visitas a fazendas onde houve casos de contaminação. O governo também determinou a realização de testes obrigatórios de diagnóstico em todas as criações de visons do país, onde a comercialização de peles é um tema polêmico. Em 2016, a instância judicial mais importante da Holanda ordenou o fechamento dessas fazendas até 2024.

Até agora, a Holanda registra pelo menos 44.249 casos de Covid-19 e 5.715 mortes.

Pangolin: animal-chave na China

O novo coronavírus surgiu em dezembro de 2019 em um mercado da cidade de Wuhan, na região central da China, onde muitos animais vivos são comercializados, alguns deles selvagens.

O pangolim, um pequeno mamífero conhecido por suas escamas e ameaçado de extinção, pode ter sido o animal-chave na transmissão aos humanos do novo coronavírus na China.

Tendo estudado mil amostras de animais selvagens, os cientistas determinaram que os genomas das sequências de vírus analisadas no pangolim eram 99% idênticos aos dos pacientes infectados pela Covid-19 em Wuhan.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Pessoas feias superestimam drasticamente suas aparências

Pessoas pouco atraentes parecem menos capazes de julgar com precisão sua própria atratividade, e tendem a superestimar sua aparência. Não faltam disparidades entre pessoas atraentes e pouco atraentes. Estudos mostram que os mais belos entre nós …

Noruega acusa Pequim de ciberataque contra serviços do governo

Pela primeira vez na história, o Serviço de Segurança Policial da Noruega (PST, na sigla em inglês) identificou a China como sendo responsável por um ataque hacker contra as autoridades do país nórdico. A agência de …

China supera marca de 1 bilhão de vacinas contra a covid-19 aplicadas

Quantia representa mais de um terço das doses aplicadas no mundo. Após início lento da imunização, autoridades chinesas querem vacinar completamente 40% da população até o final de junho. O número de doses de vacinas contra …

Brasileiros protestam no exterior contra Bolsonaro e gestão da epidemia

Dezenas de milhares de pessoas tomaram as ruas de várias capitais brasileiras neste sábado para protestar contra o presidente Jair Bolsonaro e sua gestão da pandemia, que já deixou mais de meio milhão de …

Relíquia do Jurássico: descoberto animal marinho cuja espécie vive há 180 milhões de anos

Um grupo de pesquisadores descreveu uma nova espécie de ofíuros – um animal marinho parecido com as estrelas-do-mar, que recebeu o nome de Ophiojura, informou nesta quinta-feira (17) Tim O’Hara, curador dos Museus Victoria (Austrália) …

Projeto de estrada cortando parque das cataratas de Iguaçu ameaça outras áreas de proteção pelo Brasil

Uma das paisagens naturais mais impressionantes do Brasil e reconhecida pela Unesco, o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as cataratas, no Paraná, pode ser cortado ao meio por uma rodovia asfaltada – em …

Por que a imunidade de rebanho está longe de ser realidade

Embora costume ser apresentada como simples cálculo matemático, alcançar a imunidade de rebanho não é tarefa fácil. Ela não só depende da infecciosidade das variantes, como da adoção de medidas sanitárias pela população. Apesar das campanhas …

Uso de maconha na adolescência pode atrapalhar o desenvolvimento do cérebro

O consumo de maconha pode ser prejudicial ao cérebro humano durante a adolescência, de acordo com estudo publicado na última quarta-feira (16). Segundo a pesquisa, realizada em regiões da Europa, o uso recreativo da planta pode …

EUA terão feriado para comemorar fim da escravidão

Data já celebrada na maioria dos estados vai se tornar feriado federal. O "Juneteenth" lembra dia em que os últimos escravos negros foram libertados no país, em 1865. Após aprovação pelo Congresso dos Estados Unidos na …

5 perguntas sobre os denisovanos, 'parentes' extintos dos humanos modernos que viveram na Terra há 50 mil anos

Desde que os primeiros vestígios dos denisovanos foram descobertos em 2008, os cientistas não descansaram tentando obter mais informações sobre eles. A tarefa, no entanto, não tem sido fácil, porque até agora só foram encontrados pequenos …