Animais domésticos ou silvestres não transmitem Covid-19 na França, diz agência sanitária

Jlantzy (Jamie Lantzy) / Wikimedia

Após a análise de novos dados científicos, a agência nacional de segurança sanitária da França (ANSES) atualizou nesta quinta-feira (19) o relatório publicado em abril de 2020 sobre o potencial de transmissão da Covid-19 por meio de animais.

A agência confirma que, até o momento, nem animais domésticos, nem silvestres, desempenham um papel epidemiológico na propagação do SARS-CoV-2 na França. A transmissão do vírus para humanos é hoje exclusivamente o resultado de um transmissão respiratória entre duas pessoas.
Publicidade

Certas situações específicas em algumas espécies animais, como uma alta receptividade ao SARS-CoV-2, porém, requerem vigilância para não constituírem, no futuro, um reservatório animal favorável à disseminação do vírus, como em criações de animais silvestres para consumo humano.

Receptividade animal ao SARS-CoV-2

No que diz respeito aos animais de companhia, recomenda-se que as pessoas contaminadas pela Covid-19 respeitem um período de distanciamento de seus pets, para limitar os riscos de infecção de humanos para os animais domésticos, mesmo que isso não comprometa o seu bem-estar.

A receptividade ao SARS-CoV-2 é a capacidade de uma espécie animal de abrigar o vírus sem necessariamente desenvolver sintomas. A sensibilidade é a capacidade da espécie animal de expressar sinais clínicos e/ou lesões devido ao vírus. Os dados disponíveis para definir se uma espécie animal é receptiva ou sensível ao vírus SARS-CoV-2 vêm de infecções experimentais ou de infecções naturais observadas no campo.

Sensibilidades diferentes entre espécies animais

Nenhuma infecção experimental ainda mostrou que galinhas, perus e patos sejam receptivos ou sensíveis ao SARS-CoV-2, segundo o estudo da ANSES. Além disso, nenhum dado sobre infecção natural foi registrado até o momento entre estas espécies.

Em relação a bovinos e suínos, estudos adicionais são necessários para confirmar ou negar sua receptividade ao SARS-CoV-2, mas estudos previamente publicados mostram que esses animais não são sensíveis ao vírus.

Este tipo de sensibilidade ainda precisa ser confirmada entre coelhos e cães, para saber se estes animais são receptivos ao SARS-CoV-2. Muito poucos cães desenvolveram sinais clínicos em condições naturais devido aos níveis muito elevados de exposição ao vírus [milhares de pessoas infectadas com Covid-19 estiveram em contato próximo com seus cães].

Além disso, os testes realizados entre cães não conseguiram demonstrar a transmissão do vírus entre eles. Finalmente, não há atualmente dados científicos mostrando a transmissão do SARS-CoV-2 de cães para outra espécie.

Os gatos são receptivos e sensíveis ao SARS-CoV-2 com transmissão apenas entre indivíduos da mesma espécie, nunca para humanos. Não há dados científicos mostrando a transmissão do SARS-CoV-2 de gatos para outra espécie animal. Tal como acontece com os cães, a ocorrência de infecções naturais em gatos com SARS-CoV-2 ocorre em um contexto de alta pressão viral, através do contato próximo com seus proprietários afetados pela Covid-19.

Furões e hamsters são receptivos e sensíveis ao vírus SARS-CoV-2, com transmissão intraespécie comprovada. No entanto, nesta fase não existem dados científicos que mostrem a transmissão da SARS-CoV-2 destes animais para outras espécies, nem qualquer infecção natural.

Animais domésticos não transmitem Covid-19

Em relação ao vison, dados de infecções naturais relatados na Holanda, Dinamarca, Espanha e Estados Unidos mostram que esta espécie é receptiva e sensível ao SARS-CoV-2, com transmissão interespécies comprovada.

Eventos na Holanda, e mais recentemente na Dinamarca, apóiam a retransmissão do vírus de visons infectados para humanos, mas a ANSES enfatiza que a ocorrência desses eventos está ligada ao contexto de alta pressão viral devido à alta densidade da população animal dentro dessas fazendas de criação de visons.

Tigres, leões e pumas em cativeiro em zoológicos são espécies receptivas e sensíveis ao SARS-CoV-2, mas não transmitem o vírus para humanos. Até o momento e à luz das evidências científicas atualmente disponíveis, a agência francesa confirma que os animais domésticos e selvagens não desempenham um papel epidemiológico na manutenção e propagação da SARS-CoV-2.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Biden reimpõe restrições para passageiros procedentes do Brasil

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, restabeleceu nesta segunda-feira (25/01) a proibição da entrada no país de pessoas procedentes da União Europeia, Reino Unido e Brasil para conter a pandemia de covid-19. A nova …

Quem é 'el Chapo asiático' que foi preso acusado de controlar mercado de drogas de R$ 380 bilhões

A polícia holandesa prendeu o suposto chefe de uma das maiores quadrilhas de tráfico de drogas do mundo: Tse Chi Lop, apelidado de "El Chapo" da Ásia. O cidadão canadense nascido na China é apontado como …

Homem recebe primeiro transplante duplo de braço e ombro

A ciência cada vez mais evoluída. Um homem da Islândia foi o primeiro do mundo a receber um transplante duplo de braço e ombro. A cirurgia foi um sucesso e o paciente, o islandês Felix Gretarsson, …

Bolsonaro pode enfrentar um tribunal internacional por crimes contra a humanidade

Jair Bolsonaro pode enfrentar acusações no Tribunal Penal Internacional (TPI) depois de ser acusado de crimes contra a humanidade. Líderes indígenas no Brasil e grupos de direitos humanos estão pedindo ao tribunal que investigue o presidente …

Presidente mexicano López Obrador é diagnosticado com Covid-19

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, 67 anos, entrou para a lista dos líderes mundiais que foram infectados pela Covid-19. Ele informou nesse domingo (24) que testou positivo para o novo coronavírus, …

Desenterram em Jerusalém granada de mão britânica da 1ª Guerra Mundial

Em pleno centro da cidade de Jerusalém, foi desenterrada uma granada de mão britânica da Primeira Guerra Mundial. O artefato perigoso foi descoberto em uma antiga cisterna por Oscar Becherno, responsável pela escavação arqueológica em nome …

Portugueses reelegem presidente Rebelo de Sousa

Urnas em Portugal confirmam previsão de vitória do chefe de Estado de centro-direita, que ganha novo mandato de cinco anos. Combate à pandemia é prioridade. Como esperado, os portugueses reelegeram neste domingo (24/01) o presidente Marcelo Rebelo …

Cuba experimenta dois lados da moeda com chegada de internet móvel

Desde que chegou a Cuba, há apenas dois anos, a internet móvel revolucionou a vida do país – ajudando as pessoas a encontrarem comida, combustível e até remédios em meio a uma escassez terrível. Mas …

Chantilly: em dificuldades finaceiras, um dos mais belos castelos da França pede socorro

A pandemia e o fim da ajuda de um poderoso mecenas colocam em risco o futuro de uma das propriedades mais majestosas da França, o castelo de Chantilly, ao norte de Paris. A reportagem …

Como fumantes de longa data pararam de fumar usando cogumelos mágicos apenas 3 vezes

É mais difícil largar do cigarro do que da heroína, dizem alguns. Mas pesquisadores da Johns Hopkins relataram que um pequeno número de fumantes de longa data que falharam em muitas tentativas de abandonar o …