Homem pago para fazer sexo com adolescentes condenado a 2 anos no Malaui

Um homem contratado para fazer sexo com adolescentes e viúvas como parte de um ritual de “purificação sexual” no Malaui foi sentenciado a dois anos de prisão por “prática cultural nociva”.

Na sexta-feira, Eric Aniva, de 45 anos, foi condenado por manter relações sexuais desprotegidas com mulheres que tinham acabado de perder os maridos – ele é soropositivo e não dizia isso às famílias que contratavam seus “serviços”.

A pena foi anunciada nesta terça-feira. “Eu o condeno a cumprir 24 meses de prisão”, afirmou a juíza Innocent Nebi.

A sentença diz respeito à prática conhecida como “limpeza da viúva“, que foi proibida no país africano há alguns anos.

Aniva é um “hiena“, como são chamados os homens pagos para garantir a “purificação sexual” feminina em vilarejos do Malaui. Em julho, ele admitiu em entrevista à BBC que fez sexo com mais de 100 mulheres e meninas sem revelar sua condição de HIV positivo.

A reportagem levou o presidente do país, Peter Mutharika, a ordenar sua prisão.

O presidente queria que Aniva fosse julgado por fazer sexo com menores de idade, mas nenhuma das adolescentes se apresentou para depor.

Por isso, Aniva foi julgado por “prática cultural nociva”, ato descrito na Lei de Igualdade de Gênero do Malaui, que pune as relações sexuais com viúvas recentes para fins de “purificação”.

‘Decepcionado’

Aniva afirmou que era inocente e deu uma declaração logo após ser sentenciado no julgamento no distrito de Nsanje, no sul do Malaui.

“Estou decepcionado, pois pensei que iria responder em liberdade”, afirmou à agência de notícias AFP.

Duas mulheres testemunharam contra ele – muitos esperavam uma sentença de cinco anos de prisão.

“O condenado não tinha respeito pelos sentimentos das viúvas, não tinha respeito pela dignidade das mulheres e até há dúvidas se ele usou preservativos. Não há mais espaço para uma cultura destas no Malaui”, explicou a juíza.

Uma assistente social de Nsanje, onde vive Aniva, disse que a maioria dos moradores era contra o julgamento por considerarem seu “trabalho” parte de uma tradição.

Aniva foi tema de uma reportagem da BBC sobre práticas de “limpeza sexual” no Malaui. Depois da publicação, o caso atraiu atenção da imprensa internacional.

O ritual

Em algumas regiões remotas no sul do país, é comum que os pais paguem para que as filhas façam sexo com um homem quando chegam à puberdade. A prática não é vista pelos mais velhos como estupro, mas como um ritual de “limpeza”.

Depois de sua primeira menstruação, as meninas são obrigadas a manter relações sexuais durante três dias para marcar a passagem da infância à vida adulta.

Caso se oponham, acredita-se que uma doença ou alguma tragédia fatal possa atingir suas famílias ou até a comunidade toda.

Aniva é um dos mais conhecidos “hienas” da região. “Muitas das pessoas com quem fiz sexo são meninas em idade escolar“, disse ele à BBC.

Algumas adolescentes que o repórter da BBC Ed Butler entrevistou no vilarejo de Aniva demonstraram aversão à prática.

Uma jovem contou que todas as suas amigas tiveram que fazer sexo com um “hiena”.

“Tive de me submeter para o bem dos meus pais”, disse uma delas, chamada Maria. “Se me recusasse, a minha família poderia ser vítima de doenças – e até morrer – então fiquei apavorada.”

Além de adolescentes e viúvas, os rituais também incluem mulheres que passaram por um aborto.

Segundo a tradição, não se pode usar proteção durante a relação sexual com um “hiena”. Acredita-se que, por ter sido escolhido em razão de suas boas maneiras, o homem estaria imune ao vírus da AIDS.

O HIV é uma ameaça a essas comunidades. Segundo a ONU, um em cada dez malauianos está infectado.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …