Huawei participa do leilão 5G no Brasil, mas é excluída da rede exclusiva de comunicação do governo

O Ministério das Comunicações informou que a chinesa Huawei não poderá atuar na rede exclusiva de comunicação do governo brasileiro, uma exigência para a implementação do 5G no Brasil.

A gestão de Jair Bolsonaro segue enviando sinais díspares ao governo da China. Após os apelos por mais colaboração e ajuda no combate à COVID-19, o Ministério das Comunicações decidiu que a empresa chinesa de telecomunicação não poderá participar da rede exclusiva de comunicação do governo.

Por outro lado, diz o ministro Fábio Faria, “a companhia poderá atuar nas redes privadas da quinta geração de comunicações móveis no país”.

Vale lembrar que uma portaria do Ministério das Comunicações havia estabelecido que as empresas vencedoras do leilão deverão construir uma rede privada segura para comunicação do governo, que abrangerá também Judiciário e Legislativo federal.

O Brasil sustenta que a chinesa não atende aos requisitos estabelecidos pelo governo. Para essa rede, as empresas fornecedoras dos equipamentos deverão observar “padrões de governança corporativa compatíveis com os exigidos no mercado acionário brasileiro”.

Hoje a Huawei não está apta a participar da rede privativa de acordo com o que foi colocado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e pela nossa portaria. Mas, em relação à rede privada, nós iremos deixar aberto para todas as empresas que consigam dar o melhor preço”, disse o ministro, durante audiência na Câmara dos Deputados.

Nenhuma empresa fornecedora de equipamento para o 5G tem ações negociadas na Bolsa do Brasil. Além disso, a Huawei não tem capital aberto, diferentemente das suas principais concorrentes, a sueca Ericsson e a finlandesa Nokia, com ações negociadas em Bolsas internacionais. De capital fechado, a Huawei se descreve como uma “empresa privada totalmente controlada por seus funcionários”.

A rede privada do governo será uma rede móvel no Distrito Federal “para atendimento a atividades de segurança pública, defesa, serviços de socorro e emergência, resposta a desastres e outras atribuições críticas de Estado, incluindo as realizadas por entes federados, bem como para atendimento aos órgãos públicos federais”.

Segundo Fábio Faria, “nós estabelecemos critérios e regras para essa rede privativa, essa rede sensível, que vai ter dentro o governo federal e outros poderes. Nós colocamos requisitos porque trata de temas sensíveis. Nós não excluímos o país, mas nós colocamos por exemplo que queremos que as empresas que entram tenham as mesmas regras do mercado de acionistas do governo brasileiro”.O leilão está previsto para julho. Nele, as operadoras de telefonia vão disputar o direito de operar as bandas de frequência nas cidades e começar a oferecer a tecnologia de 5G no Brasil, escreve o jornal O Globo.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …