A Humanidade tem apenas três destinos possíveis; e nenhum é animador

Um grupo de astrofísicos criou um modelo de desenvolvimento da civilização humana para determinar as possíveis vias do futuro da humanidade. E as notícias não são boas.

O astrofísico norte-americano Adam Frank e sua equipe de cientistas da Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, calcularam, através de modelos matemáticos, o que aconteceria ao nosso planeta à medida que a população aumentasse e os efeitos das mudanças climáticas se tornassem mais agudos.

Entre os possíveis três cenários previstos pelos cientistas, a civilização humana poderia se adaptar sem mudanças drásticas, desaparecer parcialmente ou experimentar um colapso total. A hipótese considerada mais provável é a do desaparecimento parcial, que supõe que 70% da vida terrestre seja extinta antes de voltar à normalidade.

Nesta hipótese, a civilização se desenvolve muito depressa até atingir o máximo populacional para o planeta, usando muito mais recursos do que aqueles que o planeta consegue proporcionar. A população começa, então, a reduzir, até o ponto em que atinge equilíbrio.

Nesse equilíbrio, o planeta consegue garantir recursos para todos os habitantes que ainda restam, mas 70% das pessoas não conseguirão resistir.

Mas o cenário de adaptação sem grandes mudanças é a opção mais positiva. A civilização, explicam os cientistas, segue o primeiro cenário, mas, antes de atingir o ponto crítico, começa a transição para o segundo tipo de recursos, salvando a maior parte da população e preservando o meio ambiente.

Já a terceira opção – a do colapso total – significa que a Terra seria incapaz de se recuperar dos danos causados pela pegada humana e, nesse caso, toda a vida inteligente que existe no nosso planeta morreria rapidamente, mesmo que a humanidade usasse apenas energias renováveis.

O estudo, publicado recentemente na revista The Atlantic, avalia também o destino das civilizações alienígenas hipotéticas em planetas distantes, ao que os cientistas dão o nome de exocivilizações.

Dado o número extraordinário de planetas no Cosmos, “a menos que a natureza seja perversamente enviesada contra civilizações como a nossa, não somos os primeiros a aparecer” ou, pelo contrário, a desaparecer. “Isso significa que cada exocivilização teve uma história de evolução, de capacidades crescentes e, talvez, um desvanecimento lento ou um colapso rápido”, explica Frank.

Os cientistas acreditam que aprender com os erros destas comunidades extraterrestres poderia ser um sucesso na preparação para o efeito das mudanças climáticas na Terra.

Aliás, é por esse motivo que Frank e sua equipe estão “explorando o que poderia ter acontecido com os outros”, não apenas para nos servir de alerta, mas também para descobrir como seria o nosso fim enquanto espécie.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Estão falando em eugenia,porque esses caras não enxergam outra opção que não seja essa, Se houver
    um controle de natalidade onde uma familia possa ter apenas um filho, já resolveria ,porque o numero de pessoas que falecem é o mesmo para as que nascem , se utilizar esse método é claro…
    O planeta não seria tão populoso.
    A solução não é tão animadora para os próximos 12 anos , vejam a quantidade de vacinas que estão empurrando na população, sem contar a quantidade absurda de agrotoxicos nos alimentos,alimentos geneticamente modificados ou trangenicos que nos empurram de goela abaixo…

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Rede 5G pode transmitir energia elétrica e aposentar as baterias no futuro

O mundo já conhece os benefícios da tecnologia 5G como a alta velocidade na transmissão de dados e baixa latência. Agora, os cientistas do Instituto de Tecnologia da Geórgia, nos EUA, descobriram que essas redes …

Covid: como evitar a trágica marca de 5 mil mortes por dia no Brasil?

No dia 19 de maio de 2020, o Brasil atingiu pela primeira vez a marca das mil mortes diárias por covid-19. Esse número permaneceu relativamente estável, em um patamar considerado alto, durante todo o segundo semestre …

Físicos afirmam que o universo é um computador de aprendizado de máquina

Físicos teóricos que trabalham com a Microsoft lançaram um artigo na sexta-feira afirmando que o universo é essencialmente um computador de aprendizagem de máquina (machine learning, em inglês). Os pesquisadores, vários afiliados à Microsoft, pré-publicaram um …

Mundo ainda tem países sem uma única dose de vacina

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 600 milhões de doses de vacina contra a covid-19 já foram aplicadas em todo o mundo. Mas a discrepância entre países é alta: enquanto, …

Covid: site calcula quando você será vacinado. Resultados não animam

Um grupo de voluntários chamado CoronavirusBra desenvolveu uma plataforma para calcular quando você será vacinado contra a covid-19. O ‘Quando vou ser vacinado?’ utiliza dados públicos como a média de imunizados com o número de pessoas …

Rússia inicia desenvolvimento de mais uma vacina contra COVID-19

Sendo o primeiro país a registrar uma vacina contra a COVID-19, a Rússia anunciou o início do desenvolvimento de mais uma vacina contra o coronavírus. A criação do novo medicamento estará a cargo do Instituto Smorodintsev …

Especialista chinês: ascensão da China faz EUA entrarem em pânico e ficarem nervosos

O desenvolvimento econômico e a ascensão do país asiático fazem os EUA ficarem nervosos e entrarem em pânico, mas este medo se origina em seus preconceitos, disse em entrevista à Sputnik um especialista chinês. Li Junru, …

Interação de múons, a nova força da natureza que cientistas acreditam ter descoberto

Desde colar um ímã na porta de uma geladeira até jogar uma bola em uma cesta de basquete, as forças da física funcionam em todos os momentos de nossas vidas. Todas as forças que experimentamos todos …

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …