Inclinação de Saturno pode ser explicada pela migração de suas luas; entenda

Gray Lensman QX! / Flickr

Em um novo estudo, cientistas do French National Centre for Scientific Research (CNRS) e da Sorbonne University perceberam que a inclinação de Saturno pode ser causada pela influência da migração de suas luas — principalmente por Titã. Além disso, eles estimam que o planeta deverá ficar ainda mais inclinado nos próximos bilhões de anos.

Observações recentes mostraram que Titã e as demais grandes luas estão se afastando gradualmente de Saturno, e isso está acontecendo mais rapidamente do que se esperava. Então, quando adicionaram aos cálculos essa taxa de migração maior do que havia sido estimado, os cientistas concluíram que este processo está afetando a inclinação do gigante gasoso, pois, conforme elas vão se afastando, o planeta vai ficando mais “deitado”.

Quando se formam, é esperado que os gigantes gasosos tenham obliquidade quase zero — a obliquidade é a inclinação entre o planeta e seu plano orbital. Nesse caso, o evento decisivo que deixou Saturno inclinado pode ter ocorrido em um momento relativamente recente — durante os três bilhões de anos após sua formação, o eixo rotacional do planeta ficou levemente inclinado. Entretanto, foi apenas um bilhão de anos atrás que o movimento gradual dos satélites causou um movimento de ressonância, que ainda ocorre hoje.

Isso significa que o eixo de Saturno interagiu com o caminho de Netuno e foi se inclinando gradualmente, até chegar aos 27º que vemos hoje. Essas descobertas chamam a atenção para cenários estabelecidos anteriormente, porque os astrônomos já concordaram sobre a existência da ressonância — mas eles acreditavam que ela ocorreu bem no início do processo de formação do planeta, há mais de 4 bilhões de anos, devido a uma mudança na órbita de Netuno, e que o eixo de Saturno estava estável até então.

Agora, o que eles perceberam é que o planeta continua apresentando mudanças em sua inclinação, e o que vemos hoje é uma etapa de transição dessas mudanças. Então, é possível que, nos próximos bilhões de anos, Saturno se torne um planeta ainda mais inclinado do que é hoje. Anteriormente, a equipe já chegara a conclusões semelhantes sobre Júpiter: o gigante deverá sofrer inclinações parecidas também por causa da migração de suas quatro luas principais, além da ressonância com a órbita de Urano.

Por isso, é possível que, nos próximos cinco bilhões de anos, Júpiter passe a ter 30º de inclinação em vez dos 3º que possui hoje.

O artigo com os resultados do estudo foi publicado na revista Nature Astronomy.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Em pior momento da pandemia, Bolsonaro critica 'mimimi' e diz que brasileiro tem que enfrentar vírus

Um dia após o registro de novo recorde diário de mortes pela covid-19 no país, o presidente Jair Bolsonaro deu uma série de declarações dando a entender que o choro pelas vítimas é "frescura" e …

89% dos norte-americanos veem a China como inimiga ou concorrente

A maioria dos norte-americanos não vê a China como parceira e expressa preocupações crescentes sobre o histórico de direitos humanos e as práticas econômicas de Pequim, revelou uma nova pesquisa do Pew Research Center nesta …

Governadores pedem a Bolsonaro maior esforço por vacinas

Em meio ao pior momento da epidemia de covid-19 no Brasil, os governadores de 14 estados brasileiros enviaram nesta quinta-feira (04/03) uma carta ao presidente Jair Bolsonaro pedindo um maior esforço para a compra de …

Nova Zelândia lança alerta de tsunami e ordena retirada de habitantes da costa nordeste

Um alerta de tsunami foi emitido após um forte terremoto de magnitude 7,8 nas remotas ilhas Kermadec, na Nova Zelândia, no oceano Pacífico. As autoridades determinaram a retirada de todos os habitantes do litoral …

União Europeia começa exame contínuo da vacina russa Sputnik V

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) deu início ao exame contínuo do dossiê de registo da vacina Sputnik V para verificar sua conformidade com as normas europeias de eficácia, segurança e …

Afrouxar uso de máscaras é "pensamento neandertal", diz Biden

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou nesta quarta-feira (03/03) a decisão dos estados do Texas e do Mississippi de suspender a obrigatoriedade do uso máscaras para conter a propagação do coronavírus. O democrata …

Argentina só vai habilitar motoristas que fizerem curso sobre igualdade de gênero

A partir de março e 2021 quem quiser tirar carteira de habilitação na Argentina terá de estudar mais do que somente as leis de trânsito, o funcionamento do automóvel e a própria condução de um …

ONGs denunciam grupo Casino na Justiça francesa por desmatamento na Amazônia

Organizações de defesa do meio ambiente e dos povos indígenas denunciaram nessa quarta-feira (3) o grupo Casino na Justiça francesa. A empresa é acusada de responsabilidade no desmatamento da Amazônia através da venda de …

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Um cientista criou um algoritmo de computador que pode levar a descobertas transformadoras em energia e cuja própria existência levanta a probabilidade de que nossa realidade possa realmente ser uma simulação. O algoritmo foi criado pelo …

The Crown "é baseada na verdade", diz Harry que dá ideia de convívio com família real

Principe Harry defendeu a série “The Crown” da Netflix, dizendo que – embora não fosse “estritamente preciso” – retratava as pressões da vida dentro da família real. Em uma entrevista com James Corden, do programa americano …