Inflação em fevereiro foi de 0,33%, a menor taxa para o mês desde 2000

A inflação do Brasil em fevereiro ficou em 0,33%, a menor taxa para este mês desde 2000, prosseguindo a trajetória de baixa desde o começo de 2017 e no marco da profunda crise econômica que atravessa o país, informou hoje o Governo.

O Índice de Preços no Consumidor Amplo (IPCA) de fevereiro, divulgado esta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é menor que o de janeiro deste ano, quando ficou em 0,38%.

A inflação de fevereiro foi quase três vezes menor que a do mesmo mês de 2016 (0,90%) e é o melhor resultado para um segundo mês do ano desde 2000 (0,13%).

Desta forma, após os dois primeiros meses de 2017, o indicador acumula uma variação de 0,71%, uma porcentagem inferior a 2,18% referente ao mesmo período do ano anterior.

A redução da inflação em fevereiro foi possível principalmente pela queda de 0,45% dos preços dos alimentos e das bebidas, o melhor resultado para este setor desde julho de 2010, após o avanço de 0,35% que registraram em janeiro.

O setor têxtil comportou-se na mesma linha, com um leve retrocesso nos preços de 0,13%, que se acumula à queda de 0,36% anotada nesta atividade durante o mês precedente.

Com exceção do setor da educação, cujas tarifas subiram 5,04% no mês, o resto das atividades registrou tímidas subidas, lideradas pela comunicação (0,66%), saúde (0,65%) e despesas pessoais (0,31%).

O aumento nos preços da educação “reflete os reajustes frequentes praticados no início do ano letivo, especialmente os aumentos nas mensalidades dos cursos regulares, cujos valores subiram 6,99%”, indicou o órgão governamental em comunicado.

A forte desaceleração da inflação provocou que o índice anual até fevereiro ficasse em 4,76%, em comparação com o 5,35% registado nos doze meses imediatamente anteriores.

O dado é compatível com a meta de inflação que o Governo impôs para 2017, que é de 4,5%, mas com uma margem de tolerância de um ponto e meio percentual, o que eleva o teto máximo até 6,0%.

O mercado financeiro prevê que o Brasil vai fechar 2017 com um aumento de preços de 4,36%, segundo uma sondagem entre economistas divulgada esta semana pelo Banco Central.

O Brasil concluiu 2016 com uma inflação de 6,29%, uma taxa abaixo do então teto de tolerância (6,5%) e muito inferior ao 10,67% medido em 2015, quando registrou o seu maior nível nos últimos treze anos.

O menor ritmo na inflação é um sintoma positivo, segundo os especialistas, que pode aliviar em parte a grave crise econômica que o país atravessa, que encadeia dois anos consecutivos em recessão, algo que não acontecia desde a década de 1930.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, sendo a maior economia da América do Sul, retrocedeu 3,6% em 2016, queda que se uniu ao 3,8% registrado em 2015, o que provocou uma taxa de desemprego recorde, acima dos 12%, a estagnação do consumo interno e um desajuste profundo nas contas públicas.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

COVID-19: produção de vacina pode causar morte de meio milhão de tubarões, alertam especialistas

Óleo natural feito a partir do fígado dos tubarões é um componente-chave entre os ingredientes utilizados por vários candidatos a vacina contra a COVID-19. A Shark Allies, uma organização de defesa aos tubarões, da Califórnia, EUA, …

Quem é Amy Barrett, a indicada de Trump para Suprema Corte?

Se aprovada pelo Senado, atual juíza federal e católica devota poderá influenciar a vida pública dos EUA por décadas e mover de vez a composição da Corte para uma orientação conservadora. Se no Brasil o presidente …

Uber ganha 18 meses de licença para atuar em Londres

Após uma longa batalha jurídica, a Uber ganhou uma licença para restabelecer suas operações em Londres pelos próximos 18 meses. Em novembro de 2019, a empresa havia sido impedida de atuar na capital inglesa, depois que …

Testes de DNA da moda não identificam indígenas brasileiros

Testes de DNA estão na moda. Se você pensou em exames para comprovar paternidade ou algo nesse sentido: não é disso que estamos falando (embora pudéssemos). A nova tendência — entre aqueles que têm condições para …

EUA e Brasil querem barrar governo Maduro na Organização Pan-Americana da Saúde

Os Estados Unidos, o Brasil e outros 11 países rejeitaram nesta segunda-feira (28) a legitimidade do governo de Nicolás Maduro na Venezuela para participar do Conselho Diretor da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A …

Água líquida em Marte: descobertas mais reservas no polo sul do Planeta Vermelho

Em 2018, pesquisadores italianos anunciaram que haviam encontrado evidências da existência de água líquida em Marte, abaixo da calota polar sul. Agora, a equipe voltou em mais uma série de informações que não apenas sustentam essa …

Cientistas russos encontram nova forma de tratamento para covid-19

Uma equipe de cientistas russos sugeriu tratar os pacientes gravemente afetados pelo coronavírus SARS-CoV-2 da mesma maneira que são tratados alguns casos de intoxicação. De acordo com os especialistas do Instituto de Pesquisa de Medicina de …

Covid-19 já causou a morte de um milhão de pessoas no mundo

Nove meses após seu surgimento na China, a pandemia de Covid-19 superou, neste domingo (27), o número simbólico de um milhão de mortos no mundo. No total, o coronavírus causou 1.000.009 mortes e 33.018.877 casos …

Homem que comia alcaçuz todos os dias morre e médicos alertam sobre riscos à saúde

Um homem de 54 anos morreu após consumir alcaçuz em excesso. Segundo os médicos do Hospital Geral de Massachussets (EUA), após duas semanas ingerindo alcaçuz preto em excesso, o homem teve uma overdose de uma …

Conflito armado se acirra na fronteira entre Armênia e Azerbaijão

A Armênia e o Azerbaijão se acusaram mutuamente neste domingo (27/09) de iniciar confrontos mortais na região separatista de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, em meio a uma disputa territorial de décadas. Ao …