Inteligência Artificial deve acelerar desenvolvimento de novos medicamentos

SXC

O desenvolvimento de um novo medicamento custa às empresas, em média, US$ 2,6 bilhões. Isso porque nove em cada dez drogas promissoras falham em algum lugar ao longo do seu desenvolvimento e, mesmo quando obtêm sucesso, o processo até a aprovação regulatória costuma levar uma década ou mais.

Diante de riscos tão altos, empresas do ramo farmacêutico investem em parcerias com Inteligência Artificial (IA).

É o caso do novo AI Innovation LAB, fruto de parceria entre a Microsoft e o grupo farmacêutico suíço Novartis, com operações no Brasil e que busca transformar a medicina com a inteligência artificial. Assim o laboratório pretende reduzir o tempo para produção de novos medicamentos, com o uso redes neurais desenvolvidas pela Microsoft para gerar, rastrear e selecionar automaticamente moléculas promissoras.

A aplicação das novas tecnologias, a princípio, irá focar no problema da degeneração macular, uma das principais causas de cegueira irreversível. Além disso, ela explorará outras maneiras de uso para a IA de modo a desenvolver novas terapias genéticas e celulares, tendo em vista a leucemia linfoblástica aguda.

Os desafios da IA

A racionalização do desenvolvimento de medicamentos é uma questão urgente para a saúde humana, que pode ser utilizada tanto na descoberta de novas maneiras de tratar doenças milenares como a malária, que ainda mata milhares de pessoas todos os anos, e até na descoberta de novos tratamentos contra o câncer.

Por essa ótica, o desenvolvimento de novos medicamentos se tornou tanto um problema de IA e ciência de dados, quanto de biologia e química. Isso pela necessidade de se analisar de outras maneiras as grandes quantidades de dados existentes e descobrir novas correlações e padrões essenciais para encontrar medicamentos com potencial.

O grande desafio para IA é compreender todos os dados já disponíveis. Isso porque a maior parte das informações existe na forma de dados não estruturados, como notas de laboratório de pesquisa, artigos de revistas médicas e resultados de ensaios clínicos, os quais, geralmente, são armazenados em sistemas desconectados.

Além de desenvolver novas formas de leituras para esse material, que a escala humana já não consegue dar conta, a ideia é que, com o uso da IA, os colaboradores trabalhem em novas soluções integradas e essas possam ser desenvolvidas continuamente, criando um ciclo virtuoso de exploração e descoberta. O resultado? Inteligência generalizada, que abrange todo o processo de criação de medicamentos.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Trump contradiz especialista e afirma que logo haverá vacina

Presidente diz que vacina contra covid-19 estará disponível daqui a algumas semanas, apenas horas depois de diretor de agência de saúde afirmar que ampla vacinação provavelmente ocorreria apenas em 2021. O presidente dos Estados Unidos, Donald …

Médicos estão prontos para implantar o primeiro olho biônico do mundo

Um time de cientistas da Monash University (Austrália) criou um “olho biônico” que, de acordo com eles, tem o potencial de devolver a visão a cegos através de um implante no cérebro. Os pesquisadores estão a …

Um planeta do tamanho de Júpiter conseguiu sobreviver perto de uma anã branca

Normalmente, para que uma anã branca seja formada, uma estrela passa pelo fim de sua evolução através de um processo que destrói qualquer coisa que estiver por perto. Entretanto, os astrônomos se depararam com um …

Internado há uma semana com Covid-19, cacique Raoni deve deixar o hospital

Internado há uma semana, o cacique Raoni Metuktire deverá deixar o hospital onde estava internado nas próximas horas, ainda nesta sexta-feira (4). Ele se recuperou de uma inflamação cardíaca, efeito colateral da Covid-19, e …

Barbados pretende destituir Elizabeth 2ª como chefe de Estado

Barbados pretende destituir a rainha Elizabeth 2ª do cargo de chefe de Estado e se tornar uma República, anunciou na terça-feira (15/09) o governo da pequena nação caribenha, reavivando um plano discutido várias vezes no …

Fator inesperado pode estar na base da existência de antiga civilização

Especialistas consideram que o fluxo de frações de poeira grossa favoreceu a fertilidade dos solos, e, dessa forma, a sobrevivência dos primeiros humanos. Um novo estudo defende que a existência de uma antiga civilização humana poderia …

Alemanha vai receber 1.550 refugiados que tiveram pedidos de asilo aceitos na Grécia

A Alemanha vai receber cerca de 1.550 migrantes que estão espalhados em várias ilhas gregas. A chanceler Angela Merkel costurou um acordo com seu ministro do Interior, Horst Seehofer, que era reticente à proposta, …

Em estudo, pesquisadores mostram por que é tão difícil encontrar vida em Marte

Julho de 2020 foi um mês agitado: três missões foram lançadas com destino ao Planeta Vermelho e, entre elas, está a missão Mars 2020, da NASA, levando consigo o rover Perseverance e helicóptero Ingenuity rumo …

O privilégio branco da professora universitária ‘negra’ que enganou todo mundo

Acadêmica voltada para estudos sobre diásporas africanas, a norte-americana Jessica Krug sustentou a carreira sob a alegação de ser negra. Contudo, a professora assistente da George Washington University resolveu se autodeclarar branca e desmentir suas …

Yoshihide Suga é eleito primeiro-ministro do Japão

O Parlamento do Japão elegeu nesta quarta-feira (16/09) Yoshihide Suga para o cargo de primeiro-ministro, em substituição a Shinzo Abe, que renunciou por questões de saúde após quase oito anos como líder do governo. Suga, de …