Votação histórica na Irlanda acaba com a proibição do aborto

A Irlanda está pronta para acabar com a proibição do aborto. Estudos de boca de urna dão vantagem de 68% para 32% aos que votaram pela despenalização. 

Esta é uma votação histórica na católica Irlanda. O país com uma forte tradição católica votou, nesta sexta-feira (25), amplamente a favor da revogação da proibição constitucional do aborto, segundo as primeiras projeções.

É um dia histórico para um dos países mais católicos da Europa. As projeções em boca de urna sugerem que a Irlanda aprovou em referendo a legalização do aborto.

De acordo com a Reuters, a projeção prevê que o “sim” foi votado por 68% dos eleitores contra os 32% que votaram contra a proposta de alteração da Constituição. Caso se confirme, este é um resultado inesperado no país que tem as leis mais apertadas da União Europeia em relação ao aborto.

Os votos fecharam às 22h desta sexta, mas os resultados só serão conhecidos ao fim deste sábado (26). A previsão do Irish Times tem por base entrevistas a 4 mil eleitores na saída das urnas.

Às urnas foram chamados 3,2 milhões de pessoas para responder a um referendo à Oitava Emenda da Constituição irlandesa. A revogação pode resultar em uma nova lei para legalizar o aborto no país.

O aborto é proibido na Irlanda e a prática pode resultar em sentença de 14 anos de prisão, tanto para a mulher como para o profissional de saúde que a ajude no procedimento de interrupção de gravidez.

A aprovação da proposta de alteração possibilita o aborto até as 12 semanas de gravidez em qualquer situação. Depois desse tempo, o aborto só seria possível se a vida do bebê ou da mãe estiverem em risco ou se o feto tiver uma anomalia que o possa condenar à morte na gestação ou logo depois do nascimento.

A sondagem do Irish Times com a Ipsos previa que 44 em cada 100 eleitores votassem a favor da legalização do aborto e que 32% votassem contra. A margem de diferença teria sido muito curta, pelo que a decisão teria ficado nas mãos dos 24% dos eleitores que se diziam indecisos ou que não iam exercer o direito ao voto.

Nestes últimos dias, foi possível observar no país a divisão entre as populações rurais e as populações urbanas e as divisões entre as camadas mais novas e mais velhas da sociedade irlandesa. Entre confronto de ideais intenso.

As projeções e a vitória do “sim” são encarados como um reflexo do declínio da influência da Igreja Católica irlandesa, que nos últimos tempos tem enfrentado as duras mudanças econômicas e sociais do país. Os escândalos relacionados com casos de pedofilia envolvendo padres também teriam tido sua influência.

Campanha anti-aborto assume derrota

Apesar de os votos ainda estarem sendo contados, o principal grupo da campanha contra a legalização do aborto já assumiu a derrota no referendo irlandês.

“Não há perspectiva de que a legislação não venha a ser aprovada”, admitiu esta manhã o porta-voz da campanha contra a legalização, John McGuirk, citado pela Reuters.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Dormir muito é tão prejudicial quanto dormir pouco

Um novo estudo descobriu que dormir muito pode ter consequências tão prejudiciais para a saúde quanto dormir pouco, reduzindo igualmente as capacidades cognitivas.  Um grupo de cientistas da Universidade norte-americana de Ontário conduziu em junho de …

Contra desperdício alimentar, França debate aumento de prazos de validade dos produtos

16 de outubro é o Dia Contra o Desperdício Alimentar na França. Para lutar contra o problema, a ONG francesa France Nature Environnement realizou uma campanha de informação aos consumidores, enquanto um grupo de ambientalistas …

Queimaduras solares? Os dinossauros são os culpados

Sempre que apanhamos sol, uma preocupação emerge de imediato: queimaduras. Por que somos tão vulneráveis à luz solar? Um estudo recente procura responder ao enigma evolutivo, apontando os dinossauros como principais culpados. O sol emite radiação …

Cientistas revertem casos de Diabetes tipo 2

Em um novo estudo, cientistas bloquearam a proteína VDAC1 nas células que produzem insulina e conseguiram reverter casos de Diabetes tipo 2. Os pesquisadores também conseguiram mostrar que é possível prevenir o surgimento da doença. O …

Criança "vampiro" é descoberta em cemitério na Itália

Arqueólogos encontraram em um cemitério na Itália os restos mortais de uma criança de 10 anos com uma pedra na boca, um antigo ritual funerário de vampiros praticado durante a Idade Média, que visava prevenir …

Está na hora: Elon Musk quer construir um robô gigante

O mais recente plano do fundador da Tesla e da SpaceX é construir um “mecha”, um robô ou veículo mecanizado gigante de ficção científica com braços e pernas móveis. Elon Musk revelou no Twitter ser fã …

Celebridade da internet chinesa é presa por "desrespeitar" o hino do país

A Lei do Hino chinesa, aprovada no ano passado, prevê detenções de até 15 dias ou prisão de até três anos para quem cantar a Marcha dos Voluntários de forma “distorcida ou desrespeitosa”, em público. Uma …

Sauditas vão assumir morte de jornalista: foi um interrogatório que "não correu bem"

As autoridades sauditas, que negaram ter dado ordens para matar o jornalista Jamal Khashoggi, estão elaborando um relatório em que admitem a morte do jornalista e a justificam como resultado de um interrogatório que "não …

Startup brasileira oferece curso gratuito sobre estratégias do Vale do Silício

Um novo curso à distância promete ajudar os empresários brasileiros a descobrirem os segredos do sucesso do Vale do Silício. Oferecido pela Qulture.Rocks, startup de tecnologia para gestão de desempenho empresarial, o curso sobre OKRs (Objectives …

Se não pararmos de comer carne, vamos acabar com o planeta

Cada cidadão deverá reduzir em 75% o seu consumo de carne de vaca, 90% de carne de porco, comer metade da quantidade de ovos e triplicar o consumo de sementes e frutas secas. Segundo um estudo, …