Manifestantes fazem passeata pela legalização do aborto no Rio

Fernando Frazão / ABr

A legalização do aborto até a 12ª semana de gestação foi defendida, nesta sexta-feira (22), em uma passeata pelas ruas centrais do Rio.

Centenas de pessoas, a maioria mulheres, se concentraram em frente à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) com faixas e cartazes pedindo que a interrupção da gravidez seja considerada legal neste período, para garantir procedimentos cirúrgicos públicos e saudáveis.

Queremos garantir o aborto gratuito e seguro no Brasil, mas só até a 12ª semana [de gestação], pois neste período o feto não tem sistema neural, nervoso, nem coração. Ninguém faz aborto porque quer. É um ato de desespero. Pedimos políticas públicas e atendimento médico em postos de saúde”, disse Alessandra Primo de Moraes, do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade Federal Fluminense (Sintuff).

A recente aprovação do aborto pela Câmara dos Deputados da Argentina fortaleceu os defensores da medida. A psicóloga Ivana Fortunato, também presente ao ato, disse que o debate em torno do assunto é urgente, pois muitas mulheres, a maioria negras e pobres, morrem todos os anos por causa de abortos mal feitos.

“A questão do aborto ser criminalizado não impede que aconteçam várias complicações decorrentes de cirurgias inseguras, pois as mulheres pobres não têm dinheiro para pagar uma clínica melhor. Um feto até 12 semanas não é uma vida. Não é alguém que sente, que pensa. Ainda é um conjunto de células. Não defendemos matar crianças, mas interromper a gestação em períodos iniciais”, disse Ivana.

Apesar da quase totalidade do público na manifestação ser de mulheres, alguns homens também estiveram presentes para defender a legalização do aborto.

“Esta é uma pauta histórica das mulheres. A proibição do aborto leva a riscos. Os argumentos contra, geralmente não são científicos, mas morais e religiosos. Não é bloqueando o debate que se avança”, disse o professor de história Ivan Dias Martins.

Da Alerj, o grupo seguiu pela Avenida Rio Branco até as escadarias da Câmara Municipal, na Cinelândia. Durante todo o percurso, não houve atos de violência nem de depredação.

Um policial militar repreendeu algumas manifestantes quando elas picharam um cartaz, colado na Câmara, criticando os defensores do aborto, mas a situação foi logo superada.

As igrejas cristãs, incluindo a católica e a evangélica, são contra o aborto. Os católicos, por exemplo, consideram que a vida deve ser respeitada e protegida desde o momento da concepção, quando o espermatozoide fecunda o óvulo.

Ciberia // Agência Brasil

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Israel mata comandante da Jihad Islâmica em ataque aéreo

Forças israelense bombardeiam casa de líder extremista na Faixa de Gaza. Militantes palestinos reagem disparando dezenas de mísseis contra Israel. Autoridades pedem que população fique em casa. Um importante comandante militar do grupo extremista palestino Jihad …

Cão aprende a falar usando máquina de escrever e já sabe 29 palavras

Stella tem 18 meses e, apesar de ser um cachorro, já sabe “falar” mais do que muitos humanos da sua idade. Através de uma máquina criada por sua tutora, o animal consegue se comunicar usando …

Saída de Lula da prisão pode ser “oportunidade” para Bolsonaro, diz especialista ao Le Monde

O jornal Le Monde deste domingo e segunda-feira, feriado em que a França comemora o Armistício da Primeira Guerra Mundial, traz uma reportagem de página inteira sobre a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da …

Evo Morales deixa a Bolívia rumo ao México

O agora ex-presidente Evo Morales deixou a Bolívia na noite desta segunda-feira (11) e pegou um avião em direção ao México. Em comunicado via Twitter, Evo Morales disse que estava agradecido ao México por ter lhe …

Turquia repatria jihadistas estrangeiros do "Estado Islâmico"

A Turquia começou a repatriar nesta segunda-feira (11/11) jihadistas estrangeiros do grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) que foram capturados no norte da Síria. Um alemão, um dinamarquês e um americano foram os primeiros deportados por …

Fumar aumenta o risco de depressão e esquizofrenia?

De acordo com um novo estudo da Universidade de Bristol (Reino Unido), fumar pode aumentar o seu risco de desenvolver depressão ou esquizofrenia. Os pesquisadores queriam estudar a relação conhecida entre tabagismo e doenças mentais. Muitas …

Prisões não vão abrir as portas após decisão do STF, dizem especialistas

Segundo especialistas ouvidos pela Sputnik Brasil, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o momento da execução da pena não vai fazer com que as "portas dos presídios sejam abertas para criminosos perigosos". Na quinta-feira …

EUA acusam China de exportar drones autônomos letais para o Oriente Médio

O exército hi-tech de autômatos letais, antes uma visão do futuro, já é uma realidade e está em pleno curso, inclusive com comércio dessa nova tecnologia em andamento. Isso é o que diz o secretário de …

Um simples exame de sangue já pode prever câncer de mama 5 anos antes de se manifestar

O câncer de mama é o segundo mais comum no mundo, e também o que mais mata mulheres. No entanto, o grande paradoxo é que, enquanto a doença é a responsável por uma das principais …

Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

Após convocar novas eleições, líder esquerdista cede à pressão das Forças Armadas e da polícia, entregando o cargo "para que meus irmãos não sejam ameaçados". Vice e outras autoridades também se demitem. O presidente da Bolívia, …