Islândia começa a emitir ‘passaportes de vacinação’ em meio à polêmica na UE

A Islândia emitiu seus primeiros “certificados” de vacinação destinados a facilitar as viagens de pessoas vacinadas contra a Covid-19, os chamados “passaportes de vacinação”, segundo informações das autoridades nesta terça-feira. Ela se tornou um dos primeiros países a fazê-lo, já que a questão é polêmica e divide abertamente os 27 Estados-membros da União Europeia.

Cerca de 4.800 cidadãos islandeses que receberam duas doses de uma vacina contra a Covid-19 são atualmente elegíveis para obter esses certificados digitais após o lançamento, na última quinta-feira (21), de um serviço online dedicado aos “passaportes de vacinação“, declarou o Ministério da Saúde da Islândia.

“O objetivo é facilitar a circulação de pessoas entre os países, para que os indivíduos possam apresentar o certificado de vacinação durante os controles alfandegários e assim ficarem isentos das medidas de restrição fronteiriça, de acordo com as regras do país em questão”, afirmou ainda o ministério.

Para os detentores deste documento na Islândia, a utilidade desses certificados permanece, por enquanto, essencialmente teórica, enquanto seu valor não for reconhecido internacionalmente.

Mas se este tipo de documento for realmente implementado no bloco, a Islândia planeja permitir a entrada, sem controle, de portadores de certificados de vacinas de países membros da UE ou do Espaço Econômico Europeu, ou mesmo passaportes de vacinação implementados pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

A Islândia não é membro da UE, mas faz parte da área de livre circulação de pessoas de Schengen – agora restrita de fato por numerosas medidas anti-Covid. A introdução de tais certificados de vacinação ou “passaportes” é atualmente objeto de discussões na UE, mas sem qualquer consenso.

Diversas lideranças francesas acreditam que este tipo de documento possa se tornar um instrumento de isolamento e discriminação negativa, além de um entrave à livre circulação no bloco, que é uma das premissas da União Europeia, desde o Tratado de Roma.

“Salvar o turismo”

No entanto, países europeus como a Grécia pressionam pela adoção dos “passaportes de vacinação” para tentar salvar o setor de turismo, uma das principais fontes de divisas do país, mas as discussões são consideradas prematuras por vários países, como a França e a Alemanha.

A controvérsia sublinha a pequena proporção da população vacinada e as incertezas que ainda cercam o efeito da vacina na transmissão do vírus.

Em meados de janeiro, o comitê de emergência da OMS disse que se opõe “por enquanto” à introdução de certificados como condição de entrada em um país para viajantes internacionais.

“Ainda não sabemos se aqueles que são infectados após a vacinação têm menos probabilidade de transmitir a doença a outras pessoas ou não”, admitem as autoridades de saúde islandesas em seu site oficial.

Devido, em particular, às medidas rígidas de controle nas fronteiras e ao sequenciamento de todos os casos positivos, a epidemia está sob controle na Islândia há várias semanas.

Na semana passada, menos de cinco infecções diárias foram registradas no país de 365.000 habitantes.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …