Imunologista alemão defende mudar grupos prioritários na vacinação

Em meio a reclamações de lentidão da vacinação contra covid-19 da Alemanha, especialista em imunologia sugere que grupos prioritários deveriam ser definidos pelos número de contatos sociais, e não pela idade.

Alemanha deveria priorizar as pessoas com base nos números de seus contatos sociais na vacinação contra o coronavírus. É o que defende o especialista em imunologia Michael Meyer-Hermann, do centro Helmholtz para Pesquisa de Infecções, da cidade de Braunschweig. Vacinar primeiro quem tem mais contato com outras pessoas “teria um efeito muito maior”, disse Meyer-Hermann ao jornal Tagesspiegel.

Meyer-Hermann aponta que o plano seguido pela Alemanha e pela maioria dos outros países de iniciar a vacinação pelos idosos e pessoas mais vulneráveis reduziu o número de mortes, mas não teve um impacto significativo na pandemia – em termos de aumento de casos – uma vez que essas pessoas tendem a ter menos contatos sociais.

Qual é a perspectiva da Alemanha na luta contra a Covid?

O imunologista também criticou o plano da Alemanha de reduzir as medidas de lockdown, especialmente porque as variantes mais contagiosas têm se espalhado cada vez mais pelo país.

Ele prevê que o número de casos “explodirá”, como aconteceu na Irlanda, Grã-Bretanha, Portugal e República Tcheca.

Gernot Marx, chefe da Associação Alemã de Terapia Intensiva (DIVI), disse, em entrevista ao grupo de mídia Funke, que, se a Alemanha conseguir aumentar significativamente seu programa de vacinação, “teremos derrotado a pandemia até o final de setembro”.

Ele aponta para dados de Israel, que mostram que quem já foi vacinado não pode mais infectar outras pessoas. Ainda assim, alerta que algumas medidas de higiene devem ser mantidas para que não se perca o progresso proporcionado pela vacina.

Como está a vacinação na Alemanha?

Atualmente, a Alemanha está vacinando o seu grupo de maior prioridade, que inclui pessoas com mais de 80 anos e profissionais de saúde da linha de frente. O segundo grupo a ser imunizado incluirá àqueles com 70 anos ou mais, bem como pessoas com problemas de saúde crônicos.

De acordo com o governo, na sexta-feira, 71 dias desde a prima aplicação da vacina, 4,9 milhões de pessoas haviam recebido ao menos uma dose do imunizante, das quais 2.4 milhões haviam recebido as duas doses.

O número de vacinas aplicadas por dia também aumentou para mais de 170.000 na quinta e na sexta-feira da semana passada. O aumento ocorre em meio às críticas com relação ao avanço lento da campanha de vacinação no país.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …