Jornal francês analisa foto de Lula e diz que amor e ternura são suas armas políticas

Ricardo Stuckert / Instituto Lula

O jornal francês La Croix desta quinta-feira (26) traz uma matéria sobre a foto divulgada pela namorada de Lula, Janja Lula Silva, no Twitter. Na imagem, que viralizou nas redes, o casal aparece abraçado sob o luar em uma praia do Ceará. Para o diário, o amor e a ternura são as armas políticas do candidato à presidência do PT em 2022.

“Por meio de uma foto que causou sensação nas redes sociais nesta semana, o ex-presidente brasileiro se apresenta viril, musculoso e jovial para enfrentar seu rival Jair Bolsonaro nas urnas do final de 2022″, diz La Croix.

Em meio a discussões calorosas sobre se a foto divulgada pela namorada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é política ou não, o jornal francês afirma que sim. A correspondente do La Croix em São Paulo, Marie Naudascher, entrevistou um especialista que analisa o registro “para além da ternura”.

“A semiótica desta imagem remete a um homem idoso, mas em grande forma, acompanhado por uma mulher mais jovem, enquanto as fotos de Bolsonaro mostram sempre um homem barrigudo e preguiçoso”, nota Paulo Ramirez, professor de Ciência Política da Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo.

Paz e amor

Em um momento em que o Brasil bate recordes de desemprego, pobreza e contaminação por Covid-19, “a política, pela primeira vez, provocou (um pouco de) sorrisos“, diz o jornal.

“Lula volta ao seu slogan de ‘Lula paz e amor‘ dos anos 2000, e no contexto obscuro em que vivemos, ele está jovial, apaixonado e pronto para a luta política”, analisa Paulo Ramirez, em entrevista ao La Croix.

Amor e ternura são temas que podem fazer sorrir, analisa o jornal, completando que Lula quer se apresentar como candidato da conciliação, tanto em relação aos círculos financeiros quanto aos militares que se distanciaram do atual presidente.

“Bolsonaro é sempre impetuoso, ataca as instituições, insulta a imprensa. Em contrapartida, Lula está calmo e pronto para o diálogo, defensor da democracia”, diz Paulo Ramirez.

“É uma foto irreverente, publicada apenas nas redes sociais, compartilhada no WhatsApp e não nos documentos oficiais do PT, é muito boa para uma pré-campanha”, saúda Gustavo Vidigal, doutorando em ciência política e próximo do PT, em entrevista ao La Croix.

Musculatura como argumento político

O ex-funcionário do Ministério da Cultura do governo Lula lembra que as campanhas políticas são exaustivas em um país continental como o Brasil: “Viajamos dois meses pelo país, pegamos ônibus e avião no mesmo dia, então mostrar que está em boa forma é essencial”.

Por fim, La Croix esclarece que a foto foi tirada durante uma recente turnê política “em seu Nordeste natal” e quase não foi veiculada pela grande imprensa brasileira. “Nem foram publicados seus dez dias de caravana nos estados do Nordeste: Lula já está fazendo alianças políticas com os governadores e a imprensa mal fala nisso”, observa Gustavo Vidigal.

Depois de passar 580 dias na prisão por suspeita de corrupção, a musculatura de quem governou o Brasil de 2002 a 2010 é, portanto, um argumento bastante político, conclui La Croix. Inocentado e elegível novamente, Lula tem 40% das intenções de voto contra 24% de Jair Bolsonaro, segundo pesquisa publicada em meados de agosto.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …