Juiz se recusa a arquivar processo por abuso sexual de menor contra Roman Polanski

Georges Biard / Wikimedia

O realizador polaco Roman Polanski (esq) em 2011, com a atriz Emmanuelle Seigner

O juiz Scott Gordon, de Los Angeles, se recusou a arquivar o processo que a Justiça norte-americana move contra o cineasta Roman Polanski por ter tido relações sexuais com uma menor de idade, ocorridas há 40 anos.

O caso data de 1977, quando o cineasta franco-polonês Roman Polanski, já consagrado, estava em Los Angeles, na Califórnia.

Na casa do ator e amigo Jack Nicholson, que estava ausente, Polanski conheceu Samantha Geimer, de 13 anos, que fazia uma sessão de fotos para a revista Vogue. Polanski, então com 44 anos, teria drogado e abusado sexualmente de Samantha.

No dia 11 de março de 1977, ainda na casa de Nicholson, Polanski foi detido pela polícia da Califórnia. Sua defesa negociou com os advogados da vítima, que queriam evitar mais desgastes emocionais para a menina.

Lily Laurent / Flickr

Roman Polanski com a actriz e modelo norte-americana Sharon Tate, com quem casou em 1968. Um ano mais tarde, Sharon foi assassinada pelo famigerado Charles Manson

No acordo, o cineasta confessou ter mantido relações sexuais com uma menor de idade. Em troca, a Justiça descartou outras acusações mais graves: como estupro e fornecimento de drogas a uma menor de idade.

Pelos termos do acordo, Polanski passou, inicialmente, 42 dias na prisão, fazendo exames psicológicos. Já em liberdade, foi informado por seus advogados de que o promotor do caso fazia pressão para que o processo fosse revisto. Polanski, provavelmente, seria condenado a prisão por décadas.

Assustado, o cineasta comprou uma passagem de ida para Londres, de onde viajou para Paris – à época, Polanski já tinha a nacionalidade francesa, o que lhe protege de um pedido de extradição da Justiça americana.

Em junho passado, Samantha Geimer, agora com 53 anos, pediu à Justiça que o caso fosse arquivado. Ela alegou que o interminável processo destruía a sua vida, que ela já havia perdoado Polanski, e que simplesmente queria acabar com o caso.

(dr) The Crawdad Hole

Samantha Geimer em 1977, alguns dias antes de ser violada por Roman Polanski

Não foi assim, porém, que o juiz Scott Gordon entendeu. “O acusado neste caso é um fugitivo que se recusa a obedecer as ordens do tribunal”, disse o juiz. “Sua conduta continua a ofender, e a amplificar o traumatismo da agressão sexual sofrida pela vítima”.

Roman Polanski, atualmente casado com a atriz Emmanuelle Seigner, com quem tem dois filhos, continuará sem poder viajar aos Estados Unidos, onde não pisa há 40 anos, sob pena de ser imediatamente preso.

O cineasta, aos 84 anos, evita também o Reino Unido e outros países que podem, sem hesitar, aceitar um pedido de extradição feito pelos norte-americanos.

// RFI / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Trump fecha acordo e sinaliza fim da "guerra fiscal" com a China

Na última quarta-feira, os Estados Unidos e a China firmaram um acordo que pode ser o primeiro passo para o fim da chamada “guerra comercial” entre as potências. O pacto, que foi anunciado em dezembro do …

YouTube vincula anúncios em vídeos controversos sobre mudanças climáticas

Uma notícia deixou algumas empresas anunciantes do YouTube surpresas. Segundo estudo feito pela Avaaz, a plataforma de vídeos da Google tem vinculado anúncios de grandes companhias em vídeos que têm como propósito desinformar as pessoas …

Premiê renuncia após Putin propor reformas constitucionais

Líder russo propõe pacote de mudanças com as quais, segundo críticos, poderia permanecer no poder após fim do mandato. Premiê Medvedev renuncia com todo o gabinete para "abrir espaço" às reformas. O presidente da Rússia, Vladimir …

Musculação: detonando o grande mito da nutrição para ganhar massa muscular

Dietas com alto teor de carboidratos costumam ser recomendadas como parte de protocolos de exercícios para melhorar a recuperação e aumentar o desempenho. No entanto, pesquisas recentes tem mostrado que os carboidratos talvez não ajudem …

Austrália: aviões jogam alimentos para animais sobreviventes dos incêndios

Os incêndios que ardem por toda a Austrália desde setembro do ano passado vem atingindo e ameaçando a vida dos animais locais não só diretamente – mais de 500 milhões de animais já morreram por …

"Democracia em Vertigem", de Petra Costa, é indicado ao Oscar

A Academia de Artes e Ciências cinematográficas anunciou nesta segunda-feira (13) os indicados ao Oscar. “Democracia em Vertigem”, da brasileira Petra Costa, foi indicado ao prêmio de melhor documentário. "Dois Papas", o filme de Fernando Meirelles …

Arquivos sobre OVNIs poderiam 'danificar seriamente' segurança dos EUA, segundo Marinha americana

Marinha dos EUA considera que abertura de arquivos sobre OVNIs poderia causar sérios danos à Segurança Nacional, enquanto reconhece existência de OVNIs. Enquanto conspiracionistas acreditam que as Forças Armadas americanas utilizam tecnologia alienígena para o desenvolvimento …

Crise do 737 Max faz Boeing registrar perda de produção recorde

Pela primeira vez em décadas, a Boeing terminou o ano com pedidos negativos de produção de aviões comerciais. No final de 2019, a gigante aeroespacial registrou cancelamentos de 87 unidades, o que significa mais baixas …

Temperatura dos oceanos bate recorde em 2019, diz estudo

Calor absorvido pelos mares nos últimos 25 anos equivale ao gerado por 3,6 bilhões de bombas como a de Hiroshima. Aquecimento disparou nas últimas décadas, o que, segundo cientistas, é "prova do aquecimento global". Em 2019, …

Homem é preso em Israel acusado de manter 50 mulheres e crianças como escravos

A polícia israelense prendeu esta semana em Jerusalém um homem acusado de ter mantido dezenas de mulheres e crianças em cativeiro. Essa é a segunda vez que esse judeu ortodoxo, que se apresentava como …