“Justiça Para Mara”: assassinato de jovem por motorista do Cabify gera revolta no México

(dr) Facebook

Mara Castilla, jovem de 19 anos assassinada no México por um motorista da Cabify

A morte de Mara Castilla, uma jovem de 19 anos assassinada por um motorista da plataforma de transporte Cabify, no México, enfureceu ainda mais os protestos contra um crime cada vez mais habitual no país: o feminicídio.

As estatísticas oficiais indicam que, por dia, sete mulheres são assassinadas no México. Mara Castilla, uma jovem de 19 anos, foi um dos mais recentes casos, escreve a BBC.

A mexicana tinha pedido um carro pela Cabify em Puebla, a sul da Cidade do México, depois de uma saída à noite com amigos. O veículo chegou minutos depois e a jovem avisou a irmã mais velha, com quem vivia, de que já estava a caminho de casa.

Quando acordou, a irmã Karen percebeu que Mara ainda não tinha chegado. Entrou então em contato com o motorista da Cabify responsável pela viagem, que respondeu que a tinha deixado a poucos metros de casa.

Porém, a irmã achou a conversa suspeita e decidiu denunciar o desaparecimento da irmã às autoridades. Rapidamente, o desaparecimento de Mara chegou às redes sociais, com centenas de internautas dando o alerta para quem tivesse visto a jovem.

A Procuradoria-Geral de Justiça do Estado de Puebla interrogou o motorista, identificado como Ricardo Alexis Díaz, que acabou detido depois da análise de vídeos das câmeras de segurança. O funcionário foi acusado de ter violado e estrangulado a jovem que, uma semana depois, foi encontrada em uma vala.

Entretanto, a plataforma de transportes Cabify anunciou que vai reforçar os seus protocolos de segurança e instalar um “botão de pânico” que esteja vinculado aos sistemas de emergência das autoridades policiais, escreve o El País.

Mara nasceu em Veracruz, no sudeste do México, mas há mais de um ano vivia em Puebla para estudar Ciências Políticas. Aos jornalistas, a mãe, Gabriela Miranda, disse que ela era muito alegre e que tinha muitos amigos, embora fosse tímida com desconhecidos.

“Uma menina com muitos sonhos, com tantos projetos de vida, sem inimigos”, recordou.

“Justicia Para Mara”

A morte da jovem foi a gota d’água para milhares de pessoas, sobretudo mulheres, que, no último domingo, decidiram realizar vários protestos em muitas cidades do país.

Foram entoadas várias palavras de ordem como, por exemplo, “Nos están matando”, “Vivas nos queremos”, “Ni una más” ou “Todas Somos Mara”. No Twitter, as hashtags #JusticiaparaMara e #NoFueTuCulpa foram parar aos trending topics.

O assassinato da jovem é mais uma prova de como, no México, ainda é difícil a tarefa de convencer as autoridades a cumprir a lei e investigar agressões contra mulheres, sobretudo quando a sociedade é também muito marcada por ideais machistas.

Prova disso é que, durante a marcha na Cidade do México, que começou no El Zócalo, principal praça da capital mexicana, simpatizantes do governador do Distrito Federal, Miguel Ángel Mancera, insultaram as mulheres que protestavam.

Dezenas de casos foram lembrados durante as manifestações. Um dos mais recentes foi o de Lesvy Berlín Osorio, jovem de 22 anos assassinada, em maio passado, no campus da Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM).

Inicialmente, o caso foi descrito como um “suicídio” pela Procuradoria-Geral de Justiça da Cidade do México (PGJCM) que chegou, inclusive, a compartilhar mensagens no Twitter para indicar um suposto vício e o abandono escolar da vítima.

No entanto, depois de uma série de protestos na internet, as autoridades decidiram investigar outros possíveis motivos para a morte de Lesvy. O namorado da vítima acabou preso, semanas depois, acusado de feminicídio.

Paradoxalmente, Mara foi uma das mulheres que, em maio, protestou pela morte de Lesvy. Meses depois, as manifestações seriam em sua memória.

Ciberia // BBC / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Robôs são maior ameaça à humanidade que mudança climática, segundo especialista

Especialista em inteligência artificial acredita que robôs podem ser hackeados por terroristas, além de outros problemas, tornando-os potencialmente perigosos para o homem. Se por um lado a tecnologia pode ajudar o homem em suas tarefas do …

Sem capacidade para reciclar, Malásia devolve lixo para países desenvolvidos

A Malásia devolveu 150 contêineres de lixo ilegal para seus países de origem. Entre eles estão os Estados Unidos, a França, o Reino Unido e o Canadá, anunciaram as autoridades nesta segunda-feira (20). Segundo …

Defesa de Trump diz que processo de impeachment é ilegal

Em primeira manifestação formal desde o início do julgamento do presidente, defesa acusa oposição democrata de tentar interferir nas eleições de 2020. Os advogados do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disseram neste sábado que o …

Cidade de interior de SP inicia tarifa zero no transporte público

Enquanto diversas capitais ao redor do país aumentam o valor das passagens no transporte público, algumas outras cidades pensam diferente. Se o transporte coletivo gratuito parece um sonho inalcançável e utópico, algumas administrações públicas buscam maneiras …

Quantos anos de vida saudável os ricos ganham em relação aos pobres?

Um novo estudo europeu e americano descobriu que os ricos possuem cerca de nove anos de vida saudável a mais do que os pobres. A pesquisa foi bastante abrangente – os cientistas analisaram dados de mais …

O país sul-americano que deve crescer 14 vezes mais que a China neste ano

A Guiana ganhou na loteria e está prestes a resgatar o prêmio. Seus vizinhos, especialmente a Venezuela, aguardam intrigados para saber em que ela vai gastar. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia …

Portugal supera marca histórica de 500 mil imigrantes residindo no país; brasileiros são a maioria

Portugal atingiu um número recorde de imigrantes vivendo no país. O anúncio foi feito pelo governo nesta quarta-feira (15), durante debate no Parlamento sobre o Orçamento de Estado para 2020. "Os dados preliminares levam a dizer …

Papa Francisco nomeia primeira mulher para cargo de alto escalão no Vaticano

Pela primeira vez, uma mulher ocupará um cargo de alto nível no Vaticano. O Papa Francisco nomeou Francesca Di Giovanni para a função de vice-ministra da Secretaria de Estado da Santa Sé, órgão equivalente ao …

Khamenei chama Trump de "palhaço" e exalta ataque a bases dos EUA

Em primeiro sermão desde 2012, líder supremo do Irã afirma que Trump finge apoio ao povo iraniano e pede união após dizer que queda de avião foi "acidente trágico". EUA admitem que militares ficaram feridos. O …

Uma desconhecida explosão de ondas gravitacionais foi detectada na Terra

Os detectores de ondas gravitacionais da Terra, os observatórios LIGO e Virgo, identificaram uma misteriosa “explosão” de ondas gravitacionais não prevista na última terça-feira, 14 de janeiro. As ondas gravitacionais detectadas até hoje foram resultado de …