Kennedy achava que Hitler sobreviveu à Segunda Guerra Mundial

Robert Knudsen / Wikimedia

O presidente John F. Kennedy fala ao país sobre o esforço espacial, em discurso na Rice University, em Houston, Texas (1962)

O presidente John F. Kennedy fala ao país sobre o esforço espacial, em discurso na Rice University, em Houston, Texas (1962)

À medida que o centenário do nascimento do presidente John F. Kennedy se aproxima, seu diário pessoal de 61 páginas a partir de 1945 está prestes a atingir o bloco de leilões. Uma passagem chocante revela que Kennedy acreditou que Adolf Hitler poderia ter sobrevivido após o fim da Segunda Guerra Mundial.

O diário do presidente norte-americano John F. Kennedy foi escrito numa época em que trabalhava como correspondente de guerra para as revistas Hearst. Ele mais tarde deu o livro a Deidre Henderson, que era sua assistente de pesquisa.

Segundo o jornal britânico The Independent, acredita-se ser o único diário do ex-presidente ainda em existência.

No próximo 26 de abril, o dia em que ele completaria seu centésimo aniversário, o diário irá a leilão. A RR Auction, de Boston, nos EUA, que está organizando a venda, espera conseguir US$ 200.000 para o artefato.

“Hitler tinha uma ambição ilimitada para o seu país que o tornava uma ameaça para a paz do mundo, mas tinha um mistério sobre ele na maneira como ele viveu e na maneira de sua morte que viverá e crescerá depois dele”, escreveu Kennedy depois de visitar os bunkers de Hitler em Berlim, e seu retiro no topo da montanha Eagle’s Nest, no verão de 1945, informou o Independent.

Depois de visitar o bunker onde Hitler supostamente cometeu suicídio, Kennedy estava cético acerca de sua morte.

A ideia de que Hitler terá encenado seu suicídio e fugido para a América do Sul não é nova. Segundo algumas testemunhas, Hitler foi enterrado no Paraguai. Mas segundo parece, o próprio John F. Kennedy faz parte das pessoas que acreditavam que Hitler poderá não ter morrido antes do fim da II Guerra Mundial.

“A sala onde Hitler deveria ter encontrado a sua morte mostrou paredes chamuscadas e vestígios de fogo”, escreveu ele. “Não há evidência completa, entretanto, que o corpo encontrado era o corpo de Hitler.”

Quando questionado sobre a entrada, a casa de leilões negou que Kennedy admirou Hitler, e exortou os leitores a não levar sua escrita fora de contexto.

Não há glorificação, e eu não tiraria isso do contexto“, disse Bobby Livingston, vice-presidente executivo de leilão RR, ao Independent. “Acho que Kennedy foi um historiador e ele está escrevendo sua compreensão do lugar de Hitler na história.”

Henderson também compartilhou sua crença de que Kennedy não estava glorificando os nazistas ou Hitler. “Quando JFK disse que Hitler ‘tinha o material do qual as lendas são feitas’, ele estava falando do mistério que o rodeia, não do mal que ele demonstrou ao mundo”, Henderson disse à People Magazine.

“Em nenhum lugar neste diário, ou em qualquer de seus escritos, há alguma indicação de simpatia por crimes ou causas nazistas “, concluiu Henderson.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Metrô de Paris ficará em greve até segunda-feira contra reforma da Previdência

A greve dos metroviários de Paris contra o projeto de reforma da Previdência francesa foi prorrogada até segunda-feira (9). Nas assembleias-gerais realizadas pela categoria na manhã de quinta-feira (5), primeiro dia da paralisação, quase todos os …

"Operação Maleta Verde", o escândalo que atinge governo e oposição na Venezuela

Com semblante mais sério que de costume, Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela pelos Estados Unidos, pelo parlamento da União Europeia e por vários países da América Latina, dirigiu-se a jornalistas reunidos em …

Sarampo causou mais de 140 mil mortes em 2018

De acordo com OMS, maioria das vítimas tinha menos de cinco anos de idade e não havia sido vacinada. No ano passado, foram registrados quase 10 milhões de casos da doença no mundo. O sarampo causou …

O que contribuiu em peso para o 'colapso maia'?

Pesquisas recentes reforçam a teoria de que o colapso de muitas das grandes cidades maias mesoamericanas estava relacionado a períodos prolongados de seca, alguns de até 200 anos. Nayelli Jiménez Cano, pesquisadora do Laboratório de Zooarqueologia …

Com 39% da população abaixo da linha da pobreza, Ruanda patrocina PSG e causa polêmica

O time de futebolParis Saint-Germain (PSG) divulgou nesta quarta-feira (4), uma parceria de três anos com o governo de Ruanda, sem especificar o valor. Em maio de 2018, o país africano já havia assinado um acordo …

Os pássaros estão encolhendo, e você nunca vai adivinhar por quê

De acordo com um novo estudo americano, devido a mudança climática, os pássaros estão encolhendo em tamanho, embora a envergadura de suas asas esteja ficando maior. “Descobrimos que quase todas as espécies estavam ficando menores. As …

Navio de combate alemão da 1ª Guerra Mundial é encontrado nas Malvinas

Um cruzador alemão, afundado pelos britânicos durante a Primeira Guerra Mundial em 8 de dezembro de 1914, foi achado perto da costa das ilhas Malvinas. Trata-se do SMS Scharnhorst, principal navio da esquadra do almirante Maximilian …

Impeachment de Trump avança nos EUA: entenda o caso em poucas palavras

Você já deve ter ouvido falar que a reação a um polêmico telefonema com um líder estrangeiro ameaça o futuro da Presidência de Donald Trump. O presidente americano enfrenta um inquérito de impeachment sob a acusação …

Twitter vai ser mais rígido com conteúdo adulto na internet e preocupa criadores

Desde o ano passado tem sido mais difícil para os criadores de páginas com o perfil NSFW (Not Safe for Work ou não seguro para ver no trabalho — impróprio, em tradução livre) ter seus …

Otan tenta exibir união, enquanto líderes são flagrados falando de Trump

Chefes de Estado e de Governo de 29 países participaram nesta quarta-feira (4) do segundo dia da cúpula de aniversário de 70 anos da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), em Watford, nos arredores …