Laboratório chinês nega ser responsável pela epidemia do coronavírus

Simone Venezia / EPA

O diretor do laboratório da cidade chinesa de Wuhan negou categoricamente neste domingo as acusações de ter sido a fonte do novo coronavírus.

A China, primeiro país a identificar a transmissão do vírus, tem sido cada vez mais questionada por outros países sobre a maneira como administrou o início da pandemia e a transparência nas informações divulgadas ao mundo.

Cientistas chineses afirmaram que o vírus provavelmente foi transmitido de um animal para os humanos em um mercado que vendia animais silvestres. No entanto, o governo dos Estados Unidos afirmou nesta semana investigar se o vírus teve origem em um instituto de virologia chinês que possui um laboratório de biossegurança.

Algumas das teorias difundidas na internet afirmam que o vírus se propagou a partir do Instituto de Virologia de Wuhan, de um laboratório P4 equipado para administrar vírus com altíssimo potencial de contágio de pessoa para pessoa.

É impossível que este vírus venha de nós“, afirmou em uma entrevista à imprensa estatal Yuan Zhiming, diretor do laboratório de Wuhan. Nenhum funcionário foi infectado, declarou ao canal CGTN.

O instituto já rebateu as teorias em fevereiro e afirmou que compartilhou informações sobre o patógeno com a OMS (Organização Mundial da Saúde) no início de janeiro.

EUA reacenderam a desconfiança

Durante a última semana, novos rumores ganharam força nos Estados Unidos. O secretário de Estado Mike Pompeo afirmou, em entrevista ao canal Fox News, que funcionários do governo norte-americano fazem uma “investigação completa” sobre como o vírus se propagou pelo mundo.

De acordo com o jornal Washington Post, a embaixada dos Estados Unidos em Pequim alertou o governo norte-americano em 2018 de que as medidas de segurança tomadas pelo laboratório, que estudava o coronavírus em morcegos, seriam insuficientes.

Como o laboratório P4 fica em Wuhan, “as pessoas não conseguem evitar fazer associações”, lamentou Yuan, antes de acusar alguns meios de comunicação de “tentar deliberadamente enganar as pessoas com informações completamente baseadas em especulações, sem provas”.

Após as autoridades de Wuhan tentaram inicialmente acobertar o surto, há cada vez mais dúvidas sobre a fiabilidade das informações divulgadas. Na última semana, as autoridades da cidade admitiram erros no registro de mortes e aumentaram o balanço de vítimas fatais em 50%.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Calheiros anuncia nome das 14 pessoas que passaram de testemunhas a investigados na CPI da Covid

Segundo senador, é preciso mudar o "patamar" da investigação pois já há provas e indícios concretos contra as pessoas inseridas na lista, que agora será encaminhada ao presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM). Nesta sexta-feira (18), …

Turistas “madrugam” para visitar Disneyland Paris, que reabre após oito meses por causa da pandemia

Depois de oito meses de portas fechadas, o parque Disneyland Paris reabriu para o público nesta quinta-feira (17). A atração, um dos principais destinos turísticos da Europa, volta a funcionar, mas mantém medidas sanitárias …

Cientistas desvendam mistério de 'apagamento' de estrela gigante Betelgeuse

Astrônomos dizem que solucionaram o mistério sobre por que uma das mais conhecidas estrelas que iluminava o céu à noite começou a perder o brilho há cerca de um ano. Betelgeuse, uma supergigante vermelha da …

Portugal isola Lisboa para conter disseminação de variante

Em meio a alta de casos e difusão da variante delta do coronavírus, detectada inicialmente na Índia, governo português restringe circulação para dentro e para fora da região metropolitana da capital no fim de semana. Em …

Astrônomos descobrem as maiores estruturas giratórias conhecidas no universo

Tentáculos de galáxias com centenas de milhões de anos-luz de comprimento podem ser os maiores objetos giratórios do universo, um novo estudo descobriu. Corpos celestes muitas vezes giram, planetas, estrelas e galáxias. No entanto, aglomerados gigantes …

Facebook implementa software de IA capaz de detectar fotos e vídeos falsos

Os deepfakes são arquivos de mídia, incluindo fotos, vídeos e áudio, editados através de inteligência artificial (IA), que fornecem alto realismo e muitas vezes causam confusão após serem compartilhados nas redes sociais. Na quarta-feira (16), os …

China envia três astronautas para sua estação espacial

Grupo deverá ficar três meses no espaço e colocar em funcionamento o módulo central da estação espacial Tiangong. China não participa da ISS por decisão dos EUA. A primeira missão tripulada enviada pela China para a …

Putin “não quer Guerra Fria com EUA”, diz Biden após encontro com presidente russo

Os presidentes dos Estados Unidos, Joe Biden, e da Rússia, Vladimir Putin, participaram nesta quarta-feira (16) de uma esperada reunião bilateral. O encontro realizado em Genebra acontece em um contexto de forte tensão entre …

Variante lambda do coronavírus: o que se sabe sobre mutação que se espalha pela América do Sul e preocupa OMS

Os vírus usam técnicas diferentes para continuar infectando as pessoas. E o caso da covid-19 não é exceção. As versões atuais da doença estão se espalhando muito mais facilmente do que a original, que surgiu na …

Embaixadores da Rússia e dos EUA "regressam ao trabalho", diz Putin após cúpula com Biden

A Rússia e os EUA acordaram o regresso de seus embaixadores, informou Vladimir Putin. Vladimir Putin, presidente da Rússia, disse, após conversas com seu homólogo americano Joe Biden, que os embaixadores russo e norte-americano voltam …