Lava Jato vira atração turística em Curitiba

Uma prisão, um quadro de Joan Miró confiscado e o local de trabalho do juiz Sergio Moro são alguns dos pontos incluídos em um tour pela cidade de Curitiba, que mostra os lugares mais ilustres da Operação Lava Jato para os turistas interessados na investigação.

Com uma duração de aproximadamente quatro horas, o passeio explica com um guia instruído para a ocasião como ocorreram os milionários desvios da Petrobras, pelos quais já foram presas dezenas de executivos e políticos.

“A ideia surgiu a partir da demanda dos próprios turistas que atendemos. Queriam conhecer um pouco sobre onde trabalhava o juiz Sérgio Moro e entender o caso”, comentou Bibiana Antoniacomi, proprietária e diretora da empresa de turismo receptivo e organização de eventos Special Paraná.

O percurso passa pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), onde Moro dá aulas desde 2007, assim como pela 13ª vara da Justiça Federal de Curitiba, onde trabalha.

“Há muito interesse no trabalho do juiz Moro, é a figura mais conhecida, e durante o passeio explicamos o papel que tem cada um dos órgãos” envolvidos no processo, explicou Bibiana sobre o tour que em maio completará o primeiro aniversário de existência.

Também não são deixados de lado o Ministério Público Federal (MPF), sede de trabalho dos funcionários que trabalham na Lava Jato, ou a delegacia da Polícia Federal, onde são iniciadas as investigações e presos de maneira preventiva os acusados.

O prato forte vem com a visita externa ao Complexo Médico-Penal, onde estão presos alguns investigados e já julgados por envolvimento no esquema de corrupção. Dentro das instalações estão, entre outros, o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, o ex-diretor da área Internacional da Petrobras Jorge Zelada, e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

“Os corruptos, pouco a pouco, estão deixando de ser intocáveis”, opinou Bibiana.

A cereja do bolo é uma parada opcional no Museu Oscar Niemeyer, “onde há uma exposição com obras que foram confiscadas durante a operação”, disse a empresária.

A mostra exibe 26 das 600 obras que foram recuperadas ao longo desses três anos pela Lava Jato, entre as quais se destaca um quadro do pintor espanhol Joan Miró e outro de Vik Muniz.

Diante das constantes novidades no caso, a empresa deve adaptar o tour “na medida em que o processo vá mudando” e segundo “as necessidades dos clientes” porque, segundo Bibiana, “ainda restam muitas peças pendentes” na investigação.

Perguntada sobre a idoneidade de oferecer este tipo de passeio sob o risco de projetar uma imagem negativa do país, a diretora da empresa considerou que a intenção é completamente oposta.

“É uma oportunidade que o Brasil tem de esclarecer as coisas. Não vejo como pode ser polêmico, vejo um tour que traz esperança, no qual as pessoas observam que as instituições funcionam e trabalham independentemente de quem estiver no governo”, acrescentou.

A Agência Efe tentou entrar em contato com a Prefeitura de Curitiba para saber a opinião do governo, mas a resposta foi recusada.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo revela por que formigas são excepcionalmente fortes

Neste trabalho, os pesquisadores conseguiram obter imagens detalhadas do que ocorre no tórax de uma formiga, tirando raios-X e criando modelos 3D para analisar os músculos e o esqueleto interno. Pesquisadores de universidades do Japão e …

Hackers russos são acusados de planejarem ataques contra as Olímpiadas do Japão

Hackers russos estariam planejando uma nova onda de ataques contra a organização das Olímpiadas de 2020, que aconteceriam neste ano, no Japão, e foram transferidas para 2021 devido à pandemia do novo coronavírus. Mais uma …

Pais de 545 crianças separadas na fronteira dos EUA não foram localizados

Famílias foram separadas como parte da política anti-imigração de Trump a partir de 2017. Muitos dos pais podem ter sido deportados sem os filhos. Os pais de 545 crianças migrantes que foram separadas deles nos Estados …

ONG Repórteres Sem Fronteiras denuncia deterioração da liberdade de imprensa no Brasil

Um novo relatório publicado nesta terça-feira (20) pela ONG Repórteres sem Fronteiras (RSF) denuncia o aumento de ameaças a jornalistas e veículos de comunicação no Brasil em 2020. Para a organização civil, sediada em …

Empreendedor mineiro cria vassoura mágica que também é meio de transporte

A sensação de voar em uma vassoura mágica se tornou possível em Belo Horizonte, Minas Gerais, pelas mãos do empreendedor Alexandre Russo, de 28 anos. Fundador da empresa Nuvem Vassouras, o mineiro criou a “Real Flying …

Bebês ingerem 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia, diz estudo

Um bebê de 12 meses ingere, em média, mais de 1,5 milhão de partículas de microplástico por dia que são liberadas da mamadeira, revelou um estudo divulgado nesta segunda-feira (19/10). O impacto destas micropartículas para …

Aumento na densidade do espaço fora do sistema solar é descoberto pela sonda espacial Voyager

Em novembro de 2018, após uma viagem épica de 41 anos, a Voyager 2 finalmente cruzou a fronteira que marcava o limite da influência do Sol e entrou no espaço interestelar. Mas a missão da …

Polícia Federal faz operação de busca e apreensão na 77ª fase da Lava Jato

São sete mandatos no Rio de Janeiro e em Niterói contra suspeita de propina na Petrobras envolvendo pouco mais de três bilhões de litros de combustíveis. Por determinação da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), a …

Suspeitos de COVID-19 podem ter dados compartilhados com a polícia na Inglaterra

  As informações pessoais de suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem ser utilizadas pela polícia da Inglaterra para garantir que eles não quebrem o isolamento. De acordo com as informações oficiais, as autoridades poderão ter …

Jejum intermitente funciona? Este estudo indica que não

Um estudo recém publicado na revista médica “Jama Internal Medicine” mostra que a prática conhecida como jejum intermitente não traz benefícios para o corpo e, ainda, não promove perda de peso de fato. A pesquisa, …