Londres anuncia 7 mortes entre as 18 milhões de doses aplicadas da vacina de Oxford/AstraZeneca

A Agência Britânica de Medicamentos (MHRA) informou neste sábado que sete pessoas que receberam a vacina de Oxford/AstraZeneca contra o coronavírus morreram após desenvolverem coágulos sanguíneos. Até o momento, 30 casos com este efeito colateral foram identificados no Reino Unido, entre as mais de 18,1 doses do imunizante já aplicadas no país.

Os dados referem-se às vacinações ocorridas até 24 de março. A agência reguladora indica que, até esta data, recebeu a notificação de 22 casos de trombose venosa cerebral e oito casos de trombose associada a um déficit de plaquetas no sangue.

“Nossos estudos aprofundados sobre essas notificações continuam”, afirmou a diretora da MHRA, June Raine, em um comunicado enviado à agência de notícias AFP. Ela acrescentou que nenhum caso similar foi registrado entre os britânicos que receberam o imunizante da Pfizer/BioNTech, também administrada no país.

“As vantagens da vacina da AstraZeneca para prevenir infecções de Covid-19 e suas complicações permanecem amplamente superiores aos riscos. O público deveria continuar a receber a vacina quando é convidado a fazê-lo”, ressaltou a diretora.

Campanha de vacinação entre as mais avançadas do mundo

Na quinta-feira, a agência já havia publicado um comunicado sobre os efeitos colaterais das vacinas utilizadas no Reino Unido, no qual apontava que “o risco de ter esse tipo de coágulo sanguíneo é muito fraco”.

“O número e a natureza dos efeitos indesejáveis assinalados até agora não são incomuns, comparados a outros tipos de vacinas correntes”, disse Raine.

O Reino Unido realiza uma das campanhas de vacinação contra a Covid-19 mais avançadas do mundo, com mais de 31,3 milhões de primeiras doses administradas e quase 5 milhões de pessoas completamente imunizadas.

Negligente no começo da pandemia, o país é também o que registra o maior número de mortos na Europa, com quase 127 mil vítimas.

Uso com limitações

A vacina da AstraZeneca, desenvolvida com a Universidade de Oxford, é alvo de suspeitas em diversos países depois da aparição de casos graves de coágulos sanguíneos. Alguns países suspenderam a utilização do imunizante, mas a maioria retomou o seu uso a partir de uma certa idade, depois de análises aprofundadas sobre os riscos.

A Holanda foi o último a anunciar que suspenderia a aplicação das doses no público abaixo de 60 anos, nesta sexta-feira (2), depois de uma decisão similar adotada pela Alemanha.

Canadá e França optaram por não vacinar os menores de 55 anos com o produto, enquanto Suécia e Finlândia utilizarão a vacina nas pessoas com idade superior a 65 anos.

Em meados de março, a Agência Europeia de Medicamentos considerou a vacina “segura e eficaz”, e que “não está associada” a um risco mais elevado de trombose. Na última quarta-feira, o órgão regulador especificou não ter identificado nenhum fator de risco ligado à idade, o sexo ou antecedentes médicos.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ferido em tiroteio, Presidente do Chade morre depois de 30 anos no poder

O Presidente do Chade, Idriss Déby Itno, no poder há 30 anos, morreu nesta terça-feira (20) em decorrência de ferimentos que sofreu no fim de semana, quando comandava uma operação do Exército no combate …

O que acontece com as doses das vacinas AstraZeneca e Janssen que países europeus decidiram não usar?

Enquanto alguns países lutam para obter mais vacinas, outros se perguntam o que fazer com as doses que encomendaram, mas não usarão mais por causa de preocupações com sua segurança. Vários países restringiram o uso das …

Flávio Bolsonaro trabalha com nome favorito para indicação ao STF, diz jornal

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, é o nome preferido de Flávio Bolsonaro para ser o próximo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com a jornalista Bela Megale, do jornal …

Greta Thunberg doa 100 mil euros a consórcio de vacinas

A ativista do clima sueca Greta Thunberg anunciou nesta segunda-feira (19/04) que a fundação que leva seu nome doará 100 mil euros ao consórcio Covax Facility, um programa apoiado pelas Nações Unidas que visa um …

Nasa faz história com primeiro voo de helicóptero direto de Marte

A Agência Espacial dos EUA (NASA) conseguiu executar o primeiro vôo do helicóptero Ingenuity, um pequeno robôzinho voador que vai pairar pela atmosfera de Marte. A máquina conseguiu levantar aos ares do planeta vermelho nessa segunda-feira …

NASA lança telescópio para captar partículas da borda do Sistema Solar

Todo o Sistema Solar está à deriva em um aglomerado de nuvens, uma área limpa por antigas explosões de supernovas. Os astrônomos chamam essa região de Bolha Local. Uma nova missão da agência espacial norte-americana NASA …

Depressão pode ser diagnosticada com um simples exame de sangue

Um exame recém-desenvolvido que monitora biomarcadores sanguíneos ligados a distúrbios de humor poderia levar a novos métodos de diagnosticar e tratar a depressão e o transtorno bipolar, com um simples exame de sangue. Embora a depressão …

EUA aplicaram vacina contra covid-19 em mais da metade dos adultos

Governo americano afirma que quase 130 milhões de pessoas com mais de 18 anos receberam pelo menos uma dose do imunizante contra o coronavírus no país. Mais da metade de toda a população adulta dos Estados …

Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas

O avanço da variante P.1, descoberta em Manaus em janeiro, levou a cidade de São Paulo a mudar sua orientação para todos aqueles que forem infectados por coronavírus. Agora, eles devem procurar uma unidade de …

Nepal vê população de rinocerontes aumentar com queda de turismo por pandemia

O Nepal está vendo um crescimento em sua população de rinocerontes. O país abriga boa parte dos dos rinos com um chifre só e eles estão ameaçados de extinção. O país observou que, durante a pandemia …