Macron nomeia conservador Édouard Philippe como primeiro-ministro da França

O presidente da França, Emmanuel Macron, nomeou nesta segunda-feira (15) Édouard Philippe, que até agora era deputado na Assembleia Nacional pelo partido conservador Os Republicanos e prefeito da cidade portuária de Le Havre (norte), como o novo primeiro-ministro do país.

O secretário-geral do Palácio do Eliseu, Alexis Kohler, foi o encarregado de anunciar que Macron tinha escolhido Philippe, e que “o encarregou de formar o novo governo”, que espera-se que seja apresentado amanhã mesmo, antes da realização do primeiro Conselho de Ministros, na quarta-feira (17).

O anúncio aconteceu pouco antes de o chefe de Estado francês deixar o Palácio do Eliseu com destino a Berlim, onde tem uma reunião às 17h30 locais (12h30 em Brasília) com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, para falar do relançamento do projeto europeu.

A efetivação do novo chefe de governo deverá ser formalizada hoje mesmo, pois o premiê em fim de mandato, o socialista Bernard Cazeneuve, já havia preparado o palanque para a cerimônia de transferência de poderes desde o início da manhã em sua residência oficial no Hotel de Matignon.

Philippe não é apenas integrante do partido Os Republicanos, mas foi, durante anos, um dos colaboradores mais próximos do ex-primeiro-ministro Alain Juppé e o apoiou na campanha para as primárias da direita em novembro, quando ele foi derrotado por François Fillon.

Em uma primeira reação, Juppé disse à imprensa que Philippe “é um homem de grande qualidade para a difícil missão que lhe encarregou o presidente” e “um deputado que conhece bem os segredos da vida parlamentar“.

Seu principal desafio será colocar em prática as prioridades do chefe de Estado, sabendo que, para isso, terá que conseguir uma maioria parlamentar nas eleições legislativas de junho.

Ao término do primeiro turno das eleições presidenciais, quando se soube que Macron enfrentaria a candidata da extrema direita Marine Le Pen, Philippe disse que, uma vez no poder, o atual chefe do Estado “teria que optar pela transgressão”.

Em um artigo publicado no jornal francês Libération em 3 de maio, Philippe considerou que seria necessário “deixar a dualidade antiga, cultural, institucionalizada e confortável da oposição entre direita e esquerda para constituir uma maioria de um novo tipo“, mas também advertiu que o “sistema” traria dificuldades.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Companhia aérea adota copos comestíveis para substituir descartáveis

A redução do uso de plástico como medida de combate à poluição é necessidade urgente e, ainda que cada um de nós seja parte desse destrutivo consumo, é sabido que a diferença se dá de …

Senado votará pacote anticrime nesta quarta-feira, diz Alcolumbre

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que vai pautar para esta quarta-feira (11) a votação do pacote anticrime. O projeto foi aprovado na semana passada pela Câmara dos Deputados e passou nesta terça-feira (10) …

Vacina contra gastroenterite pode ser eficaz contra câncer, mostra pesquisa

O estudo, realizado por um grupo de cientistas franceses do Centro de Pesquisa em Cancerologia de Lyon, mostrou que a vacina usada para prevenir a gastroenterite em crianças pode provocar a morte de células cancerígenas …

Famosa na internet, a falecida gata Lil Bub terá suas cinzas enviadas ao espaço

Visitar pessoalmente o espaço sideral é uma oportunidade que pouquíssimas pessoas têm em vida, mas enviar suas cinzas ao espaço pode se tornar uma nova forma de passar a eternidade entre as estrelas. E, assim …

Câmara dos EUA formaliza acusações contra Trump

Democratas dizem ter provas suficientes para acusar o presidente americano de abuso de poder e obstrução do Congresso. Votação sobre o impeachment no plenário da Câmara deve ocorrer na próxima semana. Congressistas democratas na Câmara dos …

Cientistas criam pele artificial que é flexível se cura como a de verdade

Cientistas da Universidade Nacional da Austrália criaram um hidrogel que funciona como a pele de verdade, com a mesma força e durabilidade. “Com a química especial que desenvolvemos no hidrogel, ele pode se reparar após ser …

Putin e Zelenski anunciam cessar-fogo na Ucrânia

Em cúpula em Paris, presidentes concordam em retomar processo de paz e prometem troca de todos os prisioneiros até o fim deste ano. Apesar de avanços, divergências sobre eleições em regiões separatistas permanecem. Os presidentes ucraniano, …

Aung San Suu Kyi vai defender Mianmar na ONU de acusações de genocídio

A prêmio Nobel da Paz defenderá seu país das acusações de genocídio da minoria muçulmana rohingya no tribunal internacional da ONU, em Haia. A Corte Penal Internacional (CPI) autorizou em novembro que Mianmar, antiga Birmânia, seja …

Em meio a "emergência climática", UE aposta em Acordo Verde

Com a UE prestes a fracassar em suas metas de redução de CO2 até 2030, todos os olhos se voltam para os planos de longo prazo da Comissão Europeia para combater a mudança climática. A nova …

Kim Jong-un "tem tudo a perder" se agir de maneira hostil, diz Trump

O presidente americano Donald Trump também disse neste domingo (8) que a Coreia do Norte tem potencial econômico, mas deve manter "boas relações" com os Estados Unidos. A mensagem de Trump foi publicada no Twitter …