Macron com ‘vitória arrasadora’ em eleição legislativa na França

Ville de Nevers / Flickr

Emmanuel Macron, novo presidente da França

Emmanuel Macron, novo presidente da França

O partido de centro do presidente da França, Emmanuel Macron, está a caminho de uma vitória arrasadora nas eleições legislativas do país, após o primeiro turno do pleito neste domingo.

Projeções apontam que o República em Marcha, LRM, partido recém-criado por Macron, e seu aliado MoDem deverão conquistar 445 das 577 cadeiras na Assembleia Nacional. O resultado final será conhecido no próximo domingo, no segundo turno da votação.

O partido de Macron foi criado no ano passado, com muitos nomes da sociedade civil e de fora da política tradicional. O próprio presidente nunca havia disputado eleição antes de conquistar a Presidência, e construiu sua plataforma política com forte apelo à renovação.

Com todas as urnas apuradas, o LRM e o MoDem alcançaram 32,3% dos votos.

Os Republicanos, direita conservadora francesa, ficaram com menos de 16%, enquanto o anterior partido no poder, o Partido Socialista, ficou com apenas 7,4%. A Frente Nacional, de extrema direita, ficou com 13,2% e o França Insubmissa, de extrema esquerda, com 11%.

O comparecimento às urnas, de 48,7% (o voto não é obrigatório na França), ficou abaixo do índice do primeiro turno do pleito legislativo de 2012, de 57,2%. Analistas atribuíram o fato a um possível desânimo entre oponentes de Macron.

Para Hugh Schofield, correspondente da BBC em Paris, não há dúvidas do feito “extraordinário” obtido por Macron. “Sim, ele teve sorte, mas também previu com destreza – com os movimentos certos na hora certa – como o mapa da política francesa estava esperando para ser redesenhado”, afirmou.

Se as projeções se confirmarem, a mudança na Assembleia Nacional será a maior desde 1958, quando Charles de Gaulle instituiu a Quinta República francesa.

Para analistas, além de pegar carona no desejo da sociedade francesa por renovação política, Macron soube construir rapidamente a imagem de presidente, dentro e fora da França, apesar da inexperiência e de ter apenas 39 anos.

Durante a campanha, ele prometera “reabilitar” a função presidencial, desgastada após os mandatos do socialista François Hollande (2012-2017) e do conservador Nicolas Sarkozy (2007-2012).

Ele já deixou uma marca no plano internacional, sobretudo por ter se oposto ao presidente americano, Donald Trump, em temas como mudanças climáticas.

O provável sucesso no primeiro teste de Macron após a chegada ao Palácio do Eliseu também tem a ver com a habilidade política que ele demonstrou ao compor seu governo, apontam especialistas.

Macron, de 39 anos, derrotou a líder da Frante Nacional, Marine Le Pen, no segundo turno da eleição presidencial, no mês passado. Le Pen associou a performance ruim de seu partido ao baixo comparecimento às urnas e cobrou mudanças no sistema eleitoral da França, que para ela favorece as grandes siglas.

“Essa taxa de abstenção catastrófica deveria chamar a atenção para regras eleitorais que afastam milhões de compatriotas das urnas”, afirmou.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …