Manuscrito de 600 anos pode ser decifrado com a ajuda da inteligência artificial

Desde sua descoberta, há mais de 100 anos, o manuscrito Voynich, de 240 páginas, preenchido com linguagem aparentemente codificada, confundiu linguistas e criptógrafos. Mas agora a Inteligência Artificial poderia ser a chave para decifrar este misterioso documento da Idade Média.

O manuscrito Voynich está escrito em uma língua desconhecida, uma linguagem aparentemente codificada, e o conteúdo e o significado continuam um enigma que os especialistas, embora tenham estudado durante os últimos anos, não conseguiram decifrar.

Este códice do século XV, uma homenagem ao comerciante de livros usados Wilfrid Voynich, é um livro pequeno, com uma capa frágil, com 240 páginas que incluem desenhos que parecem visões alucinógenas, plantas estranhas, símbolos astrológicos, criaturas em forma de medusas e o que parece ser uma lagosta.

Embora tenha sido estudado durante décadas, nunca ninguém conseguiu decifrá-lo. Mas, o que para muitos continua um mistério, para Greg Kondrak, especialista em processamento de linguagem natural da Universidade de Alberta, nada mais é do que um verdadeiro desafio para a Inteligência Artificial.

Segundo o Gizmodo, em parceria com Bradley Hauer, um estudante de pós-graduação, conseguiram dar um grande passo ao descobrirem que o texto está escrito no que parece ser a língua hebraica, com letras dispostas em um padrão fixo. O significado do manuscrito, porém, anda não foi analisado.

Eles decidiram, então, aplicar a Inteligência Artificial e traduzir a Declaração Universal dos Direitos Humanos, escrita em 380 idiomas diferentes, em busca de padrões. Depois, elaboraram um sofisticado algoritmo estatístico que conseguiu determinar a tradução com uma probabilidade muito alta de 97%.

O algoritmo sugeriu que o idioma do manuscrito Voynich era hebraico codificado. A análise revelou que no texto do manuscrito as consoantes foram reordenadas, enquanto as vogais foram omitidas por completo. “Isto é surpreendente”, disse Kondrak. “E dizer que está escrito em hebraico é o primeiro passo. O próximo é decifrá-lo.”

No passo seguinte, os pesquisadores decidiram partir de uma hipótese proposta por cientistas anteriores: a de que o teto foi substituído por um anagrama ordenado alfabeticamente. Isto é, segundo essa hipótese, a palavra “ZAP” iria aparecer escrita como “APZ”, de acordo com a ordem do alfabeto.

Partindo do pressuposto de que o texto está codificado em hebraico, os pesquisadores desenvolveram um algoritmo que poderia fazer esses anagramas criarem palavras hebraicas. “Mais de 80% das palavras estavam escritas em um dicionário hebreu, mas não sabíamos se faziam sentido juntas”, contou Kondrak.

Por fim, Kondrak e Hauer decidiram traduzir a primeira frase do manuscrito Voynich, com a ajuda de Moshe Koppel, um cientista da computação, falante nativo de hebraico.

Ela fez recomendações ao padre, ao dono da casa, a mim e às pessoas“, escreveram os pesquisadores no estudo publicado na semana passada nas Transactions of the Association of Computational Linguistics.

Embora não tenham decifrado o manuscrito, Kondrak e Hauer conseguiram desmistificá-lo, decifrando o idioma (hebraico) e o esquema de codificação em que as letras ficam dispostas segundo a ordem do alfabeto.

A descoberta abre as portas à aplicação deste algoritmo a outros códices antigos, destacando o potencial da Inteligência Artificial para resolver problemas que os humanos ainda tentam solucionar há décadas.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

O primeiro ‘autor’ do mundo era uma mulher

Enheduanna viveu no século 23 antes da nossa era na Mesopotâmia. Princesa, sacerdotisa e poeta, ela pode se orgulhar de ter sido a primeira autora do mundo a ter seu nome conhecido em uma época …

Maduro envia carta ao povo dos EUA pedindo "cessação das sanções"

Nicolás Maduro enviou uma carta ao povo dos Estados Unidos expressando uma mensagem de solidariedade e paz, e pedindo fim das ameaças militares e das sanções contra Venezuela. No documento, o chefe de Estado venezuelano exprime …

Governo dos EUA alerta população para novo "11 de Setembro" devido à covid-19

Chefe da Saúde Pública do país prevê que próxima semana será "a mais difícil e mais triste da vida da maioria dos americanos". Ele compara repercussão a dois dos maiores traumas da história dos Estados …

Quarentena em todo o mundo deixou a crosta terrestre mais "silenciosa"

As medidas de isolamento social adotadas para conter o novo coronavírus (SARS-CoV-2) estão deixando a Terra mais silenciosa - ao menos para os “ouvidos” sensíveis dos sismógrafos. É que as atividades humanas, tais como a circulação …

IA sincronizada com música cria rostos falsos, o resultado pode se aterrorizante

As pessoas ainda aprendem a melhor forma de empregar as redes neurais artificiais, aprendizado de máquina e avanços em inteligência artificial. Entre as pesquisas práticas há a busca por empregar essas técnicas de forma a …

Coronavírus: 92% das mães nas favelas dizem que faltará comida após um mês de isolamento

"Muitas pessoas entraram na linha de pobreza da noite para o dia. O casal que trabalhava no shopping na semana retrasada, que recebia por semana, fez a compra da semana passada e nesta semana já …

Dois anos após mortes de Marielle e Anderson, Anistia Internacional cobra identificação de mandantes

Dois anos após os assassinatos da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes, em 14 de março de 2018, o crime permanece sem solução e ilustra a impunidade no combate à violência …

Coronavírus poderia ser a 1ª de muitas outras pandemias futuras, adverte cientista

Apesar do registro de mais de um milhão de infectados à escala mundial, a doença poderia ser suplantada por patologias bem mais perigosas. Comparando com as doenças que poderiam reaparecer como resultado do aquecimento global, o …

Pesquisadores portugueses revelam que os neandertais foram pioneiros na exploração de recursos marinhos

Um novo estudo liderado por pesquisadores da Universidade de Lisboa (Portugal) descobriu que a familiaridade dos hominídeos com o mar e os seus recursos é muito mais antiga do que se pensava – ao que …

Filipinas: presidente Duterte diz que polícia deve matar quem perturbar confinamento

O presidente filipino, Rodrigo Duterte, disse que as forças de ordem podem abater qualquer pessoa que provoque “transtornos” nas regiões onde o confinamento da população foi decretado. As autoridades do país tentaram minimizar as declarações …