Marielle, Raoni, Claudelice, Jean Wyllys: brasileiros concorrem ao Prêmio Sakharov 2019

A ex-vereadora do PSOL Marielle Franco, assassinada em março do ano passado no Rio de Janeiro, o líder Caiapó Raoni, o ex-deputado federal Jean Wyllys (PSOL) e a defensora da Amazônia Claudelice Silva dos Santos estão na lista de indicados ao Prêmio Sakharov 2019 de direitos humanos, oferecido pelo Parlamento Europeu.

Os nomes foram confirmados nesta quinta-feira (19) por vários grupos políticos da Casa. Na primeira edição do prêmio após as eleições de maio, que resultaram em um Parlamento mais fragmentado, os nomes revelados pelas bancadas concentram o foco no Brasil, assim como na China, na Rússia e no Quênia. O russo Alexei Navalny, principal opositor ao presidente Vladimir Putin, também concorre à prestigiada distinção europeia.

O prêmio, criado em 1998 em homenagem ao cientista soviético dissidente Andrei Sakharov, reconhece os defensores dos direitos humanos e da liberdade de consciência. A candidatura que aparece com mais força é a defendida pelos grupos de esquerda da Casa.

Os socialdemocratas e a bancada de esquerda radical apresentaram as candidaturas de três ativistas do Brasil: o líder indígena Raoni, a ex-vereadora carioca Marielle Franco, assassinada ao lado do motorista Anderson Gomes, e a ativista paraense Claudelice Silva dos Santos, defensora da Amazônia.

Para a esquerda radical, que confirmou à AFP a candidatura dos três ativistas, “Marielle Franco, Claudelice Silva dos Santos e o líder Raoni são símbolos de resistência contra as violações dos direitos humanos no Brasil”. “Desde que o novo regime assumiu o poder em janeiro, o governo de [Jair] Bolsonaro estabeleceu um clima de temor para vários defensores dos direitos humanos”, afirmou em um comunicado a eurodeputada socialdemocrata Kati Piri.

Marielle Franco também aparece na proposta de candidatura da bancada ecologista, ao lado do ex-deputado federal Jean Wyllys, que decidiu este ano deixar o Brasil e morar na Europa diante do número crescente de ameaças por sua luta pelos direitos LGTBI.

No próximo sábado, uma praça em homenagem à ex-vereadora do PSOL será inaugurada em Paris, na presença de familiares de Marielle.

O Brasil também era a opção do eurodeputado de esquerda francês Emmanuel Maurel, que ficou muito perto de conseguir os 40 votos de parlamentares necessários para seu candidato: o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Lula se ajustava completamente ao espírito do Prêmio Sakharov”, disse Maurel à AFP, destacando o contexto no Brasil, “sua exemplar ação política” e “sua situação atual, na qual foi vítima de uma conspiração política”.

Já o Partido Popular Europeu (PPE, direita) propôs o nome de Navalny, um ano depois de o prêmio ter sido concedido ao diretor de cinema ucraniano Oleg Sentsov. O cineasta foi solto recentemente, após cinco anos de prisão na Rússia.

Os liberais apresentaram a candidatura do intelectual uigur Ilham Tohti, condenado à prisão perpétua na China, enquanto o grupo Conservadores e Reformistas Europeus (CRE) indicou cinco adolescentes do Quênia que criaram um aplicativo que ajuda meninas vítimas de mutilação genital.

Desde 1988, o Parlamento Europeu concede o prêmio, dotado de € 50.000, a algumas associações e a personalidades como Nelson Mandela (1988), Malala Youfsafzai (2013), ou Aung San Suu Kyi (1990).

Em 2017, opositores venezuelanos receberam a distinção, a quinta ocasião em que o Sakharov foi concedido à América Latina, depois das Mães da Praça de Maio (Argentina, 1992) e dos dissidentes cubanos Guillermo Fariñas (2010), a associação Damas de Branco (2005) e Oswaldo Payá (2002).

No dia 30 de setembro, ocorrerá a apresentação oficial dos candidatos durante uma reunião das comissões de Relações Exteriores, do Desenvolvimento e da subcomissão dos direitos humanos. O Parlamento Europeu anunciará em 8 de outubro os três finalistas do prêmio Sakharov. O vencedor será revelado no dia 24 do mesmo mês.

// RFI BR

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Eleição na Bolívia: Resultados parciais indicam 2º turno inédito entre Evo Morales e Carlos Mesa

Com quase 90% dos votos contabilizados, resultados parciais da eleição realizada neste domingo na Bolívia indicam que o atual presidente Evo Morales não teve votos suficientes para garantir já sua vitória, caminhando para disputar com …

Voo mais longo e sem escalas da história pousou em Sydney

O voo mais longo e sem escalas da história pousou nesse domingo (20) em Sydney, 19 horas e 16 minutos após a decolagem, em Nova York. Foi um teste da companhia australiana Qantas, que pretende …

Governo brasileiro publica lei que agiliza venda de bens do tráfico de drogas

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 13886/19, que pretende acelerar a destinação de bens apreendidos ou sequestrados que tenham vinculação com o tráfico ilícito de drogas. Essa lei, que converte a Medida Provisória nº 885, …

Criaram uma bebida com probióticos geneticamente modificados para prevenir ressacas

Beber moderadamente pode ser garantia de uma noite especialmente divertida, mas quem se aventura pelos bares da vida sabe que basta um pequeno erro de cálculo ou deslize nos preparativos – como, por exemplo, esquecer …

Manifestantes desafiam proibição em Hong Kong

Milhares voltam às ruas, apesar de governo ter proibido protestos na região semiautônoma, e são recebidos com jatos d'água e gás lacrimogêneo. Há quatro meses, colônia britânica atravessa a sua maior crise política. Milhares de manifestantes …

Brexit pode causar ao Brasil perdas anuais de exportações de mais de US$ 700 milhões

Nas próximas semanas, empresários e exportadores brasileiros deverão acompanhar com grande atenção os capítulos finais da novela do Brexit, como é chamada a saída do Reino Unido da União Europeia. Isso por que, a depender de …

Motivos de artrópodes se moverem em fila indiana há 480 anos são revelados

Um novo estudo revela que os fósseis de artrópodes descobertos em fila podem indicar um comportamento coletivo devido a fatores ambientais. O estudo publicado pela revista Scientific Reports sugere que o comportamento em grupo de trilobitas …

Arqueólogos encontram 20 sarcófagos de madeira perto de Luxor

Arqueólogos encontraram mais de 20 caixões antigos de madeira, ainda coloridos, na necrópole de Asasif, em Tebas, na margem oeste do rio Nilo, próximos à cidade de Luxor, no Egito. Os caixões estavam posicionados em duas …

Mão robótica aprendeu sozinha como solucionar o cubo de Rubik

Provavelmente você já deve ter passado pelo desafio de deixar o cubo de Rubik, mais conhecido como cubo magico, com as cores das faces iguais. Saiba que uma mão robótica conseguiu resolver teste desafio sozinha. Provavelmente …

Planalto suspende indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada nos EUA

O Palácio do Planalto decidiu deixar em suspenso a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, para assumir a embaixada brasileira nos Estados Unidos, em meio a uma crise política …