Médica aposentada é acusada de matar centenas de pacientes com doses fatais de analgésicos

Uma médica de clínica geral, agora aposentada, seria a responsável pela morte de centenas de pacientes. A médica é acusada de prescrever doses fatais de analgésicos opiáceos a idosos no Reino Unido, nos anos 90.

Jane Barton, de 69 anos, é acusada de ter prescrito doses fatais de diamorfina – um forte analgésico de opiáceos – a pacientes idosos, enquanto trabalhava no Hospital Gosport War Memorial, no Reino Unido, segundo o Telegraph.

Em uma investigação de 13 milhões de libras, citada pelo Sunday Times, Barton é descrita como uma pessoa “brusca, hostil e indiferente”, sendo esperado agora que ela seja responsabilizada pelas dezenas de mortes que teria causado.

O governo britânico analisou cerca de 833 certidões de óbito atestadas pela médica durante um período de 30 anos, depois de investigações anteriores terem “deixado perguntas por responder”. A investigação tinha como objetivo compreender o motivo de tantas mortes e analisar a forma como as autoridades responderam às reclamações

Investigações realizadas anteriormente foram inconclusivas quanto às mortes. No entanto, e dois anos após Barton começar a trabalhar no hospital, a direção já se mostrava preocupada com o uso liberal de analgésicos.

A polícia iniciou uma investigação a 92 mortes no hospital de Gosport, mas o Serviço de Acusação da Coroa afirmou, em 2006, que não haviam provas suficientes.

Anos depois, a médica foi considerada culpada “em várias instâncias” pelo Conselho de Medicina Geral por apresentar “uma conduta profissional grave”. Barton não foi retirada da sua atividade profissional nem acusada de homicídio, decidindo se aposentar na mesma época, em 2010.

A médica britânica disse não querer que seus pacientes estivessem em dor, afirmando ter agido sempre de acordo com os interesses dos pacientes.

“Me deparei com uma excessiva e crescente carga de responsabilidade ao tentar tratar dos pacientes do hospital. Fiz o melhor que pude por eles, segundo as circunstâncias”, disse a médica depois de ser ouvida no Conselho de Medicina Geral.

James Jonas, um bispo de Liverpool, foi o responsável pela investigação de quatro anos, que será publicada nesta quarta-feira (20). Segundo Jonas, seu objetivo não é levar o caso à polícia nem pressionar as autoridades competentes, pois isso não faz parte de suas competências.

No mesmo dia da divulgação da investigação, o bispo de Liverpool irá revelar os resultados às famílias das vítimas em uma sessão fechada na Catedral de Portsmouth.

Barton, apelidada de “Doutora Opiáceo”, foi o principal foco da investigação, contudo, outros profissionais de saúde foram também investigados.

Espera-se ainda que a primeira-ministra britânica, Theresa May, aborde o assunto durante a sessão de “Questões ao Primeiro-Ministro”, que será realizada no mesmo dia e conta com a presença do secretário de saúde, Jeremy Hunt.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Lukashenko toma posse em cerimônia secreta em Belarus

O presidente de Belarus prestou juramento, nesta quarta-feira (26), em uma cerimônia mantida em sigilo. Este é o sexto mandato do chefe de Estado, no poder há 26 anos. "Alexander Lukashenko prestou juramento no idioma bielorrusso, …

Pássaros sacrificados como oferenda aos deuses são encontrados no Egito

Milhões de aves, que teriam sido utilizadas como oferenda aos deuses Hórus, Rá ou Thoth foram encontradas por uma equipe de arqueólogos no Egito. Os arqueólogos da Universidade Claude Bernard Lyon estavam trabalhando nas escavações de …

Navalny deixa hospital em Berlim

Oposicionista russo recebe alta após um mês de tratamento para curar envenenamento por agente neurotóxico do tipo Novitchok. Médicos dizem que recuperação total é possível, mas não sabem estimar efeitos de longo prazo. O oposicionista russo …

Governo pede suspensão de filme da Netflix após acusações de pedofilia

Após diversas acusações de pedofilia nas redes sociais ao filme Lindinhas, que estreou com exclusividade na Netflix, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos pediu a suspensão e investigação sobre sua distribuição …

Mais de 13 milhões de britânicos enfrentam novo lockdown diante do aumento de casos de Covid-19

Um quinto da população do Reino Unido acordou sob um novo lockdown nesta terça-feira (22). Essas pessoas estão sobretudo no norte da Inglaterra e no País de Gales, as regiões mais afetadas pela Covid-19 …

Pinguim é encontrado morto no litoral de SP com máscara no estômago

Um pinguim foi encontrado morto no último dia 9 de setembro na praia de Juquehy, em São Sebastião, litoral de São Paulo – e, depois de realizada a necropsia, a causa da morte foi determinada: …

Misteriosa minilua vai entrar na órbita da Terra em outubro e ficará por meio ano

Corpo celeste tem uma velocidade muito baixa, o que é atípico para asteroides. Cientistas suspeitam que a minilua afinal seja lixo espacial do século passado. Astrônomos descobriram o corpo celeste 2020 SO, que está em uma …

Na ONU, Bolsonaro diz ser vítima de campanha de desinformação

Presidente defende política ambiental do governo e afirma que Amazônia e Pantanal sofrem campanha de desinformação internacional. Ele também elogia sua gestão da epidemia de covid-19, que já matou 137 mil. No discurso de abertura da …

CDC faz alerta sobre transmissão da COVID-19 através do ar, mas volta atrás

Não é segredo que pesquisadores ainda buscam consenso sobre a ação do novo coronavírus (SARS-CoV-2) no organismo humano. Nesse cenário, até o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos gerou polêmica nesta …

Argentina estende por mais três semanas quarentena mais prolongada do mundo

A quarentena argentina vai continuar até, pelo menos, dia 11 de outubro, totalizando 205 dias. No interior do país, haverá um endurecimento das medidas de restrição. Metade da população rejeita a rigidez das medidas …