Médica aposentada é acusada de matar centenas de pacientes com doses fatais de analgésicos

Uma médica de clínica geral, agora aposentada, seria a responsável pela morte de centenas de pacientes. A médica é acusada de prescrever doses fatais de analgésicos opiáceos a idosos no Reino Unido, nos anos 90.

Jane Barton, de 69 anos, é acusada de ter prescrito doses fatais de diamorfina – um forte analgésico de opiáceos – a pacientes idosos, enquanto trabalhava no Hospital Gosport War Memorial, no Reino Unido, segundo o Telegraph.

Em uma investigação de 13 milhões de libras, citada pelo Sunday Times, Barton é descrita como uma pessoa “brusca, hostil e indiferente”, sendo esperado agora que ela seja responsabilizada pelas dezenas de mortes que teria causado.

O governo britânico analisou cerca de 833 certidões de óbito atestadas pela médica durante um período de 30 anos, depois de investigações anteriores terem “deixado perguntas por responder”. A investigação tinha como objetivo compreender o motivo de tantas mortes e analisar a forma como as autoridades responderam às reclamações

Investigações realizadas anteriormente foram inconclusivas quanto às mortes. No entanto, e dois anos após Barton começar a trabalhar no hospital, a direção já se mostrava preocupada com o uso liberal de analgésicos.

A polícia iniciou uma investigação a 92 mortes no hospital de Gosport, mas o Serviço de Acusação da Coroa afirmou, em 2006, que não haviam provas suficientes.

Anos depois, a médica foi considerada culpada “em várias instâncias” pelo Conselho de Medicina Geral por apresentar “uma conduta profissional grave”. Barton não foi retirada da sua atividade profissional nem acusada de homicídio, decidindo se aposentar na mesma época, em 2010.

A médica britânica disse não querer que seus pacientes estivessem em dor, afirmando ter agido sempre de acordo com os interesses dos pacientes.

“Me deparei com uma excessiva e crescente carga de responsabilidade ao tentar tratar dos pacientes do hospital. Fiz o melhor que pude por eles, segundo as circunstâncias”, disse a médica depois de ser ouvida no Conselho de Medicina Geral.

James Jonas, um bispo de Liverpool, foi o responsável pela investigação de quatro anos, que será publicada nesta quarta-feira (20). Segundo Jonas, seu objetivo não é levar o caso à polícia nem pressionar as autoridades competentes, pois isso não faz parte de suas competências.

No mesmo dia da divulgação da investigação, o bispo de Liverpool irá revelar os resultados às famílias das vítimas em uma sessão fechada na Catedral de Portsmouth.

Barton, apelidada de “Doutora Opiáceo”, foi o principal foco da investigação, contudo, outros profissionais de saúde foram também investigados.

Espera-se ainda que a primeira-ministra britânica, Theresa May, aborde o assunto durante a sessão de “Questões ao Primeiro-Ministro”, que será realizada no mesmo dia e conta com a presença do secretário de saúde, Jeremy Hunt.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Paleontologistas descobrem 'última refeição' de dinossauro que viveu há 110 milhões de anos

Uma equipe de pesquisadores do Canadá reconstituiu o estômago de um dinossauro herbívoro, o melhor preservado de sempre. Uma equipe de paleontologistas canadenses conseguiu reconstruir o conteúdo do estômago de um dinossauro herbívoro que viveu no …

Estudo que desencoraja uso de hidroxicloroquina é alvo de investigações

Nesta quarta-feira (3), a Organização Mundial da Saúde anunciou que vai retomar os testes com o medicamento hidroxicloroquina, um dos mais cotados atualmente como possível auxiliar na luta contra a COVID-19. A notícia pegou muita gente …

Donald Trump diz por que estava em bunker subterrâneo em meio a protestos

Em meio aos protestos violentos e pacíficos que têm varrido os EUA após a morte do afro-americano George Floyd, surgiram relatos de que Trump se escondeu dos manifestantes em um bunker. Donald Trump atacou como "falsa" …

EUA: 4 policiais são acusados pela morte de George Floyd

O policial de Minneapolis que se ajoelhou sobre o pescoço de George Floyd provocando sua morte será acusado de assassinato em segundo grau. Seus três colegas também serão julgados, disse a senadora americana Amy …

Governo destina verba publicitária a canais de conteúdo inadequado

Em apenas 38 dias, o governo de Jair Bolsonaro publicou mais de 2 milhões de anúncios em canais na internet com "conteúdos inadequados", segundo mostrou um relatório da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das …

Cientistas encontram maior e mais antigo monumento da civilização maia no México

Pesquisadores da Universidade do Arizona (EUA) descobriram a mais antiga construção monumental da civilização maia já encontrada até agora e a maior de toda a história pré-hispânica da região. O estudo, publicado na revista Nature, foi …

Herdeiro da Samsung pode voltar a ser preso

O herdeiro da Samsung, Lee Jae-yong, pode ter de voltar à prisão. Procuradores de justiça da Coreia do Sul pediram nesta quinta-feira (4) uma nova detenção do antigo diretor da gigante como parte de uma …

Escolas ao ar livre criadas para combater a tuberculose no início do século 20

Em 1904, surgia nas proximidades de Berlim a primeira escola ao ar livre do mundo. A Waldschule für kränkliche Kinder havia sido criada por Walter Spickendorff em conjunto com o pediatra Bernhard Bendix e o …

Fígados humanos foram criados em laboratórios e transplantados em ratos com sucesso

Uma equipe internacional liderada por pesquisadores do Departamento de Patologia da Universidade de Pittsburgh (EUA) criou pequenos fígados através de engenharia genética utilizando células da pele humanas, e em seguida os transplantaram com sucesso em …

Governo alemão anuncia pacote de estímulo de 130 bilhões de euros

Merkel afirma que resposta "corajosa" é necessária para impulsionar a economia do país, abalada pela pandemia de covid-19. Medidas anunciadas incluem auxílios à indústria e às famílias e incentivos ao consumo. Os partidos que integram a …