Mistério dos crânios alongados encontrados na Baviera é desvendado

Krishna R. Veeramah et al

Crânios Alongados da Baviera, Alemanha

Uma equipe internacional de cientistas descobriu a origem dos misteriosos crânios alongados encontrados na Baviera, na Alemanha. Depois de análises de DNA aos restos humanos enterrados há mais de 500 anos, concluíram que as mulheres com deformações cranianas eram imigrantes.

O grupo internacional de pesquisadores se debruçou sobre os vestígios de 36 homens e mulheres que foram enterrados em 41 cemitérios da Baviera, mais ou menos por volta do ano 500. Destes, 14 dos esqueletos apresentavam sinais de deformidade no crânio, sendo mais alongados que o habitual.

A análise dos genomas desses restos mortais revelou que os homens tinham muitas semelhanças com os europeus modernos, enquanto as mulheres apresentavam uma grande diversidade genética, escrevem os cientistas no artigo publicado nos Proceedings of the National Academy of Sciences.

Os dados apurados indicam que a maioria dos homens tinha “uma ascendência que se assemelha muito com os europeus modernos do norte e centro” do Velho Continente, enquanto as mulheres revelam “uma heterogeneidade genética muito alta”, referem os autores do estudo.

A conclusão dos cientistas é que “a mais provável origem da maioria dessas mulheres era o sudeste da Europa“, até porque também apresentavam “características visíveis” muito diferentes umas das outras.

As deformações no crânio seriam um sinal da proveniência do leste europeu, revelando a herança cultural herdada dos Hunos, povo proveniente da Ásia que invadiu o Velho Continente.

A prática de alongamento do crânio, aplicada sobretudo nas mulheres, por se acreditar que ficavam mais bonitas e que revelava um estatuto social superior, foi implementada entre os povos que viviam na zona da atual Romênia, por volta do século II.

Entre os séculos IV e VII, a Europa viveu um período de grandes migrações, fruto da fuga às invasões dos Hunos, mas também devido a ondas de frio e à escassez de alimentos em certas regiões.

A pesquisa levada a cabo em torno dos vestígios humanos da Baviera reflete esses “processos demográficos complexos durante o primeiro período medieval”, sustentam os autores do estudo. As migrações podem, assim, ter contribuído, “de forma inesperada”, para “moldar o panorama genético europeu moderno“, concluem.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Mudanças climáticas: cientistas treinam vacas para usar banheiro contra aquecimento global

Vacas podem ser treinadas para usar um banheiro para reduzir as emissões de gases de efeito estufa, segundo uma experiência realizada na Alemanha por pesquisadores alemães e da Nova Zelândia. No estudo, os cientistas treinaram os …

Reprovação a Bolsonaro volta a subir, afirma Datafolha

O Instituto Datafolha apurou que a reprovação ao governo do presidente Jair Bolsonaro aumentou ainda mais, passando para 53% entre as pessoas consultadas, segundo uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira (17/02) pelo jornal Folha de S. …

Empresa norueguesa assegura que pode 'eliminar' furacões antes que se tornem destrutivos

Especialistas ambientais advertem que o sistema de cortina de bolhas proposto pela empresa poderia ela própria provocar efeitos indesejados. A OceanTherm, startup norueguesa, assegura que sua tecnologia pode evitar que as tempestades tropicais se tornem poderosos …

Limitar aquecimento global a 1,5ºC exige redução drástica de gases poluentes, mostra relatório

Manter a temperatura da Terra a 1,5°C será impossível sem uma redução massiva das emissões de gases poluentes. É o que mostra um novo relatório divulgado pela ONU nesta quinta-feira (16). O documento "United …

Alemanha libera entrada para brasileiros que apresentem teste negativo

A Alemanha vai deixar de considerar o Brasil como área de alto risco na pandemia do novo coronavírus a partir deste domingo, anunciou nesta sexta-feira (17/09) o Instituto Robert Koch (RKI), a agência governamental alemã …

Assembleia-Geral da ONU: exigência de vacina ainda não está decidida, mas é improvável que Bolsonaro seja barrado

Perdeu força a possibilidade de que líderes de países tenham que comprovar que se vacinaram contra a covid-19 para participar da 76ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), que acontece na semana que vem …

Submarinos: França perde o "contrato do século" para a Austrália, que opta por EUA e Reino Unido

O jornal econômico Les Echos estampa em sua primeira página desta quinta-feira (16) uma notícia, ainda no condicional, que se concretizaria durante a madrugada: "A Austrália desiste de uma encomenda de 12 submarinos franceses …

VSR: o pouco conhecido vírus que se espalha entre crianças no mundo e também no Brasil

No início de 2021, a equipe do Hospital Infantil de Maimonides, no Brooklyn, em Nova York (EUA), começou a experimentar uma cautelosa sensação de alívio. Os casos de covid-19 na cidade estavam em queda. Como …

Com popularidade em queda, premiê britânico Boris Johnson reforma equipe de governo

Após semanas de boatos, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, decidiu modificar o governo nesta quarta-feira para formar uma "equipe unida" e enfrentar os desafios depois de um ano e meio de pandemia e em …

Relatório lista mais de uma dezena de crimes atribuídos a Bolsonaro

Um grupo de juristas liderados pelo ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior entregou nesta terça-feira (14/09) à CPI da Pandemia um relatório de 226 páginas com possíveis crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro durante a …