Torre de crânios humanos revela segredos macabros dos sacrifícios astecas

Arqueólogos mexicanos continuam a desenterrar crânios humanos na região onde ficava o centro da civilização Asteca, em Tenochtitlán, atual Cidade do México. E as análises nesses crânios revelam a brutalidade desses sacrifícios.

Os primeiros vestígios desses sacrifícios humanos foram descobertos em 2015, mas no ano passado, os arqueólogos do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH) conseguiram, finalmente, ter um vislumbre da chamada torre de crânios que aterrorizou os conquistadores espanhóis quando eles chegaram ao local, em 1519.

A descoberta tem ajudado a desvendar os segredos macabros dos sacrifícios humanos feitos pelos Astecas no chamado Templo Maior de Tenochtitlán.

Até agora, os arqueólogos recolheram cerca de 180 crânios completos e milhares de fragmentos, informa a revista Science.

A análise a esses vestígios arqueológicos revelou marcas de cortes que indiciam que lhes retiraram a pele, depois da morte, e também marcas de decapitação “uniformes”.

A publicação atesta que os sacerdotes astecas removiam os corações ainda batendo das vítimas sacrificadas. Os corpos eram depois decapitados e, em seguida, eram removidos a pele e os músculos das cabeças dos cadáveres.

Posto isto, abriam grandes buracos nas laterais dos crânios para os colocarem em um poste de madeira. Só depois eram empilhados na chamada tzompantli, nome que os conquistadores espanhóis deram à torre de crânios, que ficaria localizada perto do altar em homenagem a Huitzilopochtli, o deus asteca do Sol, da guerra e dos sacrifícios humanos.

As amostras isotópicas e de DNA retiradas dos crânios permitiram apurar que as vítimas apresentavam “boas condições de saúde”, antes de terem sido sacrificadas, conforme revela a Science.

Também foi possível medir que três quartos dos crânios analisados pertencem a homens, com idades entre 20 e 35 anos, e 20% pertencem a mulheres, enquanto 5% são de crianças.

As vítimas nasceram em diferentes locais da Mesoamérica, mas as amostras recolhidas indiciam que teriam passado um longo período em Tenochtitlán antes de serem sacrificadas, como reporta a publicação.

Essas novas informações são a prova dos assustadores relatos feitos pelos conquistadores espanhóis da época, que ficaram aterrorizados com a imagem da torre de crânios.

Dois anos depois de terem chegado a Tenochtitlán, os espanhóis destruíram a cidade e construíram sobre suas ruas, enterrando os vestígios dos sacrifícios humanos dos astecas.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

A galáxia mais brilhante do Universo é “canibal”

A galáxia mais brilhante já descoberta no Universo, a W2246-0526, localizada na constelação Aquarius, devorou não duas, mas três das suas galáxias satélite, o que pode explicar sua forte luminosidade. De acordo com um novo artigo, …

Brasileiro Carlos Ghosn, presidente do grupo Renault-Nissan, é preso no Japão

O presidente do conselho de administração da Nissan Motor Co, o franco-brasileiro Carlos Ghosn, foi detido nesta segunda-feira em Tóquio em uma investigação das autoridades do Japão por supostas irregularidades em suas finanças pessoais, informou …

Talvez os neandertais não fossem tão brutos como se pensava

Apesar de vários esqueletos de neandertais terem sido encontrados com ferimentos graves na cabeça e no pescoço, um novo estudo sugere que não fossem tão violentos como se pensava. Na verdade, os níveis de lesões cranianas …

Raro berçário de tubarões nas águas profundas da Irlanda

Um raro viveiro de tubarões, com centenas de adoráveis tubarões-gato-de-boca-preta, foi descoberto nas frias e profundas águas da Irlanda, a 320 quilômetros a oeste da costa. Esse é o maior berçário de tubarões já encontrado …

Cientistas revelam nova razão que explica dependência do álcool

De acordo com um novo estudo, a dependência do álcool tem uma relação direta com as mudanças climáticas: quanto mais frio é o clima e menos incidência de sol, mais as pessoas tendem a consumir …

Cientistas encontraram pássaro que é três espécies em uma só

Cientistas encontraram um pássaro incomum na Pensilvânia, que guarda um incrível segredo genético: a toutinegra é o híbrido de três espécies diferentes de pássaros. Uma equipe de cientistas encontrou um pássaro incomum na Pensilvânia, cuja mãe …

Hitler abraçou uma menina judia; 85 anos depois, a foto foi a leilão

Uma foto de 1933 mostra o ditador nazista ao lado de uma menina de seis anos de idade cuja avó era judia. A imagem, com uma dedicatória assinada por Hitler, foi arrematada em leilão por …

No deserto mais seco do mundo, a chuva mata

No deserto mais seco e mais antigo da Terra, as coisas não funcionam da mesma maneira que em outros lugares. A água, por exemplo, não é uma bênção. No deserto do Atacama, no Chile, as …

CIA pensou em usar “soro da verdade” nos interrogatórios do 11 de setembro

O “Projeto Medicação” foi posto de lado em 2003, mas, até lá, os médicos da CIA estudaram a hipótese de substituir as violentas técnicas de interrogatório pelo uso de um “soro da verdade” que fizesse …

Distração de professora provoca ferimentos em 40 crianças na China

A distração de uma professora que se esqueceu de apagar uma luz ultravioleta em uma escola de Tianjin, perto de Pequim, causou ferimentos e queimaduras em mais de 40 crianças, informou nesta sexta-feira a imprensa …