Mítica criatura marinha encontrada viva quando já se pensava que não existia

MBARI

Larváceo gigante Bathochordaeus charon rodeado pela sua "casa de muco" com que apanha a comida

Larváceo gigante Bathochordaeus charon rodeado pela sua “casa de muco” com que apanha a comida

Mais de um século depois de ter sido identificado pela primeira vez, uma equipe de cientistas conseguiu finalmente apanhar um larváceo gigante da mítica espécie Bathochordaeus charon.

Esta criatura marinha invertebrada e translúcida foi detectada pela primeira vez, em 1899, pelo professor Carl Chun, pesquisador da Universidade de Leipzig, na Alemanha, durante uma expedição pelo Oceano Atlântico, conta o Live Science.

Em 1936, o biólogo britânico Walter Garstang recolheu uma série de larváceos gigantes que foram classificados como uma nova espécie – Bathochordaeus stygius.

Mas, como nunca mais houve quem tivesse avistado um espécimen com as características descritas por Chun, já se começava a duvidar que o B. charon existisse mesmo.

Porém, graças a um veículo operado remotamente pela equipe do cientista Rob Sherlock, do MBARI – Instituto de Pesquisa do Aquário da Baía de Monterey, foi agora possível finalmente obter um exemplar vivo desta espécie de larváceos gigantes.

A descoberta aconteceu na costa de Monterey, na Califórnia.

“Como o veículo foi recuperado algumas dezenas de minutos depois, o animal estava vivo, em estado fantástico, e o preservamos logo”, explica Rob Sherlock.

“Não fazíamos ideia, até termos olhado com mais atenção para o espécimen, que tínhamos encontrado de fato o B. charon, a espécie inicialmente descrita há mais de 100 anos”, diz ainda o cientista.

Girinos “gigantes” psicadélicos

MBARI

Bathochordaeus charon sem a sua "casa de muco"

Bathochordaeus charon sem a sua “casa de muco”

Este é um animal que parece um girino, com uma cabeça redonda num extremo e uma cauda longa no outro, e que utiliza uma “casa de muco”, semelhante a um pára-quedas, que pode atingir um metro de comprimento, para caçar sua comida.

A maioria dos larváceos conhecidos são criaturas minúsculas, com menos de um centímetro de comprimento, enquanto que estas versões “gigantescas” podem atingir quase 10 centímetros e são muito menos comuns.

Os larváceos constroem estas “casas de muco” para servirem de filtro para a comida, sacudindo a cauda e criando uma corrente que mantém a pegajosa rede aberta, atraindo até ela as iguarias do oceano.

Só as partículas mais pequenas passam através da rede para um tubo de alimentação que segue para a boca dos larváceos.

“Se uma lula ou um peixe a passar atravessam pela casa, ou grandes partículas ficam presas no tubo de alimentação, os larváceos simplesmente continuam e constroem outra casa”, explica Rob Sherlock ao Live Science.

A descoberta deste exemplar único do Bathochordaeus charon foi descrita num artigo publicado na Marine Biodiversity Records, no qual os autores realçam a sua raridade – especialmente face aos seus parentes próximos, o Bathochordaeus stygius, que são mais comuns.

SV, ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …