Sem preconceito: multinacional emprega mais de 1.300 transexuais no Brasil

(dv) Atento

Centro de Operações da Atento no Brasil

Inclusão sem preconceito. A lição é de uma multinacional do call center que emprega mais de 1.300 pessoas trans no Brasil, entre os seus 78 mil funcionários. A maioria dos transexuais da Atento trabalha como atendente de telemarketing e ganha salário mínimo.

Outras empresas como a Brakem, IBM, Avon e Carrefour também admitem pessoas trans no país. E isso é importante para quebrar paradigmas no país que mais mata transexuais no mundo: foram ao menos 868 travestis e transexuais mortos entre 2008 e 2016, segundo a ONG europeia Transgender Europe.

Outro dado mostra que 90% dos trans ganham a vida se prostituindo por falta de alternativas, segundo a Associação Nacional de Travestis e Transexuais 8Antra).

Empresas que estendem a mão para esse público cumprem um papel fundamental. “Muitas empresas contratam consultorias para aumentar a diversidade. No nosso caso não foi necessário. Nossas plantas ficam nas capitais, em geral nas periferias. Eles vieram naturalmente, atraídos por uma jornada de seis horas, numa função que exige apenas o ensino médio. É um perfil de primeiro emprego”, afirma Eliane Terceiro, superintendente de responsabilidade social da Atento Brasil.

No entanto, se a chegada desses trabalhadores foi natural, o processo para incluí-los exigiu um pouco mais.

A presença dos trans na Atento passou a ser notada em 2012, quando a empresa criou uma ouvidoria. “Começaram a chegar questões de pessoas trans que tinham que usar o banheiro do gênero com o qual não se identificavam”, lembra a executiva.

O tema foi discutido no conselho de ética da empresa, que decidiu ter uma atitude mais proativa. “Fizemos um comunicado sobre o uso dos banheiros de acordo com a identidade de gênero”, contou à Exame.

“Mas então começamos a receber reclamações, principalmente de mulheres incomodadas com transexuais nos banheiros femininos”, conta Terceiro. Para contornar o problema, foi necessário fazer uma campanha de conscientização sobre os valores da empresa e sua política de igualdade e inclusão.

Desde 2013, os trans usam o nome social no crachá durante o trabalho na Atento.

Ciberia // Só Notícia Boa

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. 868 entre 2008 e 2016, certo? Isso em 8 anos nos trás mais ou menos, 1 morto a cada três ou quatro dias enquanto que, só no último ano, 60 MIL MULHERES foram assassinadas. Uma média de 164 mulheres mortas por dia!!! Inclusão é fundamental para trans sim, mas não venham querer dizer que matamos eles quando morrem absurdamente muito mais mulheres. Nem bandidos, nem policiais, bem gays, nem trans, nenhum chega nem perto desse número monstruoso de mulheres assassinadas.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Companhia austríaca cria método que transforma plástico em petróleo

A companhia petrolífera austríaca OMV apresentou nesta quinta-feira um inovador procedimento que permite a produção de petróleo a partir de resíduos de plástico (material fabricado a partir desse recurso natural). A inovadora tecnologia, batizada de ReOil, …

Múmia e amuletos divinos são descobertos no Egito

Um grupo de arqueólogos descobriu várias múmias antigas no Egito – incluindo os restos de um misterioso indivíduo extremamente bem conservado – em uma sepultura comum na margem oeste do Rio Nilo.  A tumba foi encontrado …

Em caso raro, mulher doa órgãos e transmite câncer a quatro pessoas

Quatro pessoas que receberam órgãos da mesma doadora desenvolveram posteriormente câncer de mama, revelou um novo estudo. O caso, que remota a 2007, representa uma situação extremamente rara. Rins, pulmões, fígado e coração foram retirados de …

Criatura “alienígena” é encontrada em praia na Nova Zelândia

Uma família neozelandesa passeava ao longo de uma praia no norte de Auckland quando encontrou uma bizarra criatura vermelha em forma de bolha. A criatura, que foi identificada como uma espécie específica de medusa, tem um …

Veneza quer proibir turistas de sentarem ou deitarem no chão

Veneza, famosa pelos seus canais, testemunhou um dilúvio de turistas nos últimos anos, que ultrapassa em muito a população residente e sobrecarrega a cidade. As autoridades da cidade italiana têm tomado várias medidas para travar …

Teia de aranha gigantesca cobre praia na Grécia

Um enorme teia de aranha com cerca de 300 metros cobriu uma área à beira-mar na cidade de Aitoliko, na região oeste da Grécia. A época de acasalamento das aranhas transformou a praia no pior …

Depois dos morangos, agulhas chegam às maçãs e bananas na Austrália

As autoridades australianas investigam mais de 100 casos por todo o país. Agora, além dos morangos, as agulhas também já chegaram a frutas como maçãs, bananas e mangas. A Austrália investiga uma série de casos misteriosos …

Proibição de doações empresariais não blinda política de interesses privados, afirma cientista político

Apesar da proibição do financiamento empresarial de campanhas, que vigora no país desde 2015 por força de uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), a classe empresarial continua engajada em diferentes candidaturas. Se, por um lado, …

Brasileiros são finalistas em Campeonato Mundial de Cubo Mágico

Criado nos anos 80, o cubo mágico é um dos brinquedos mais simples e fascinantes que existem. Quem nunca passou horas, dias, semanas ou até meses tentando acertar as cores de todas as faces ou …

Filhote de lobo da Idade do Gelo é encontrado preservado em mina de ouro

Enquanto procuravam por ouro nos solos gelados do território de Yukon, no Canadá, um grupo de mineiros descobriu um tesouro ainda mais raro: os corpos extremamente preservados de um filhote de lobo e de um …