Na aviação moderna, o desaparecimento do MH370 é quase inconcebível

O desaparecimento do voo MH370, da Malaysia Airlines com 239 pessoas a bordo, no dia 8 de março de 2014, é “quase inconcebível” e “socialmente inaceitável na aviação moderna”, segundo o relatório final publicado nesta terça-feira na Austrália.

O documento elaborado pelo Escritório Australiano de Segurança no Transporte (ATSB, sigla em inglês), que lidera a busca na qual também participam a China e Malásia, expressou sua “profunda tristeza por não ter localizado o avião, nem tampouco as 239 vítimas que estavam a bordo e que seguem desaparecidas”.

O relatório fornece detalhes da busca pelo MH370 e o trabalho realizado pela Austrália no rastreamento submarinho em uma área de 120 mil km² no Oceano Índico, nas margens ocidentais da Austrália, sem encontrar o avião.

“É um esforço sem precedentes e houve uma resposta extraordinária da comunidade global”, destacou em um comunicado da ATSB, Greg Hood, ao destacar os altos padrões e profissionalismo envolvidos no trabalho.

Em meados de agosto, relatórios da Geoscience Austrália e a Organização para a Investigação Industrial e Científica do Consórcio de municípios da Austrália (CSIRO, sigla em inglês) sugeriram que o avião está em uma área de 25 mil km² do Oceano Índico ao norte de onde inicialmente foi procurado.

O avião da Malaysia Airlines desapareceu dos radares no dia 8 de março de 2014, 40 minutos após sua decolagem em Kuala Lumpur, seguindo para Pequim, e depois que alguém apagasse os sistemas de comunicação e virasse a aeronave, segundo a investigação oficial.

Nele viajavam 239 pessoas, delas 154 cidadãos chineses, 50 malaios (12 formavam a tripulação), sete indonésios, seis australianos, cinco indianos, quatro franceses, três americanos, dois canadenses, dois iranianos, dois neozelandeses, dois ucranianos, um holandês e um russo.

Os especialistas determinaram com os dados disponíveis que o avião caiu em uma área remota do Índico e foi buscado em uma área de 120 mil km², mas sem sucesso.

A recuperação de partes do MH370 em Moçambique, África do Sul, Ilhas Mauricio, Reunião (França) e Pemba (Tanzânia), conforme confirmado por testes de laboratório, mostraram que o avião caiu e desenvolveu novas hipóteses.

A busca no terreno foi suspensa no dia 17 de janeiro, até que aparecessem provas sólidas que permitissem a retomada das operações.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Maioria considera justa a soltura de Lula, mostra Datafolha

Uma pesquisa do instituto Datafolha divulgada nesta segunda-feira (09/12) sugere que a maioria da população brasileira considera justa a libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ocorrida em novembro após ele cumprir um ano …

Agora sabemos sobre o que os orangotangos estão conversando: estudo

Um novo estudo da Universidade de Exeter desvendou a linguagem secreta dos orangotangos, descobrindo o que significam 11 sinais vocais e 21 gestos. Os pesquisadores passaram dois anos filmando mais de 600 horas do comportamento …

Cientistas desenvolvem holograma com som e toque iguais aos de Star Wars

Quando pensamos em desenvolver tecnologias baseadas nos filmes de Star Wars, a primeira, segunda e terceira coisa que passa pela cabeça dos fãs é a criação de sabres de luz da vida real. Mas, para os …

Secom diz que não há 'indicativo de câncer de pele' em Bolsonaro

Após o presidente Jair Bolsonaro declarar que tinha feito exame para investigar "possível câncer de pele", a Secretaria de Comunicação da Presidência disse por nota que não havia qualquer indicativo da doença. O chefe de Estado …

Evo Morales vai fazer da Argentina o seu comitê de campanha para as eleições na Bolívia

Em uma operação secreta, o ex-presidente da Bolívia, Evo Morales, chegou à Argentina de onde vai comandar a campanha do seu partido para as próximas eleições. Depois de passar quase um mês no México, …

Boris Johnson vence por ampla margem no Reino Unido

O Partido Conservador do atual primeiro-ministro, Boris Johnson, conquistou a maioria absoluta dos assentos no Parlamento do Reino Unido nas eleições realizuadas nesta quinta-feira (12/12) no país. Esse resultado eleitoral garante ao premiê o número …

Simples e atemporal, azul clássico é a cor de 2020, segundo a Pantone

A cor do ano de 2020 será o Classic Blue, um azul clássico que oferece estabilidade e conexão. Quem diz isso é a Pantone, a principal empresa de cores do mundo, que oferece o sistema …

Segredos do idioma dos orangotangos são revelados

Um novo estudo da Universidade de Exeter (Inglaterra) desvendou a linguagem secreta dos orangotangos, descobrindo o que significam 11 sinais vocais e 21 gestos. Os pesquisadores passaram dois anos filmando mais de 600 horas do comportamento …

Exaustos com o Brexit, britânicos vão às urnas pela quarta vez em quatro anos

O Reino Unido está indo às urnas nesta quinta-feira (12) para o que está sendo chamada de a eleição mais importante desta era. Os britânicos estão diante de duas escolhas: apoiar o primeiro-ministro conservador Boris Johnson e …

VÍDEO da NASA revela degelo dramático das geleiras do Alasca

Vídeo recém-publicado mostra derretimento de geleiras e calotas de gelo do Alasca visto do espaço. Algumas imagens revelam mudanças de quase 50 anos, e dão aos cientistas novas ideias relacionadas aos efeitos das mudanças climáticas …