Copiloto do voo MH370 teria tentado pousar avião com passageiros mortos

francescoprocida / Flickr

Avião Boeing 777 da Malaysia Airlines

Após cinco anos do desaparecimento do avião que fazia o voo MH370 da Malaysia Airlines, teorias da conspiração continuam relacionadas ao caso.

Algumas pessoas que continuam em busca da verdade acreditam que a queda do Boeing com 289 pessoas tenha ocorrido em uma floresta do Camboja, enquanto outras pessoas afirmam que o avião estava voando rumo a Madagascar. Além disso, há a declaração de que o avião foi abatido por autoridades da Malásia.

Segundo Christine Negroni, jornalista premiada e escritora aeronáutica, afirma que o copiloto da aeronave era a única pessoa viva a bordo da aeronave do voo MH370. O Boeing 777 perdeu contato com o controle de tráfego aéreo no dia 8 de março de 2014, quando estava sobrevoando o mar do Sul da China a caminho do aeroporto de Pequim.

Na ocasião, os radares militares indicaram que a aeronave retornou e voou através da Malásia em direção ao sudoeste do oceano Índico.

Perante o caso, Negroni, que passou a investigar a tragédia, sugere que o avião foi despressurizado uma hora e meia após a decolagem, enquanto que o comandante Zaharie Shah estava no banheiro da classe executiva, localizado próximo à cabine.

Presumindo ainda que Zaharie não conseguiu retornar a cabine e, então, o copiloto Fariq Abdul Hamid tentou recuperar as condições de voo através de um pouso no aeroporto de Langkawi, na Malásia.

Além disso, foi amplamente divulgado que o copiloto se formou na academia de aviação civil de Langkawi, localizada nas proximidades da pista do aeroporto. Isso fez com que Negroni sugerisse que o copiloto tenha tentado pousar no local conhecido.

Entretanto, Fariq foi impossibilitado de pousar o avião em Langkawi devido à carência de oxigênio, levando a escritora a crer que o copiloto tenha permanecido vivo por algumas horas.

Negroni informou ao The Daily Star que “o avião seguiu ao sul”, acreditando que, nesse período, o copiloto ficou inconsciente. “O oxigênio disponível para os passageiros era de aproximadamente 15 minutos, ou seja, todos os passageiros estavam mortos, não há chance de ressuscitarem, eles estavam mortos muito antes de o avião atingir a água“, concluiu Negroni.

O desaparecimento do voo MH370 ocorreu há cinco anos e continua sendo um dos maiores mistérios da aviação, provocando debates, opiniões, sugestões e investigações.

No ano passado, autoridades da Malásia emitiram um relatório de 495 páginas, entretanto, foram incapazes de determinar a causa real do desaparecimento do voo MH370, afirmando que os controles do Boieng teriam sido manipulados por terceiros.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

A polêmica sobre campos de extermínio nazistas que opôs a Polônia ao Netflix

O primeiro-ministro da Polônia, Mateusz Morawiecki, enviou uma carta ao Netflix insistindo em mudanças no documentário The Devil Next Door (o diabo ao lado), sobre campos de extermínio nazistas. Na carta enviada no domingo, 10, e …

O único problema de ser filho único é o estigma

Filhos únicos possuem uma péssima reputação. Quantas vezes você não observou algum pai ser criticado por escolher ter apenas um pimpolho? “Ele vai ficar mimado, muito sozinho, egoísta, etc. etc. etc”. É um senso comum. Parece, …

Epidemia mundial: Pneumonia mata uma criança de menos de 5 anos a cada 39 segundos

O Dia Mundial da Pneumonia é comemorado em 12 de novembro. A data foi proposta pela Organização Mundial da Saúde (OMS), com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção da doença, …

Senadora se declara presidente da Bolívia

A parlamentar oposicionista e segunda vice-presidente do Senado Jeanine Áñez declarou-se presidente da Bolívia nesta terça-feira (12). Ela também afirmou que o país terá novas eleições após a formação de uma nova comissão eleitoral. "De acordo …

Bolsonaro anuncia saída do PSL

Em meio à crise por disputa de poder na legenda, presidente afirma que pretende criar novo partido. Cerca de 30 parlamentares aliados de Bolsonaro devem seguir exemplo e deixar o PSL. O presidente Jair Bolsonaro anunciou …

Israel mata comandante da Jihad Islâmica em ataque aéreo

Forças israelense bombardeiam casa de líder extremista na Faixa de Gaza. Militantes palestinos reagem disparando dezenas de mísseis contra Israel. Autoridades pedem que população fique em casa. Um importante comandante militar do grupo extremista palestino Jihad …

Cão aprende a falar usando máquina de escrever e já sabe 29 palavras

Stella tem 18 meses e, apesar de ser um cachorro, já sabe “falar” mais do que muitos humanos da sua idade. Através de uma máquina criada por sua tutora, o animal consegue se comunicar usando …

Saída de Lula da prisão pode ser “oportunidade” para Bolsonaro, diz especialista ao Le Monde

O jornal Le Monde deste domingo e segunda-feira, feriado em que a França comemora o Armistício da Primeira Guerra Mundial, traz uma reportagem de página inteira sobre a liberação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da …

Evo Morales deixa a Bolívia rumo ao México

O agora ex-presidente Evo Morales deixou a Bolívia na noite desta segunda-feira (11) e pegou um avião em direção ao México. Em comunicado via Twitter, Evo Morales disse que estava agradecido ao México por ter lhe …

Turquia repatria jihadistas estrangeiros do "Estado Islâmico"

A Turquia começou a repatriar nesta segunda-feira (11/11) jihadistas estrangeiros do grupo terrorista "Estado Islâmico" (EI) que foram capturados no norte da Síria. Um alemão, um dinamarquês e um americano foram os primeiros deportados por …