Nacionalismo chinês ganha o seu Rambo e bate recordes de bilheteiras

(dr)

Leng Feng, cartaz de “Wolf Warrior 2” (detalhe)

Um soldado já aposentado, mas ainda letal, que viaja até qualquer lugar para salvar seus compatriotas. Rambo? Não, Leng Feng: o novo herói do cinema chinês, que se adapta muito bem ao nacionalismo do regime comunista e protagoniza o filme mais visto da história no país.

Ele é Leng Feng, um ex-soldado com os mesmos problemas de adaptação à vida civil que os de Rambo nos anos 80. É interpretado pelo ator Wu Jing, também diretor e roteirista de “Wolf Warriors 2”, o filme que em menos de duas semanas em cartaz bateu todos os recordes de bilheteria na China, 2º maior mercado do cinema do mundo.

Desde a estreia, em 27 de julho, a produção conseguiu em apenas 12 dias bater o recorde de espectadores, que pertencia à comédia romântica “As Travessuras de Uma Sereia”, e a sua receita já se aproxima dos 4 bilhões de yuans (cerca de US$ 500 milhões), marca surpreendente e que deve demorar muito tempo a ser superada.

O filme é descaradamente nacionalista e contém altos índices de propaganda, um tipo de cinema que o regime comunista promoveu durante anos, mas que nunca tinha conseguido tanto sucesso com o público, que parece ter despertado o seu orgulho patriota.

“Nas duas horas de filme me dei conta da força da China e que ninguém poderá invadi-la. O meu coração batia sem parar de orgulho pelo meu país”, publicou nas redes sociais uma popular comentadora de cinema que assina com o pseudônimo de Mao Er.

O filme foi lançado em um momento ideal para esse patriotismo, já que em 1º de agosto foi comemorado o 90º aniversário do exército chinês com um grande desfile militar, e certas ameaças externas, como o escudo antimísseis americano na Coreia do Sul e a incursão de tropas indianas no Tibete, estimularam o sentimento nacionalista.

O próprio Wu Jing, que não tinha feito tanto sucesso com o primeiro filme da série, “Wolf Warriors”, e que teve que vender a casa para financiar a segunda parte, afirma que o nacionalismo é um sentimento que não tinha sido adequadamente explorado no cinema chinês, até agora mais voltado para dramas históricos.

O patriotismo se escondeu durante um tempo, e é um sentimento que tem que ser libertado através de coisas como um filme ou um personagem”, comentou o ator em uma entrevista recente.

O personagem Leng Feng – um nome que lembra Lei Feng, mártir militar da época de Mao – trabalha na África, como muitos chineses, após ser expulso do exército da China, e ali explode uma guerra civil na qual lutará contra rebeldes e mercenários estrangeiros.

O líder dos mercenários e vilão do filme é interpretado pelo americano Frank Grillo, outro sinal claro do patriotismo do filme, que em uma das cenas não hesita em comparar a covardia dos Estados Unidos, que foge da guerra africana, com a coragem chinesa.

Ironicamente, e apesar do distanciamento dos EUA, parte do sucesso do filme é explicado pelo seu claro estilo hollywoodiano, no qual se nota a influência dos cineastas americanos Joe e Anthony Russo, diretores de vários filmes de super-heróis da Marvel e que colaboraram como assessores de Wu Jing.

Os irmãos Russo dão ao filme, parcialmente rodado na África do Sul, o ritmo acelerado do cinema de ação clássico dos EUA, poucas vezes visto nas produções chinesas, e épicas cenas em que Leng Feng luta contra mercenários, drones e tanques, até um final épico no qual, é claro, a bandeira da China é levantada com orgulho.

Em alusão que não se sabe se foi premeditada ou não, o protagonista aparece em uma das cenas de pé e desafiante à frente de um tanque de guerra, algo que fará os ocidentais que assistirem ao filme se lembrarem do herói anônimo dos protestos na Praça da Paz Celestial, mas que não terá o mesmo efeito entre o público chinês, já que a famosa imagem foi censurada durante décadas.

O estilo hollywoodiano permitiu que o filme fizesse muito mais sucesso que o produzido pelo regime chinês recentemente para comemorar o aniversário das forças armadas, “A Fundação de um Exército”, que está em cartaz com uma bilheteria dez vezes menor.

“Wolf Warriors 2” está sendo exibido nas salas chinesas com legendas em inglês, o que parece indicar a intenção de se exportar para outros países o sentimento patriota que encarna, algo que, diga-se de passagem, não agradou a todos os espectadores locais.

É um filme horroroso e irracional, no qual o diretor queria realizar seu sonho infância de ser um herói”, opinou o internauta Qiao Pimian nas redes sociais chinesas. Mas os recordes de bilheteria parecem indicar que a esmagadora maioria dos espetadores chineses discorda do internauta.

Ciberia // ZAP / EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas encontram maior e mais antigo monumento da civilização maia no México

Pesquisadores da Universidade do Arizona (EUA) descobriram a mais antiga construção monumental da civilização maia já encontrada até agora e a maior de toda a história pré-hispânica da região. O estudo, publicado na revista Nature, foi …

Herdeiro da Samsung pode voltar a ser preso

O herdeiro da Samsung, Lee Jae-yong, pode ter de voltar à prisão. Procuradores de justiça da Coreia do Sul pediram nesta quinta-feira (4) uma nova detenção do antigo diretor da gigante como parte de uma …

Escolas ao ar livre criadas para combater a tuberculose no início do século 20

Em 1904, surgia nas proximidades de Berlim a primeira escola ao ar livre do mundo. A Waldschule für kränkliche Kinder havia sido criada por Walter Spickendorff em conjunto com o pediatra Bernhard Bendix e o …

Fígados humanos foram criados em laboratórios e transplantados em ratos com sucesso

Uma equipe internacional liderada por pesquisadores do Departamento de Patologia da Universidade de Pittsburgh (EUA) criou pequenos fígados através de engenharia genética utilizando células da pele humanas, e em seguida os transplantaram com sucesso em …

Governo alemão anuncia pacote de estímulo de 130 bilhões de euros

Merkel afirma que resposta "corajosa" é necessária para impulsionar a economia do país, abalada pela pandemia de covid-19. Medidas anunciadas incluem auxílios à indústria e às famílias e incentivos ao consumo. Os partidos que integram a …

Mark Zuckberg abre guerra contra seus funcionários ao não banir posts de Trump

E eis que Mark Zuckerberg terá semanas agitadas pela frente no que se refere à administração de seus funcionários. Isso porque o CEO e co-fundador do Facebook afirmou na última terça-feira que não fará nada …

Em 24 horas ocorrem 11 terremotos na área do Parque de Yellowstone

O parque nos EUA, conhecido por suas características geotérmicas e vida selvagem, está situado em cima de um supervulcão que, se entrar em erupção, pode causar enorme devastação na Terra. Em 24 horas, em uma área …

Mais uma vez os Simpsons previram tudo que está acontecendo nos EUA agora

Os roteiristas de “Os Simpsons ” ficaram conhecidos por prever diversos acontecimentos mundiais, da eleição de Donald Trump ao final de Game of Thrones. Parece que a bola de cristal da animação voltou a funcionar …

Brasil ultrapassa 30 mil mortes por covid-19

Em novo recorde, país registra 1.262 óbitos em um dia, elevando total para 31.199. Casos confirmados em 24 horas passam de 28 mil, chegando a 555.383. Apenas Reino Unido, Itália e EUA contabilizam mais de …

Suécia vai abrir “CPI da Covid-19” para saber se governo fez bem ao não isolar a população

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Suécia tem ido na contramão de seus vizinhos. O país escandinavo preferiu manter um ritmo quase normal em suas atividades e não impôs o confinamento …