Está explicado por que temos sempre uma narina mais entupida do que outra

Quando estamos gripados, há sempre uma narina que fica mais entupida do que a outra. E, muitas vezes, ao longo do dia, esse entupimento vai alternando entre uma narina e outra. Não é uma mera coincidência! É um processo fisiológico que assegura a saúde do nariz.

A explicação está no chamado Sistema Nervoso Autônomo, que controla funções como a digestão e a frequência cardíaca, que são realizadas sem que pensemos nelas.

No caso do nariz, o Sistema Nervoso Autônomo assegura o que se chama de “ciclo nasal”, ou seja, o “ritmo natural de congestão e descongestão das cavidades nasais nos seres humanos”, como se explica no site Infoescola.com.

Assim, quando uma narina está entupida, há “um congestionamento fisiológico da concha nasal”, devido à ativação seletiva de uma metade do Sistema Nervoso Autônomo pelo hipotálamo”, acrescenta-se na mesma publicação.

O processo passa por um “crescimento do fluxo sanguíneo” que provoca “a congestão em uma narina, durante cerca de três a seis horas, antes de mudar para o outro lado”, segundo nota a médica Jennifer Shu, num consultório médico da CNN.

Mas mesmo sem estarmos constipados, as narinas vão alternando o esforço exigido pelo ciclo nasal. Isso significa que, de duas a quatro horas, uma delas vai “trabalhando” mais, deixando passar mais ar, do que a outra, mesmo sem que percebamos disso.

O funcionamento alternado das duas fossas nasais impede “uma secagem excessiva, crostas e infecções, que são resultados da passagem que está aberta ao fluxo de ar constante, especialmente em regiões do deserto”, explica ainda o Infoescola.

Deste modo, o processo mantém o nariz funcionando na sua plenitude para desempenhar funções importantes como filtrar as partículas que se encontram no ar inalado, para que ele chegue aos pulmões mais limpo, e ajustar a temperatura corporal.

Todavia, a alternância do esforço entre narinas seria também uma forma de refinar o nosso sentido do cheiro.

“Alguns cheiros são mais fáceis de identificar nas correntes de ar mais rápidas na narina ‘aberta’, enquanto outros são melhor detectados nas correntes de ar mais lentas da narina ‘restrita’”, refere o cientista Anthony Warren, CEO da empresa BreatheSimple, que fornece um programa de treino personalizado de saúde respiratória, através de um software para celulares.

Da próxima vez que tiver o nariz entupido, vai certamente pensar na situação de uma outra forma sabendo desses dados, mesmo que esse conhecimento não alivie o incômodo.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Primeiro-ministro renuncia e coloca fim a governo na Itália

Em discurso no Senado, Giuseppe Conte anuncia que vai deixar o cargo e acusa seu vice, Matteo Salvini, por crise na coalizão de governo. Presidente deve decidir sobre convocação de novas eleições. O primeiro-ministro italiano, Giuseppe …

Governo de Hong Kong espera "volta à calma" sem ceder a demandas de manifestantes

A chefe do Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, disse esperar que "uma volta à calma" esteja a caminho no território, depois que a grande manifestação do último domingo (18) acabou sem violência. Depois de …

Cientista americana diz ter certeza que a Terra será atingida por um asteroide

Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após a quase colisão da …

Justiça de El Salvador absolve acusada de homicídio por suspeita de aborto

Promotoria pedia pena de 40 anos de prisão para vítima de estupro que dizia não saber da gravidez até o momento do parto. País da América Central possui uma das legislações mais rigorosas do mundo …

EUA testam míssil após deixarem tratado nuclear

Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira (19/08) que realizaram um teste com um míssil de cruzeiro. Esse é o primeiro teste feito pelo país desde que deixou oficialmente o Tratado de Forças Nucleares de Alcance …

Astrônomos descobrem 39 galáxias antigas movendo-se tão rápido que nem mesmo o Hubble consegue vê-las

Astrônomos da Universidade de Tóquio (Japão) conseguiram detectar 39 galáxias muito antigas, do início do nosso universo, utilizando dados do espectro infravermelho de telescópios submilimétricos. A luz destas estrelas viajou nada menos que 11 bilhões de …

Trump confirma ter interesse em comprar Groenlândia

O presidente dos EUA, Donald Trump, confirmou em entrevista com jornalistas que tem interesse na compra da Groenlândia. O cientista político Vladimir Shapovalov comenta a declaração do líder norte-americano em entrevista ao serviço russo da …

Brexit sem acordo: tempos duros para britânicos, confirma relatório vazado

Segundo documento do governo vazado para imprensa, Reino Unido estará sujeito a meses de caos de transportes e carência de artigos básicos, caso se separe da UE sem um acordo de transição, como propõe o …

Pesquisadores criam adesivos corporais que verificam a saúde

A universidade de Stanford anunciou um novo experimento: adesivos corporais que leem informações a respeito da saúde da pessoa. Basicamente, os adesivos captam os sinais fisiológicos que emanam da pele, e então transmitem essas leituras de …

Bolsonaro se engana e critica Noruega com vídeo dinamarquês

O presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar a Noruega, que anunciou na semana passada a suspensão de repasses ao Fundo Amazônia. O mandatário, cujas políticas ambientais têm sido alvo de críticas internacionais, publicou um vídeo …