Está explicado porque é que cortar cebolas nos faz chorar

Aqui está o verdadeiro motivo pelo qual, quando cortamos cebolas, nos dá vontade de chorar. E, além disso, formas de parar este “pesadelo” da cozinha.

Quando qualquer vegetal é cortado ou quebrado, suas células são rompidas. Como um sistema de defesa, algumas plantas liberam substâncias químicas chamadas polifenóis com cheiro amargo que podem espantar animais famintos que estão tentados a comê-las.

O sistema de defesa da cebola, porém, vai além, e produz uma substância ainda mais irritante, o syn-propanethial-S-oxide, que tem como objetivo impedir que a planta seja consumida por insetos e outros animais.

Essa substância volátil tem o que é chamado de fator lacrimogêneo. Sua volatilidade significa que quando é liberada, ela evapora rapidamente e encontra os nossos olhos rapidamente. Ali ela se dissolve na água que cobre nossos olhos e forma ácido sulfúrico.

Esse ácido irrita a nossa glândula lacrimal, mas a quantidade produzida é tão pequena que é apenas irritante, e não causa estragos no nosso corpo.

A liberação do syn-propanethial-S-oxide era inicialmente creditada à enzima da cebola chamada allicinase, um catalizador biológico que aumenta a velocidade da produção do componente que irrita os olhos. Mas uma outra pesquisa sugere que duas enzimas podem ser necessárias para produzir os efeitos irritantes de olhos.

Essa explicação mais complexa começa com o enxofre que a cebola absorve do solo e armazena em um composto chamado PRENCSO 1. Quando a cebola danificada libera a alicinase, ela reage com o PRENCSO para produzir amônia e o ácido 1-propenilsulfênico.

A segunda enzima, chamada de sintase fator lacrimatório, se transforma no syn-propanethial-S-oxide.

Cebolas mais ardidas que outras

Mas por que algumas cebolas têm efeito mais forte que outras? Há várias possíveis respostas para isso. Uma delas está relacionada à quantidade de enxofre que a cebola absorveu do solo, que depende da qualidade do solo e das condições de crescimento da planta.

Cebolas mais doces tendem a ter menos componentes de enxofre, o que por sua vez significa menos syn-propanethial-S-oxide. Mas também é possível que duas cebolas do mesmo saco sejam mais ou então menos lacrimogêneas.

o alho não produz o mesmo efeito porque tem um componente ligeiramente diferente chamado aliin ou PRENCSO 2, que não se quebra formando a substância que faz o olho arder. Ao invés disso ele produz alicin, que está relacionado aos vários benefícios da ingestão do alho.

Como parar as lágrimas?

Uma solução para resolver o problema das lágrimas seria modificar a cebola através da seleção ou da modificação genética para suprimir a enzima que causa o fator lacrimogêneo. Isso também poderia afetar o gosto do alimento, já que o syn-propanethial-S-oxide está associado ao sabor de cebolas frescas.

Há também soluções mais simples para lidar com o problema. Já que o processo acontece com a ajuda das enzimas, a reação aconteceria mais lentamente se elas fossem danificadas. Uma forma de fazer isso seria mergulhando a cebola em água fervente e logo em seguida em água gelada. Isso desnatura as enzimas e altera a velocidade da reação.

Claro que ferver a cebola antes de tentar cortá-la pode não ser uma boa ideia, já que ela ficaria macia. Outra opção é colocar o vegetal no freezer ou geladeira logo antes de cortá-lo. É importante lembrar, porém, que não é recomendado guardar as cebolas na geladeira porque ela se torna mole e perde o sabor, além de soltar um cheiro desagradável.

O melhor é armazenar as cebolas em um local fresco e protegido da luz, em um local com circulação de ar. Outra solução é impedir que a substância chegue aos seus olhos, usando uma proteção para os olhos ou água corrente.

Ciberia // HypeScience

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Trump fecha acordo e sinaliza fim da "guerra fiscal" com a China

Na última quarta-feira, os Estados Unidos e a China firmaram um acordo que pode ser o primeiro passo para o fim da chamada “guerra comercial” entre as potências. O pacto, que foi anunciado em dezembro do …

YouTube vincula anúncios em vídeos controversos sobre mudanças climáticas

Uma notícia deixou algumas empresas anunciantes do YouTube surpresas. Segundo estudo feito pela Avaaz, a plataforma de vídeos da Google tem vinculado anúncios de grandes companhias em vídeos que têm como propósito desinformar as pessoas …

Premiê renuncia após Putin propor reformas constitucionais

Líder russo propõe pacote de mudanças com as quais, segundo críticos, poderia permanecer no poder após fim do mandato. Premiê Medvedev renuncia com todo o gabinete para "abrir espaço" às reformas. O presidente da Rússia, Vladimir …

Musculação: detonando o grande mito da nutrição para ganhar massa muscular

Dietas com alto teor de carboidratos costumam ser recomendadas como parte de protocolos de exercícios para melhorar a recuperação e aumentar o desempenho. No entanto, pesquisas recentes tem mostrado que os carboidratos talvez não ajudem …

Austrália: aviões jogam alimentos para animais sobreviventes dos incêndios

Os incêndios que ardem por toda a Austrália desde setembro do ano passado vem atingindo e ameaçando a vida dos animais locais não só diretamente – mais de 500 milhões de animais já morreram por …

"Democracia em Vertigem", de Petra Costa, é indicado ao Oscar

A Academia de Artes e Ciências cinematográficas anunciou nesta segunda-feira (13) os indicados ao Oscar. “Democracia em Vertigem”, da brasileira Petra Costa, foi indicado ao prêmio de melhor documentário. "Dois Papas", o filme de Fernando Meirelles …

Arquivos sobre OVNIs poderiam 'danificar seriamente' segurança dos EUA, segundo Marinha americana

Marinha dos EUA considera que abertura de arquivos sobre OVNIs poderia causar sérios danos à Segurança Nacional, enquanto reconhece existência de OVNIs. Enquanto conspiracionistas acreditam que as Forças Armadas americanas utilizam tecnologia alienígena para o desenvolvimento …

Crise do 737 Max faz Boeing registrar perda de produção recorde

Pela primeira vez em décadas, a Boeing terminou o ano com pedidos negativos de produção de aviões comerciais. No final de 2019, a gigante aeroespacial registrou cancelamentos de 87 unidades, o que significa mais baixas …

Temperatura dos oceanos bate recorde em 2019, diz estudo

Calor absorvido pelos mares nos últimos 25 anos equivale ao gerado por 3,6 bilhões de bombas como a de Hiroshima. Aquecimento disparou nas últimas décadas, o que, segundo cientistas, é "prova do aquecimento global". Em 2019, …

Homem é preso em Israel acusado de manter 50 mulheres e crianças como escravos

A polícia israelense prendeu esta semana em Jerusalém um homem acusado de ter mantido dezenas de mulheres e crianças em cativeiro. Essa é a segunda vez que esse judeu ortodoxo, que se apresentava como …