Substituir células no cérebro humano pode ser o fim do Parkinson

A ideia por trás da terapia de reposição celular (TRC) para o Parkinson é simples: a falta de mobilidade é o resultado da disfunção e morte de um tipo específico de célula no mesencéfalo, uma estrutura do sistema nervoso central.

Embora haja outros problemas associados ao Parkinson, a perda progressiva de mobilidade motora é o problema mais facilmente diagnosticado, uma vez que é o mais visível.

Os cientistas estão razoavelmente seguros de que essa falta de mobilidade resulta da deficiência e morte de células produtoras de dopamina em uma área do mesencéfalo chamada substância negra. Então, por que não tentar substituir essas células?

Substituir essas células é um dos três problemas principais que cada pessoa diagnosticada com Parkinson tem que enfrentar.

Os problemas começam com a dificuldade de manter as células remanescentes saudáveis.

Uma vez diagnosticado, a maioria das pessoas já perdeu a produção de 50 a 80% de dopamina no mesencéfalo. O problema é então interromper a progressão da doença, evitando tudo o que possa prejudicar os restantes 20-50% das células, ao mesmo tempo em que se dá ao corpo tudo o que precisa para manter essas células vivas e ativas.

Desses 50-80% de células não produtoras de dopamina, uma porção ainda está viva, apenas não fazem seu trabalho: produzir dopamina. Esta deficiência é o resultado de uma série de fatores inter-relacionados que prejudicam as células e, eventualmente, levam à sua morte.

A maioria dos cientistas acredita que o problema pode ser reduzido ao aglomerado de uma proteína dobrada chamada alfa-sinucleína.

Muitos métodos diferentes estão sendo testados em laboratórios por todo o mundo para limpar esses aglomerados e impedir que outros se acumulem. Mas isso só pode ser parte da história, uma vez que uma grande variedade de outros fatores também leva à morte celular.

Se um paciente consegue resolver os problemas um e dois, podem não ter necessidade de CRT, o tratamento de substituição celular.

A razão para isso é que o doente provavelmente pode resgatar uma parte considerável das células danificadas, mas ainda vivas e, assim, levar a produção de dopamina de volta a um nível que permite o movimento normal. O CRT geralmente será para as pessoas que tiveram Parkinson por um período mais longo e cujas células saudáveis ​​remanescentes juntas com as resgatadas não são capazes de fornecer dopamina suficiente.

No final dos anos 80 e 90, foi visto uma série de ensaios CRT para a doença de Parkinson com resultados mistos. Mas agora há uma compreensão muito melhor do tipo de células a serem usadas, como cultivar e armazenar essas células, como implantá-las e para quem essa terapia seria melhor.

Apesar de todos os progressos, a terapia de reposição celular ainda é muito controversa e repleta de vários problemas técnicos. Felizmente, CRT para Parkinson é um dos únicos campos da ciência médica onde os laboratórios superiores em todo o mundo estão em cooperação.

Um consórcio internacional de laboratórios se reuniu sob um nome que parece que foi arrancado de um filme de super-heróis da Marvel: o GForce-PD. Cada laboratório no GForce-PD visa trazer CRT para Parkinson em ensaios clínicos nos próximos anos.

Ciberia // ZAP

DEIXE UMA RESPOSTA:

Segredos da supernova mais distante já detectada são revelados

Uma equipe internacional de astrônomos confirmou a descoberta da supernova mais distante já detectada – uma enorme explosão cósmica que ocorreu há 10,5 bilhões de anos, três-quartos da idade do próprio Universo. A estrela explosiva, de …

Ficar longe do Facebook aumenta bem estar e autoestima

Todos sabem que a chegada das mídias sociais mudou a forma de se relacionar no mundo. Com a popularização de ferramentas como o Twitter, Instagram e Facebook, as informações se descentralizaram e praticamente todo mundo …

Cientistas descobrem porque os incas tinham "crânios extraterrestres"

A aparência "extraterrestre" dos crânios dos incas, como no filme "Alien", tem suscitado o interesse dos cientistas desde há muito tempo. Investigadores estadunidenses parecem ter encontrado a resposta para este enigma. Muitos povos antigos tinham tradições …

Resultados da Lava Jato garantem bloqueio de US$ 44 milhões no exterior em 2018

O Ministério da Justiça (MJ) informou nesta sexta-feira (23) que, em 2018, as investigações da Operação Lava Jato levaram ao bloqueio de mais de US$ 44 milhões (R$ 142,61 milhões, ao câmbio do dia) no …

Avião hipersônico vai voar de Pequim a Nova York em apenas 2 horas

Os testes aerodinâmicos da versão modernizada da aeronave demonstraram resultados “surpreendentes”. Um grupo de cientistas chineses desenhou um avião ultrarrápido capaz de transportar dezenas de pessoas e toneladas de carga entre Pequim e Nova York em …

Lançamento de satélites da SpaceX é um sucesso

O projeto deverá contar com 12 mil satélites, ou seja, mais que o dobro de todos que já foram enviados ao espaço até então. A SpaceX, recentemente, adiou o lançamento dos satélites experimentais em função da …

Temer afirma que não é candidato à Presidência

O presidente Michel Temer disse nesta sexta-feira que não será candidato à reeleição, e que o decreto para intervir na segurança pública do Rio de Janeiro não foi “jogada eleitoral”. Presidente nega intenções eleitorais na intervenção …

Juíza italiana revela violências de Robinho contra vítima de estupro

A vida de Robinho ganha contornos cada vez mais dramáticos. Condenado em novembro de 2017, acusado de estupro coletivo, o ex-atacante do Santos teve agora os detalhes do crime revelados por uma das juízas responsáveis …

Estudo comprova: antidepressivos são mais eficazes que o placebo

Um estudo recente liderado pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, concluiu que os antidepressivos fazem efeito e que são efetivamente mais ativos do que o placebo na cura dos sintomas de depressão aguda nos …

Brasil quer acordo com a SpaceX para enviar missões ao espaço até 2021

De acordo com rumores recentes, o Brasil pode estar tentando conseguir uma parceria com a fabricante de aviões SpaceX com a finalidade lançar foguetes próprios ao espaço até o ano de 2021. Se o acordo for …