Chineses detectam novos sinais de rádio vindos do espaço

Novas dezenas de rajadas rápidas de rádio foram detectadas pelo maior radiotelescópio esférico do mundo localizado em Guizhou, China, disse especialista à Sputnik Internacional.

O achado foi feito por astrofísicos chineses que estão estudando minuciosamente as características dos sinais de rádio oriundos do espaço, conforme contou em entrevista à Sputnik Internacional o professor da Escola de Astronomia e Ciências Espaciais da Universidade de Nanjing, Yongfeng Huang.

Em agosto passado, o radiotelescópio havia captado as rajadas pela primeira vez. Na ocasião, os sinais foram chamados de FRB121102. No entanto, os sinais já haviam sido captados em 2011.

“Ainda em 2001, astrônomos deram de cara com um fenômeno estranho enquanto analisavam dados gravados por radiotelescópios. Na ocasião os telescópios detectaram por pouco tempo fortes rajadas de ondas de rádio. Embora sua duração fosse um milésimo de segundo, elas eram extremamente intensas“, disse o professor.

Recentemente, o radiotelescópio chinês de Guizhou voltou a registrar dezenas de rajadas rápidas de rádio durante vários dias, segundo Huang.

Origem

Embora não se saiba muito sobre a natureza do fenômeno, alguns pressupõem que as ondas de rádio teriam origem alienígena.

Enquanto isso, por um tempo cogitou-se que as ondas teriam origem na Terra, como já aconteceu em outras vezes. No entanto, a probabilidade de o fenômeno ter origem terrestre foi excluída.

Os cientistas dizem que a brevidade do fenômeno dificulta a coleta de mais informações. Ainda se especula sobre o fenômeno se repetir por milhares de vezes ao dia. “De acordo com as estimativas mais grosseiras, há cerca de 10.000 sinais por dia, no entanto nossos telescópios não registram esses números”, acrescentou o professor Huang.

Ainda segundo o especialista, a humanidade levará de 10 a 20 anos para descobrir a real origem do fenômeno.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância. A usuária da rede social …

Identificada a causa da maior extinção em massa na história da Terra

A vida na Terra tem uma história longa, mas também extremamente turbulenta. Em mais de uma ocasião, a maioria de todas as espécies foi extinta e uma biodiversidade já altamente desenvolvida reduziu para um mínimo …

Cães farejadores de covid: eficazes e baratos, mas esnobados

A Europa está em pânico em meio ao segundo surto de covid-19, com taxas de contágio explodindo e os PIBs despencando. A Bélgica acaba de anunciar que não mais testará cidadãos assintomáticos, mesmo que tenham …

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) …

Tribunal Constitucional da Polônia invalida direito ao aborto por malformação do feto

O Tribunal Constitucional da Polônia invalidou nesta quinta-feira (22) uma disposição que permitia a interrupção voluntária da gravidez (IVG) em caso de malformação do feto. Uma vez que a decisão entre em vigor, apenas o …

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …

2.300 maneiras de prevenir o Covid-19 foram mapeadas por universidade brasileira

Está disponível online a Plataforma das Universidades contra COVID-19 organizada pelo Projeto Ciência Popular e desenvolvida em parceria com a Empresa Júnior de Sistemas de Informação da EACH/USP (Síntese Jr.). Em setembro havia sido publicado o …

Debate nos EUA: Trump não disse nada de novo para reverter vantagem de Biden, diz historiador

O segundo e último debate entre o presidente americano, Donald Trump, e seu rival democrata Joe Biden, nesta quinta-feira (22), em Nashville, foi mais civilizado do que a primeira confrontação entre os dois candidatos …