Detectados misteriosos sinais de rádio de galáxia a 1,5 bilhão de anos-luz

OzGrav, Swinburne University of Technology

Uma equipe de cientistas do Canadá detectou sinais de rádio provenientes de uma galáxia a 1,5 bilhões de anos-luz de distância da Terra.

As rajadas rápidas de rádio, impulsos de energia com duração de apenas alguns milissegundos, são um dos fenômenos mais bizarros do Universo. Essas rajadas foram descobertas pela primeira vez em 2007 e sua origem continua um mistério.

Os pesquisadores do Canadian Hydrogen Intensity Mapping Experiment (CHIME), um radiotelescópio do Observatório Astrofísico de Rádio Dominion, na Colúmbia Britânica (Canadá), captaram 13 desses sinais, incluindo um que se repete regularmente.

Os sinais detectados são explosões rápidas de rádio (FRBs), que consistem em impulsos rápidos e brilhantes.

Apesar de, ao longo dos anos, terem sido detectadas 60 rajadas rápidas de rádio, essa é apenas a segunda vez na história que é detectado um sinal repetitivo, adianta o Independent. “O repetidor“, como foi batizado, e os outros 12 sinais têm a frequência de rádio mais baixa já detectada, mas são também os mais brilhantes.

“Até agora, havia apenas um FRB repetido conhecido. Saber que há outro sugere que pode haver mais por aí. E com mais repetidores e mais fontes disponíveis para estudo, somos capazes de entender esses enigmas cósmicos – de onde vêm e o que os causa”, afirmou Ingrid Stairs, membro do CHIME.

Ainda não há certezas quanto à origem do sinal, o que propicia várias especulações. Dessa forma, há teorias que apontam para uma região particularmente turbulenta da galáxia ou uma explosão de estrelas.

Ao The Guardian, o ​​​​​​​professor Avi Loeb, do instituto Harvard-Smithsonian, confessou estar convencido de que poderia ser uma transmissão de civilizações alienígenas lançada no espaço e que, por enquanto, não se podem excluir hipóteses. Apesar disso, as causas permanecem desconhecidas.

Os pesquisadores identificaram 13 explosões no período de três semanas e pelo menos sete apresentavam uma frequência de 400 MHz. No entanto, admite-se que o aparelho tenha deixado passar algumas com frequência mais baixa.

“Qualquer que seja a origem dessas ondas de rádio, é interessante ver a amplitude de frequência que podem produzir”, afirmou Arun Naidu, astrônomo da Universidade de McGill.

Os autores do artigo, publicado recentemente na Nature, defendem que a existência de dois sinais repetidos sugere que existiria uma “população substancial” de sinais repetidos, e também ajuda os cientistas a entender o que os diferencia dos sinais únicos, fornecendo mais dados sobre sua origem.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Revelada consequência grave da COVID-19 mais frequente do que se acreditava

Novo estudo revelou que os pacientes com COVID-19 que foram internados em unidades de terapia intensiva (UTI) têm mais possibilidade de desenvolver deficiências cognitivas contínuas. O estudo de quase 150 pacientes internados no início da pandemia …

Fundo de Bill Gates investe US$ 50 milhões em robôs agricultores que poupam água

A startup norte-americana Iron Ox recebeu um aporte de US$ 53 milhões (R$ 280,5 milhões) para melhorar sua tecnologia de robôs usados na agricultura e que consomem 90% menos água que plantações tradicionais. O dinheiro veio …

Bolsonaro pede à população que tome banho frio e evite elevador

O presidente Jair Bolsonaro pediu nesta quinta-feira (23/09) à população que tome banho frio e evite usar o elevador para economizar energia elétrica. "Aqui são três andares. Quando tem que descer, mesmo que o elevador esteja …

A incrível descoberta que indica presença humana nas Américas muito antes do que se pensava

Novas descobertas científicas apontam que humanos chegaram às Américas pelo menos 7 mil anos antes do que se estimava anteriormente. As pesquisas em torno do momento em que o continente americano passou a ser povoado a …

Mianmar: Justiça americana ordena quebra de sigilo do Facebook para investigar ameaças contra rohingyas

Um juiz americano ordenou ao Facebook que divulgue os arquivos de contas ligadas de membros do exército birmanês e de milícias budistas que perseguiram a minoria Rohingya em Mianmar. A decisão, que encontra resistência …

Eduardo Bolsonaro está com covid-19

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, está com covid-19. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (24/09) por vários sites brasileiros de notícias. O próprio Eduardo teria confirmado seu diagnóstico ao portal …

Covid: o que alta em internação de idosos revela sobre efetividade da vacina e 3ª dose

As últimas estatísticas de casos, internações e mortes por covid-19 no Brasil trazem uma conclusão importante: as vacinas funcionam e protegem contra as formas graves da doença, mas algumas pessoas mais vulneráveis realmente precisam tomar …

Líder separatista catalão Carles Puigdemont é detido na Itália

Carles Puigdemont, que foi presidente do governo regional catalão durante a declaração de independência frustrada de 2017, foi detido na ilha italiana da Sardenha (oeste) nesta quinta-feira (23) após quatro anos foragido da justiça …

Por que as drogas psicodélicas estão mais perto do mercado convencional

O aumento da permissão de uso de psicodélicos como terapia promete transformar a forma como vemos o extraordinário. Foi em 1971 que Rick Doblin usou LSD pela primeira vez. Era uma tarde de sábado na Flórida, em …

Covid-19: EUA autorizam 3ª dose da vacina da Pfizer para idosos e grupos de risco

Os Estados Unidos autorizaram nesta quarta-feira a aplicação de uma terceira dose da vacina contra a covid-19 da Pfizer para maiores de 65 anos, pessoas com alto risco de contrair uma forma grave da …