O mundo pode ficar sem água até 2050

Um relatório da gigante multinacional Nestlé elaborado em 2009 e recentemente disponibilizado na página WikiLeaks revela uma situação preocupante: o Mundo está ficando sem água. Essa pesquisa foi enviada para oficiais do governo estadunidense em caráter secreto.

A empresa considerou como limite global sustentável máximo o consumo de 12.500 quilômetros cúbicos de água potável por ano – em 2008, foi registrado o uso de 6.000 quilômetros cúbicos -, mas ao que parece, o aumento da demanda tornará impossível a manutenção dessa quantidade.

Os principais responsáveis pelo grande aumento do consumo da água são a crescente população a nível mundial, a intensificação do consumo de carne e as novas demandas de biocombustível.

A Nestlé acredita que cerca de um terço do mundo irá sofrer com a escassez de água em 2025 e os problemas serão mais severos nas regiões do Oriente Médio, norte da Índia, norte da China e oeste dos Estados Unidos.

Uma verdadeira catástrofe está prevista para 2050, quando a falta de água será global.

Para evitar que o consumo de água potável se intensifique ainda mais, a companhia sugere três medidas:

  • a criação de um mercado virtual para controle do recurso (bastante conveniente se considerarmos que seria a própria Nestlé uma das principais empresas a atuar no mercado);
  • eliminação de subsídios e medidas preferenciais dadas à produção de biocombustíveis; adoção geral de plantas modificadas geneticamente que requeiram menos água em sua manutenção
  • liberalização do comércio da agricultura por todo o globo (o que também resultaria em grandes vantagens para os produtores gigantes).

O Banco Mundial confirma a existência de uma crise sem precedentes, causada pelo aumento populacional e econômico, revelando que, atualmente, cerca de 1,6 bilhões de pessoas enfrentam a escassez de água – número que pode dobrar até 2025.

Hoje, 70% do consumo de água é destinado para a agricultura e para atender a uma população que chegará a 9 bilhões em 2050 será preciso aumentar a produção em 40% – o que significará 15% a mais no fornecimento de água -, isso sem falar na necessidade de se gerar mais energia elétrica.

Um relatório publicado em maio deste ano revela que as mudanças climáticas serão responsáveis pela piora da escassez de água, podendo custar, para algumas regiões, o equivalente a 6% de seu PIB, resultando em processos de migração e conflitos, os quais podem também se intensificar por conta do aumento do preço de alimentos.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Viagem tripulada a Marte seria melhor com passagem por Vênus, afirmam astrônomos

De acordo com cientistas norte-americanos, cálculos das órbitas entre a Terra e Marte os levaram a concluir que tais viagens seriam mais rápidas, eficientes, e permitiriam estudar os dois planetas. Uma viagem da Terra a Marte …

EUA: Suprema corte autoriza a divulgação de documentos financeiros de Trump

A Suprema Corte dos Estados Unidos impôs uma grande derrota a Donald Trump, ao decidir que um procurador de Nova York tem direito de acesso a vários documentos financeiros do presidente, incluindo declarações de …

O fenômeno "água morta", observado a mais de cem anos, é finalmente explicado

Finamente uma equipe com especialistas de múltiplas áreas CNRS e da Universidade de Poitiers, ambas na França, decifrou a misteriosa ocorrência pela primeira vez. O estranho é fenômeno que desacelera navios ou faz que eles parem …

Pode mesmo haver vida nas nuvens de Vênus, dizem cientistas

Quem gosta de astronomia não deve saber que Vênus não é o mais habitável dos planetas. Com temperaturas em torno de 470ºC e com uma atmosfera formada por dióxido de carbono e nitrogênio noventa vezes …

Cientistas rebatem decisão da China de coletar DNA de homens e meninos

Um relatório que revelou que a China está coletando DNA de milhões de pessoas para ajudar a solucionar crimes. Essa informação tem levantado preocupações entre os pesquisadores sobre privacidade e consentimento, sob o argumento de que …

China revela análise de substância estranha encontrada na Lua em 2019

Em julho de 2019, a equipe da missão chinesa Chang'e 4 encontrou uma substância estranha na Lua. A descoberta foi anunciada em agosto do mesmo ano, chamando a atenção da comunidade científica, mas nada foi …

Cientistas alertam OMS para transmissão aérea do coronavírus além de dois metros

A transmissão aérea do novo coronavírus interpela os especialistas desde o início da pandemia. Nessa segunda-feira, um grupo de 239 cientistas alertou as autoridades de saúde do mundo inteiro, e em particular a OMS, …

Governo tem que tirar garimpeiros de terras yanomami em 15 dias para começar a enfrentar covid-19 em áreas indígenas

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou que o Governo Federal deveria retirar os garimpeiros das terras yanomami de Roraima como medida para conter o avanço do novo coronavírus nos territórios indígenas. A decisão liminar …

Encontrada a origem da vida no universo

Uma estrela morre por segundo no universo. Mas esses objetos estelares não somem totalmente, algo sempre fica para trás. Certas estrelas entram em supernova, que geram um buraco negro ou uma estrela de nêutrons, enquanto a …

Bolsonaro afirma que está com covid-19

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (07/07) que seu exame para detectar a covid-19 teve resultado positivo. Bolsonaro, de 65 anos, se submeteu ao exame na segunda-feira, após dizer que estava sentindo sintomas leves da …