O protesto de modelo contra ‘camisas de força’ em desfile da Gucci em Milão

Ayesha Tan-Jones, modelo da Gucci, fez um protesto silencioso no domingo (22/09) durante o desfile da marca na Semana de Moda de Milão.

O alvo da manifestação era o uso “ofensivo e insensível” de macacões brancos que lembravam camisas de força no desfile.

Tan-Jones, que se identifica como não-binário (que não pertence a um gênero exclusivamente), levantou os braços na passarela para mostrar a mensagem que tinha escrito na palma das mãos: “Saúde mental não é moda”.

“Como artista e modelo, que enfrentou suas próprias batalhas com a saúde mental, assim como familiares e entes queridos com depressão, ansiedade, bipolaridade e esquizofrenia, é ofensivo e insensível uma grande marca, como a Gucci, usar imagens assim como um conceito de moda fugaz“, escreveu Tan-Jones em sua conta no Instagram após o desfile.

A Gucci afirmou, por sua vez, que os estilistas tinham a intenção de representar “como o poder é exercido, por meio da moda, para eliminar a “.auto-expressão Segundo Tan-Jones, o estima associado aos problemas de saúde mental precisa acabar.

“As camisas de força são símbolo de uma época cruel na medicina, quando as doenças mentais não eram compreendidas, e os direitos e liberdades das pessoas eram tirados delas, enquanto eram abusadas ​​e torturadas nas instituições”, explicou.

É de mau gosto para a Gucci usar imagens de camisas de força e roupas que aludem a pacientes mentais, apresentados em uma passarela como se fossem pedaços de carne em uma fábrica.”

Em outra postagem na segunda-feira, Tan-Jones acrescentou que, juntamente com outras modelos que participaram do desfile, iria doar parte do cachê pago pela Gucci a instituições beneficentes de saúde mental.

“Muitas modelos da Gucci que participaram do desfile se sentiram como eu em relação a essa representação das camisas de força e, sem o apoio delas, eu não teria coragem de sair e protestar pacificamente“, declarou.

Em resposta, a Gucci afirmou que o figurino foi idealizado para ser uma espécie de contraponto às peças coloridas da coleção primavera/verão 2020. E informou que as roupas em questão, criadas para o desfile, não serão colocadas à venda nas lojas.

O protesto de Tan-Jones acontece poucos meses depois de a Gucci nomear Renée Tirado como chefe do seu recém-criado departamento de diversidade, motivada por dois incidentes polêmicos.

Em fevereiro, a grife foi obrigada a tirar de circulação um suéter considerado racista. A peça — que estava sendo vendida por US$ 890 (cerca de R$ 3,7 mil) — tinha uma balaclava preta, que cobria parte do rosto, e uma grande boca vermelha. De acordo com os críticos, o suéter se assemelhava ao chamado blackface, fazendo uma representação caricatural dos negros.

Em maio, a marca foi acusada de apropriação cultural por lançar um turbante de US$ 790 (cerca de R$ 3,3 mil) que lembrava os usados pelos sikhs. “O turbante sikh não é apenas um acessório de moda, é um artigo religioso sagrado da fé”, criticou pelo Twitter a Sikh Coalition, com sede nos EUA, na ocasião.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …