“O que vai curar a economia é a vacinação”, diz economista do setor de comércio brasileiro

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) reduziu a previsão de crescimento do setor mesmo com o início da vacinação. Para discutir a questão, a Sputnik Brasil conversou com Fábio Bentes, economista-chefe da CNC, que explicou os fatores que influenciaram a redução.

Apesar da iminência do início da vacinação no Brasil, a CNC publicou, na sexta-feira (15), uma redução de sua previsão de crescimento do setor do comércio, em 2021, de 4,2% para 3,9%.

Para Fábio Bentes, economista-chefe da CNC, a vacinação deve melhorar as vendas do setor em relação a 2020, mas o tempo para alcançar a imunização da população desacelera a previsão de crescimento. Segundo ele, a vacinação é fundamental para que o comércio retome o ritmo.

“O grande problema é que esse é um processo lento [a vacinação]. Não só no Brasil, mas em diversas regiões do mundo. A gente sabe que o que vai curar a economia, o consumo, de modo geral, e vai fazer com que a economia volte a crescer, vai ser a eficiência do processo de imunização. E esse é um processo lento mesmo”, afirma o economista em entrevista à Sputnik Brasil.

No domingo (17), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) liberou o uso emergencial das vacinas CoronaVac e Covishield no Brasil. O processo de vacinação começou em São Paulo no mesmo dia e se estendeu para alguns estados nesta segunda-feira (18), priorizando grupos vulneráveis.

Bentes afirma que o processo de recuperação da economia está diretamente ligado à capacidade de produção e distribuição da vacina nos países e explica que dois fatores causaram a revisão da previsão de crescimento do comércio brasileiro pela CNC.

“Primeiro, a gente teve o fim do auxílio emergencial, que foi tão importante para a surpreendente recuperação do varejo no ano passado, especialmente na segunda metade do ano, e a gente tem diante do recrudescimento da pandemia, a edição de novos decretos de fechamento de atividades consideradas não essenciais”, explica Bentes.

Desde o final de 2020, a pandemia avança em todo o Brasil, que voltou a registrar recordes de óbitos e casos de COVID-19. Em alguns locais, como na cidade de Belo Horizonte ou no estado de São Paulo, durante as festas, a multiplicação dos casos fez com que os governos decretassem o fechamento do comércio.

O caso mais recente é o do Amazonas, cujo sistema de saúde entrou em colapso na quinta-feira (14) com a falta de oxigênio nas unidades hospitalares.

Fábio Bentes recorda que os efeitos da pandemia sobre o comércio têm reflexos diretos sobre o desemprego no país, que segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), está em níveis recordes – 14,6% da população.

“O comércio é a segunda atividade econômica que gera maior número de empregos, só fica atrás do setor de serviços. Mais de 20% da força formal de trabalho no país é empregada no comércio. Claro, se você tem um ritmo da atividade comercial mais fraco no início do ano, mais lento, isso faz com que as contratações se deem em um ritmo aquém do desejado”, aponta o economista-chefe da CNC.

Bentes explica ainda que o desempenho do comércio está ligado diretamente ao mercado de trabalho. Segundo ele, quanto mais pessoas empregadas, mais a renda do trabalhador flui para o setor, um fluxo que está sendo prejudicado também pelo avanço da inflação no final de 2020. Ainda segundo o IBGE, o IPCA registrou avanço de 1,35% em dezembro do ano passado.

“A gente pode dizer que o varejo pode até comemorar o ano de 2020, porque as perspectivas antes do segundo semestre eram altamente negativas. […] Só que a gente, infelizmente, não pode garantir que esse cenário de recuperação esteja consolidado, porque os números da pandemia são muito preocupantes ainda. O que a gente precisa é implementar um sistema eficiente, um programa eficiente, de imunização da população para que a gente não incorra em novas perdas ao longo dessa primeira metade de 2021″, avalia.

Ciberia // Sputnik

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Por que iceberg do tamanho do Rio de Janeiro que se desprendeu da Antártida anima cientistas?

Um iceberg gigante de cerca de 1.270 km² (a cidade do Rio de Janeiro tem 1.255 km²) quebrou e se desprendeu da Antártida, gerando euforia na comunidade científica. Na sexta-feira (26/2), instrumentos na superfície da plataforma …

Coronavírus: Por que vacinação sem lockdown pode tornar Brasil 'fábrica' de variantes superpotentes

O cenário atual no Brasil, que combina início da vacinação com transmissão descontrolada da covid-19, pode tornar o país uma "fábrica" de variantes potencialmente capazes de escapar por completo da eficácia das vacinas. Esta é …

Esquema de venda de vacinas falsas da COVID-19 é descoberto pela Interpol

Na última quarta-feira (3), autoridades da África do Sul apreenderam centenas de vacinas falsas da COVID-19, esquema que já havia sido alertado pela Interpol devido às disputas pelo imunizante no mundo inteiro. No país africano, foram …

Egito descobre cemitério de 2 mil anos com 600 cães e gatos

Pesquisadores poloneses encontraram cerca de 600 restos mortais de animais em um cemitério de dois mil anos, no Egito. De acordo com os cientistas, os corpos encontrados na necrópole são de gatos (cerca de 90% deles), …

Nova superterra encontrada pode dar pistas sobre vida fora do Sistema Solar

Um novo exoplaneta detectado orbitando uma estrela relativamente perto do nosso Sistema Solar, pode potencialmente ajudar a resolver enigmas sobre vida alienígena. Um exoplaneta com uma massa 2,8 maior do que a da Terra designado Gliese …

China anuncia meta de crescimento econômico mais modesta na abertura do Congresso Nacional do Povo

A reunião anual do Congresso Nacional do Povo da China foi aberta nesta sexta-feira (5), em Pequim, com o tradicional discurso do primeiro-ministro do país, Li Keqiang. O líder anunciou um objetivo de crescimento …

Análogo de Buraco negro de laboratório se comporta como Stephen Hawking previu

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia Technion-Israel tentaram confirmar duas das previsões mais importantes de Hawking, que a radiação hawking surge do nada e que não muda de intensidade ao longo do tempo, o que significa …

SP concentra 40% dos feminicídios com 200 mortes, diz estudo do Observatório de Segurança

A Rede de Observatórios da Segurança publicou seu relatório de dados sobre a violência contra a mulher do ano de 2020. O boletim, que traz números de cinco estados (SP, RJ, PE, CE e BA), mostrou …

Em pior momento da pandemia, Bolsonaro critica 'mimimi' e diz que brasileiro tem que enfrentar vírus

Um dia após o registro de novo recorde diário de mortes pela covid-19 no país, o presidente Jair Bolsonaro deu uma série de declarações dando a entender que o choro pelas vítimas é "frescura" e …

89% dos norte-americanos veem a China como inimiga ou concorrente

A maioria dos norte-americanos não vê a China como parceira e expressa preocupações crescentes sobre o histórico de direitos humanos e as práticas econômicas de Pequim, revelou uma nova pesquisa do Pew Research Center nesta …