Cientistas observam os resultados da colisão de exoplanetas

NASA/SOFIA/Lynette Cook

Durante estudo do sistema estelar BD +20 307, há dez anos, cientistas viram muita poeira quente. Recentemente, ainda mais desse material foi encontrado nas proximidades, quando foi usado o SOFIA, um telescópio posicionado em avião, comandado pela NASA e pelo Centro Aeroespacial Alemão (DLR).

Essa observação revelou que o brilho infravermelho dos detritos aumentou mais de 10%. Isso pode significar que os astrônomos estão vendo os resíduos de uma colisão relativamente recente, provocada pelo impacto de corpos do tamanho de planetas.

O sistema de duas estrelas está a mais de 300 anos luz da Terra, com estrelas que têm pelo menos um bilhão de anos. A poeira quente de sistemas como esse e o nosso sistema solar, deveriam ter desaparecido há muito tempo.

Estudar detritos circundando estelares ajuda os cientistas a entender como o sistema de exoplanetas evolui, mas também a ampliar a compreensão da história do nosso sistema.

Evidências de uma colisão recente

Os resultados publicados no Astrophysical Journal confirmam que pode ter ocorrido relativamente recentemente uma grande colisão entre exoplanetas rochosos.

Esse tipo de colisão pode mudar sistemas planetários. Acredita-se que uma colisão entre um corpo do tamanho de Marte e a Terra, 4,5 bilhões de anos atrás, criou detritos que, eventualmente, formaram a Lua.

Utilizar a observação com infravermelho, como do SOFIA, é essencial para encontrar pistas ocultas em poeira cósmica. Porque, quando utilizado o infravermelho, esse sistema é muito mais brilhante do que o esperado a partir da observação apenas das estrelas.

Esse brilho extra é proveniente da poeira de detritos, e não pode ser visto em outros comprimentos de onda. Embora diversos mecanismos possam fazer com que a poeira espacial brilhe mais, uma colisão planetária pode provocar uma grande quantidade de poeira de forma muito rápida.

Outras possíveis causas seriam a absorção do calor das estrelas ou a aproximação delas, mas isso não poderia acontecer em apenas dez anos, como no caso observado. A equipe ainda analisa dados para ver se há mais alterações no sistema.
A formação de planetas

A formação de planetas

Quando as partículas de poeira que circunda uma estrela jovem ficam juntas e crescem ao longo do tempo, é formado um planeta. Os detritos da formação de um novo sistema planetário, em geral, ficam em regiões distantes e frias, como o Cinturão de Kuiper, que fica além de Netuno no nosso sistema solar.

Conforme os sistemas estelares evoluem, as partículas de poeira continuam a colidir. Com o passar do tempo elas ficam suficientemente pequenas e são expulsas do sistema ou atraídas para dentro da estrela.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ataque com faca deixa três mortos em Nice, na França

Mulher é decapitada dentro de igreja e mais duas pessoas são mortas com golpes de faca. Segundo prefeito, agressor teria repetido "Allah Akbar". Atentado ocorre em meio a tensões devido a caricaturas do profeta Maomé. Ao …

Trabalhador encontra carta secreta de 1941 escondida em teto de igreja

A igreja de Saint James, na Antuérpia, é um dos locais históricos mais importantes da cidade belga. Há séculos, ela costuma ser uma das paradas para peregrinos que vão até Santiago de Compostela visitar o …

É possível que o Covid-19 esteja envelhecendo o cérebro de pacientes em 10 anos

Além de poder prejudicar o seu coração o Covid-19 pode afetar o seu cérebro. Os efeitos cognitivos do coronavírus podem durar meses em certos casos, de acordo com os pesquisadores. Pessoas se recuperando do COVID-19 podem …

Nokia é a marca de Android mais durável e segura, aponta pesquisa

A Counterpoint Research divulgou um novo relatório sobre o índice de confiabilidade das fabricantes de smartphones e destacou o desempenho da HMD/Nokia, que liderou o ranking pelo segundo ano. Em resumo, a empresa foi a …

Rejeição à França aumenta no mundo islâmico

Após governo Macron sair em defesa do secularismo e iniciar ofensiva contra o islã radical, líderes como o presidente turco Erdogan passam a insuflar suas populações como forma de distração de problemas internos. Na esteira do …

Meteoro explode no céu e causa tremor em cidades da Bahia

Um meteoro brilhou nos céus de algumas cidades da Bahia nesta segunda-feira (26). O bólido (nome que recebem os meteoros que explodem na atmosfera terrestre tornando-se extremamente brilhantes), foi detectado e registrado por câmeras de …

O salmão consumido no Brasil está acabando com a costa chilena

Comer em um rodízio de japonês pode soar como uma ótima ideia para quem gosta das iguarias orientais. O que muita gente não sabe é que o salmão comprado como matéria prima em restaurantes do …

Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses

A NASA tem como meta enviar a primeira tripulação humana para Marte em 2030, e certa inovação poderá fazer a jornada de mais de 64 milhões de quilômetros em apenas três meses, em vez de …

Imunidade ao coronavírus 'diminui rapidamente' em assintomáticos, diz estudo britânico

Um estudo britânico publicado nesta terça-feira mostra que a imunidade adquirida por pessoas curadas do novo coronavírus "diminui muito rapidamente", especialmente em pacientes assintomáticos e, em certos casos, pode durar apenas alguns meses. O trabalho …

Senado dos EUA aprova indicada de Trump para Suprema Corte

A poucos dias das eleições americanas, Amy Barrett é confirmada para a vaga por 52 votos a 48. Conservadora e católica devota, ela substitui Ruth Bader Ginsburg, uma das mais célebres figuras progressistas do tribunal. O …