Oceano Atlântico cresce e Pacífico encolhe. Ciência tem nova resposta para fenômeno

Durante a era paleozoica, entre 200 a 540 milhões de anos atrás, o planeta Terra possuía somente um único e imenso continente – a Pangeia, rodeada por um único oceano, intitulado Pantalassa.

Depois de uma série de terremotos e atividades vulcânicas, esse continente começou a se quebrar, se separar e se mover, formando hoje os territórios que conhecemos – nos quais vivemos.

Acontece que as 12 principais placas tectônicas da Terra seguem se movendo, e seria por isso, por exemplo, que a distância entre o Brasil e a África aumenta, segundo estimativas, cerca de 2 centímetros por ano.

E também se cria que esse era o motivo pelo qual a cada ano o Oceano Atlântico aumenta enquanto o Pacífico diminui, mas um novo estudo abriu novas possibilidades de compreensão desse imenso e ancestral movimento em nosso planeta.

Dados obtidos por 39 sismógrafos posicionados no fundo do oceano apontam para um outro importante personagem nesse processo de “separação” entre as Américas, a Europa e a África: a Dorsal Mesoatlântica – uma imensa cordilheira localizada justamente em meio ao atlântico, no ponto equidistante que separa os continentes.

Trata-se de uma cadeia de montanhas que se estende da Islândia até o sul da África por 16 mil quilômetros com mais de 1.500 quilômetros de largura em alguns pontos que, quando surge acima da superfície, formam ilhas como os Açores e Tristão da Cunha.

O que o estudo revela, no entanto, é que em alguns pontos dessa cordilheira subaquática há pontos onde o material do interior da Terra aparece – e que atua como uma cunha ou um instrumento para calçar e separar essas rochas e, assim, ajudando a precipitar o movimento dos continentes.

O fenômeno se daria em rochas de mais de 600 quilômetros de profundidade, em ponto localizado entre o núcleo terrestre e a crosta, e a descoberta reverte a antiga teoria de que a Dorsal Mesoatlântica não teria participação relevante no movimento.

Os sismógrafos detectaram ao longo de um ano alguns movimentos no manto terrestre, que confirmaram o surgimento do material do interior da Terra. “Esses resultados lançam uma nova luz sobre nossa compreensão de como o interior da Terra está conectado às placas tectônicas”, afirmou Matthew Agius, principal autor do estudo e sismólogo da Università degli studi Roma Tre, na Itália.

Até então não havia uma explicação conclusiva sobre a continuidade da separação, normalmente apontada como fenômeno somente gravitacional. A descoberta pode impactar também estudos sobre diversos processos químicos e ainda trocas de calor no planeta. Ainda que apontem a importância da descoberta, especialistas sugerem que a novidade seja vista ainda com cautela, por se tratar de uma observação em porção pontual da Dorsal, sem deixar claro se o fenômeno ocorre ao longo da cordilheira.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ferido em tiroteio, Presidente do Chade morre depois de 30 anos no poder

O Presidente do Chade, Idriss Déby Itno, no poder há 30 anos, morreu nesta terça-feira (20) em decorrência de ferimentos que sofreu no fim de semana, quando comandava uma operação do Exército no combate …

O que acontece com as doses das vacinas AstraZeneca e Janssen que países europeus decidiram não usar?

Enquanto alguns países lutam para obter mais vacinas, outros se perguntam o que fazer com as doses que encomendaram, mas não usarão mais por causa de preocupações com sua segurança. Vários países restringiram o uso das …

Flávio Bolsonaro trabalha com nome favorito para indicação ao STF, diz jornal

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, é o nome preferido de Flávio Bolsonaro para ser o próximo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com a jornalista Bela Megale, do jornal …

Greta Thunberg doa 100 mil euros a consórcio de vacinas

A ativista do clima sueca Greta Thunberg anunciou nesta segunda-feira (19/04) que a fundação que leva seu nome doará 100 mil euros ao consórcio Covax Facility, um programa apoiado pelas Nações Unidas que visa um …

Nasa faz história com primeiro voo de helicóptero direto de Marte

A Agência Espacial dos EUA (NASA) conseguiu executar o primeiro vôo do helicóptero Ingenuity, um pequeno robôzinho voador que vai pairar pela atmosfera de Marte. A máquina conseguiu levantar aos ares do planeta vermelho nessa segunda-feira …

NASA lança telescópio para captar partículas da borda do Sistema Solar

Todo o Sistema Solar está à deriva em um aglomerado de nuvens, uma área limpa por antigas explosões de supernovas. Os astrônomos chamam essa região de Bolha Local. Uma nova missão da agência espacial norte-americana NASA …

Depressão pode ser diagnosticada com um simples exame de sangue

Um exame recém-desenvolvido que monitora biomarcadores sanguíneos ligados a distúrbios de humor poderia levar a novos métodos de diagnosticar e tratar a depressão e o transtorno bipolar, com um simples exame de sangue. Embora a depressão …

EUA aplicaram vacina contra covid-19 em mais da metade dos adultos

Governo americano afirma que quase 130 milhões de pessoas com mais de 18 anos receberam pelo menos uma dose do imunizante contra o coronavírus no país. Mais da metade de toda a população adulta dos Estados …

Covid: Variante acelera intubação de jovens e SP orienta procurar ajuda no 1º dia de sintomas

O avanço da variante P.1, descoberta em Manaus em janeiro, levou a cidade de São Paulo a mudar sua orientação para todos aqueles que forem infectados por coronavírus. Agora, eles devem procurar uma unidade de …

Nepal vê população de rinocerontes aumentar com queda de turismo por pandemia

O Nepal está vendo um crescimento em sua população de rinocerontes. O país abriga boa parte dos dos rinos com um chifre só e eles estão ameaçados de extinção. O país observou que, durante a pandemia …