Para Le Figaro, “Neymar está em busca do tempo perdido”

A imprensa francesa desta sexta-feira aproveitou o retorno de Neymar a Paris e aos treinos nessa quinta-feira, para abordar o futuro do jogador do PSG. “Neymar em busca do tempo perdido” é o título de um artigo publicado pelo Le Figaro.

O jornal consevador diz que o futuro do atacante brasileiro é incerto e que a atuação dele, tanto no PSG quanto na Seleção em 2020, é aguardada com expectativa.

Le Figaro diz que o retorno ao inverno e aos dias cinzentos parisienses poderia alimentar uma saudade legítima, após as festas de final de ano no verão brasileiro, ao lado da família e dos amigos. Mas a melancolia não tem mais espaço quando se trata de Neymar, “craque que tem a imagem ofuscada e tenta recuperar o tempo perdido”, afirma o texto.

Para o jogador mais caro do mundo, comprado por € 222 milhões do Barcelona há dois anos, 2019 vai ficar na memória como uma péssima lembrança. O ano que termina foi marcado por contusões, uma acusação de estupro, uma briga com um torcedor no Stade de France e o desejo de deixar o clube francês, lembra o diário.

Luz no fim do túnel

Mas a luz começa a aparece no fim do túnel. Depois das manifestações hostis dos torcedores do PSG, indignados com os caprichos e as declarações deselegantes do atacante durante o verão, o brasileiro parece ter dado a volta por cima no segundo semestre, graças a seu desempenho brilhante em campo.

Em 12 jogos, ele marcou nove gols e fez 6 passes decisivos, além de mostrar um bom entrosamento com o francês Mbappé e com o argentino Icardi.

A estratégia de comunicação do atacante também ajudou na reconquista dos torcedores. “Darei tudo em campo para que o PSG triunfe” garantiu Neymar recentemente à imprensa francesa, cita Le Figaro. Na mesma entrevista, o craque brasileiro evitou falar do futuro.

Por que falar em partir? Ainda tenho dois anos de contrato e a equipe continua a progredir”, declarou. O “individualismo não tem espaço no futebol” é o atual mantra de Neymar, novo defensor do jogo coletivo, completa o texto.

Mas apesar de todas essas declarações, as especulações continuam na Espanha sobre sua volta ao país. Neymar não teria abandonado a ideia de vestir de novo a camisa do Barcelona, ainda sonha e estaria negociando sua transferência para a Catalunha, onde seu nome é bem cotado.

Só uma coisa poderia incitá-lo a ficar em Paris, acredita Le Figaro: um primeiro sucesso do PSG na Liga dos Campeões. Eliminado sempre nas oitavas de final da competição, o clube francês espera que seu atacante vedete esteja, desta vez, em forma e consiga acabar com a maldição.

Reconquista do Brasil

O Brasil conseguiu levantar a Copa América sem ele, em 2019, após 12 anos de espera, alfineta o artigo. Mas, como haverá uma nova edição da competição americana em 2020, na Argentina e na Colômbia, o santista terá a ocasião de dar a volta por cima também com a seleção. Os torcedores brasileiros tinham deixado de apoiar o jogador desde seu triunfo nas Olimpíadas há quatro anos, salienta o artigo.

A mudança de comportamento do atacante foi ressaltada pelo Le Parisien. O diário destacou que ao contrário da pausa do meio do ano, quando ficou uma semana a mais de férias que os outros jogadores do PSG, Neymar voltou ontem ao trabalho como prometido, junto com todo mundo, e com um novo corte de cabelo oxigenado.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Criador do Novichok aponta falta de principais sintomas da substância em Navalny

Leonid Rink não considera convincente a evidência apresentada pela Alemanha sobre o alegado uso do Novichok contra o opositor russo, pois, se isso tivesse acontecido, os efeitos teriam sido diferentes. Podem ter sido encontrados vestígios de …

Este pode ser o 1º planeta descoberto em outra galáxia, a 23 milhões de anos-luz

Astrônomos encontraram um candidato a planeta localizado em outra galáxia, bem longe da Via Láctea, em uma região de intensa atividade caótica. Este mundo distante parece ser um pouco menor do que Saturno e orbita um …

EUA: Trump causa alvoroço ao recusar transição pacífica caso perca as eleições

Donald Trump tensionou a classe política nos Estados Unidos ao se recusar a garantir uma passagem pacífica do poder se perder a eleição presidencial dos Estados Unidos para Joe Biden, em 3 de novembro. Bastou uma …

Escolas de samba adiam desfile de Carnaval no Rio de Janeiro

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) decidiu adiar os desfiles das escolas de samba do grupo especial, que aconteceriam em fevereiro, devido à pandemia de covid-19. A decisão foi tomada, …

Governo brasileiro publica portaria sobre aborto retirando obrigatoriedade de informar polícia

Nova portaria publicada nesta quinta-feira (24) no Diário Oficial retira a obrigatoriedade de que a polícia seja avisada sobre a realização de abortos previstos em lei. O texto é assinado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. …

Asteroide passa ‘raspando’ pela Terra e chega mais perto de nós do que satélites de TV

Por pouco não tivemos a ‘visita‘ de um asteroide na manhã desta quinta-feira (24). O evento era, basicamente, a cereja do bolo do que está sendo o anos de 2020. Quase! O objeto, chamado de ‘2020 …

Sarcófago de 'supervisor dos tronos' é desenterrado no Egito

Um sarcófago de pedra calcária e várias estatuetas funerárias ushebti foram descobertas na cidade egípcia de Minya, por uma missão arqueológica do país, liderada por Mostafa al-Waziry, o secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades do …

Trump não se compromete com transferência pacífica de poder

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recusou-se a se comprometer com uma transferência pacífica de poder caso seja derrotado na eleição presidencial de 3 de novembro. "Vamos ver o que vai acontecer", disse Trump, ao …

TikTok impõe restrições em anúncios de emagrecimento para combater gordofobia

O TikTok anunciou nesta quarta-feira (23) uma série de novas regras que restringem a veiculação de anúncios de aplicativos e suprimentos de emagrecimento dentro da plataforma. Segundo o comunicado oficial da rede social, o objetivo das …

Volkswagen vai indenizar ex-trabalhadores que denunciaram ditadura militar no Brasil

A subsidiária da montadora alemã Volkswagen anunciou que vai indenizar ex-trabalhadores por violações de direitos humanos no Brasil. Como reconhecido pela própria empresa, seus serviços de segurança interna colaboraram com a ditadura militar brasileira …