Parlamento Europeu reconhece Guaidó como presidente interino

Fotos Públicas

Juan Guaidó, presidente do Parlamento da Venezuela

Eurodeputados apoiam oposicionista venezuelano e pedem que países-membros da UE façam o mesmo. Órgão defende eleições livres e transparentes e condena repressão a protestos e prisão de jornalistas no país.

O Parlamento Europeu reconheceu nesta quinta-feira (31/01) o líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, como “único presidente interino legítimo do país” até que novas eleições livres sejam realizadas, instando os membros da União Europeia (UE) a fazerem o mesmo.

A resolução foi aprovada com 439 votos a favor, 104 contra e 88 abstenções em uma sessão especial em Bruxelas. Em comunicado, a entidade afirmou que Guaidó é o presidente legítimo “de acordo com a Constituição da Venezuela” e que a Assembleia Nacional, por ele presidida, é o único órgão democrático legítimo do país.

A resolução pede que a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, e os países-membros da UE reconheçam Guaidó “até que seja possível convocar novas eleições presidenciais livres, transparentes e críveis para restaurar a democracia” na Venezuela.

O Parlamento Europeu também condenou a repressão a protestos e a violência no país, que resultou em 40 mortes entre 21 e 26 de janeiro, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU). Além disso, o texto inclui uma emenda introduzida na última hora para exigir a libertação imediata dos jornalistas detidos no país.

Embora a UE conteste a legitimidade das eleições de maio de 2018, quando o presidente venezuelano Nicolás Maduro obteve um segundo mandato, o bloco tem se mostrado relutante em reconhecer Guaidó da mesma forma que fizeram os Estados Unidos e países latino-americanos. Isso porque, apesar de ter prometido convocar novas eleições, Guaidó se autoproclamou presidente, o que poderia se tornar um precedente perigoso.

O Reino Unido, a França, a Alemanha e a Espanha, contudo, afirmaram no último sábado que reconheceriam Guaidó caso Maduro não convocasse eleições em oito dias.

A exigência foi rejeitada por Maduro. “Os líderes da Europa são bajuladores, ajoelhados atrás das políticas de Donald Trump”, disse.

O governo Trump anunciou nesta semana sanções contra a estatal venezuelana Petróleos de Venezuela (PDVSA) com o objetivo de limitar as exportações de petróleo do país para os Estados Unidos e pressionar Maduro a renunciar ao cargo. Em entrevista ao jornal alemão Bild, Guaidó apelou à Alemanha e à UE que também sancionem Maduro.

Maduro e Guaidó vêm disputando o apoio das Forças Armadas. O líder oposicionista, que já obteve amplo apoio internacional, ofereceu anistia a soldados que aceitem se juntar a ele.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Receita afirma que "só rico lê" e reforça preconceito de classe brasileiro

A Receita Federal deseja manter o projeto que cobra impostos sobre livros. Através da mesclagem entre PIS e Cofins, a nova CBS (Contribuição sobre bens e serviços), uma espécie de imposto sobre valor agregado, o …

Tribunal europeu dá aval a vacinação obrigatória

Corte de direitos humanos diz que medida pode ser necessária em sociedades democráticas e abre precedente no combate à covid-19. Tribunal julgava ação de famílias tchecas que se recusaram a vacinar os filhos. O Tribunal Europeu …

Covid-19: Governo chinês recompensa quem se vacina distribuindo ovos

Primeiro país afetado pela Covid-19, mas também o primeiro a se recuperar da pandemia, a China ainda encontra dificuldades para convencer sua população a se vacinar contra o coronavírus. O governo em algumas regiões …

Bloomberg revela planos de Biden de cortar orçamento do Pentágono

A administração Biden alegadamente pretende propor ao Pentágono um orçamento menor do que sob a administração Trump, reportou a agência Bloomberg citando três fontes. De acordo com agência, o orçamento será US$ 7 bilhões menor (cerca …

Cientistas revelam ameaça de grande desabamento de plataformas de gelo na Antártida

Novo estudo demonstrou que mais de um terço da área das plataformas de gelo na Antártida pode cair no mar se as temperaturas globais aumentarem em quatro graus, em comparação com o nível pré-industrial. De acordo …

“É como um lindo instrumento”: mais de 2 mil microfones desvendam o mistério o zunido dos beija-flores

O beija-flor faz um agradável zumbido quando paira na frente das flores para se alimentar. Mas só agora ficou claro como suas asas gera o som harmônico enquanto bate suas asas a impressionantes 40 vezes …

Barroso determina que presidente do Senado instale "CPI da covid"

Pedido para criar a comissão foi protocolado no início de fevereiro, mas Rodrigo Pacheco resistia. Colegiado deve apurar irregularidades e pode gerar desgaste ao governo. O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou …

Cientistas descobrem segredo do computador de mais de 2 mil anos

A Máquina de Anticítera permanecia há mais de um século como um dos grandes mistérios do planeta até março desse ano: espécie de primeiro computador da história, o mecanismo com mais de 2 mil anos …

Família real britânica: morre príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª

O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth 2ª, morreu nesta sexta-feira (09/04) aos 99 anos, anunciou o Palácio de Buckingham. Em um comunicado, o palácio disse: "É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anunciou …

Dinamarca suspende vistos e se torna 1° país europeu a ordenar retorno de refugiados à Síria

A Dinamarca acredita que a situação na província de Damasco se encontra atualmente estabilizada e decidiu suspender as autorizações de residência temporária de várias centenas de sírios. Trata-se do primeiro país europeu a ordenar …