Pela primeira vez, cientistas ligam o cérebro humano à internet

Em feito inédito, pesquisadores da Universidade Wits, de Johanesburgo, na África do Sul, ligaram um cérebro humano diretamente à internet em tempo real. Os dados recolhidos a partir deste projeto podem ajudar no desenvolvimento da tecnologia de aprendizagem de máquina e interfaces cérebro-computador.

A equipe realizou um grande avanço no campo da engenharia biomédica. O projeto foi apelidado de “Brainternet”, e essencialmente transforma o cérebro em uma “Internet das Coisas” (uma rede de objetos físicos conectados), dentro da rede mundial de computadores (world wide web).

O projeto, que teve o estudo publicado na Medical Express, funciona usando sinais de eletroencefalografia (EEG) de ondas cerebrais reunidos por um dispositivo conectado à cabeça do usuário.

Os sinais são então transmitidos para um computador Raspberry Pi de baixo custo, que os comunica para uma interface de aplicativos, exibindo-os em um site aberto onde qualquer pessoa pode visualizar a atividade.

“Brainternet é uma nova fronteira nos sistemas de interface cérebro-computador. Há uma falta de dados facilmente compreensíveis sobre como o cérebro humano funciona e processa informações”, disse Adam Pantanowitz, professor da Escola de Engenheira da Informação e Elétrica na Universidade Wits e supervisor do projeto.

“Brainternet procura simplificar a compreensão de uma pessoa de seu próprio cérebro e dos cérebros dos outros. O projeto faz isso através do monitoramento contínuo da atividade cerebral, além de possibilitar alguma interatividade”, explicou.

Os próximos passos do estudo giram em torno de permitir uma experiência mais interativa entre o usuário e seu cérebro. Algumas dessas funcionalidades já foram incorporadas no site, mas as opções são limitadas ao estímulo, como o movimento do braço.

“Brainternet pode ser melhorado ainda mais para classificar informações através de um aplicativo de smartphone que irá fornecer dados para um algoritmo de aprendizagem em máquina. No futuro, poderia haver informações transferidas em ambas as direções – entradas e saídas”, disse Pantanowitz.

Além das aplicações na aprendizagem de máquinas e em interfaces cérebro-computador, como Neural Lace e Kernel, os dados coletados neste projeto podem levar a uma melhor compreensão de como nossas mentes funcionam e como podemos aproveitar esse conhecimento para aumentar nosso poder cerebral.

Ciberia // HypeScience

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Maravilhoso podermos futuramente adentrar-nos em uma máquina e sairmos com um tipo de conhecimento específico que almejamos. Ou até curados de alguma enfermidade oriunda do espírito. Parabéns mantenha-me informado , grato

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo: declínio de abelhas se aproxima da extinção em massa

De acordo com um novo estudo liderado por cientistas da Universidade de Ottawa (Canadá), a probabilidade de uma população de abelhas sobreviver em qualquer lugar diminuiu 30% no curso de uma geração humana. Os pesquisadores sugerem …

Pesquisador diz ter descoberto droga capaz de apagar memória ruim de separação amorosa

Um pesquisador de Montreal, no Canadá, diz ter encontrado uma maneira de acabar com o sofrimento causado por uma separação traumática — ele "edita" as memórias dolorosas usando um betabloqueador e sessões de terapia. Alain Brunet …

Documento revela que Facebook poderia ter virado uma "Wikipédia da vida privada"

Steven Levy, conhecido editor da Wired, conseguiu colocar as mãos em algo que ele talvez nunca imaginou encontrar: um diário de Mark Zuckerberg, CEO e fundador do Facebook, datado de 2006 e que mostra algumas …

Missão suicida: satélite queimará na atmosfera da Terra, mas por uma boa causa

Na próxima semana, a Agência Espacial Europeia (ESA) vai destruir um satélite, lançando-o em direção à atmosfera da Terra, só para vê-lo queimar durante a reentrada. Sim, tudo de propósito. Trata-se de um experimento muito …

Pé Grande vagueia pelo Reino Unido enquanto centenas de relatos são registrados

Apesar de a lenda do Pé Grande ser tipicamente americana, centenas de pessoas relataram ter visto a enigmática criatura em diversas localidades do Reino Unido. Se por um lado o Reino Unido é um país relativamente …

Um terço de todas as espécies de animais e plantas pode desaparecer em 50 anos

Um novo estudo da Universidade do Arizona (EUA) estimou que um terço de todas as espécies de plantas e animais do planeta pode ser extinta em até 50 anos devido aos efeitos da mudança climática. Para …

Huawei ataca governo dos EUA e lembra caso Snowden

Em comunicado publicado nesta quinta-feira (13), a Huawei voltou a se defender dos ataques feitos pelos Estados Unidos nesta semana, afirmando que, se tem alguém envolvido com espionagem internacional, esse alguém é justamente o governo …

Os efeitos políticos e religiosos do encontro entre Lula e o papa

Reunião no Vaticano vai além de troca de gentilezas entre dois líderes sul-americanos. Para especialistas, audiência tem repercussões para o ex-presidente, o PT e a própria Igreja Católica, que vive disputa de poder. A reunião entre …

Candidato de Macron à prefeitura de Paris renuncia devido a escândalo sexual

Reviravolta na campanha pelas eleições municipais em Paris a apenas um mês da votação. O candidato do partido presidencial, Benjamin Griveaux, renunciou nesta sexta-feira (14) à corrida pela prefeitura da capital. A decisão foi anunciada …

Sim, essa foto de uma manta rosa é real

A imagem acima foi publicada recentemente pela Australian Geographic. A cor pouco usual da manta, no entanto, chamou a atenção do público, que cogitou a utilização de Photoshop. O animal é realmente cor de rosa, no …