Pequim reforça lockdown após novo surto de coronavírus

Narendra Shrestha / EPA

Um novo surto de covid-19 em Pequim nos últimos dias levou ao fechamento de vários bairros da cidade, com a realização de milhares de testes na população e a imposição de controles de segurança e o fechamento de escolas nesta segunda-feira (15/06). Foram detectados 79 novos casos da doença, todos associados a mercados de alimentos na capital chinesa.

Depois de dois meses sem o registro de novas infecções no país onde surgiu a pandemia de covid-19 em dezembro do ano passado, a doença era considerada como amplamente controlada até a detecção dos novos casos em Pequim na semana passada.

Nesta segunda-feira, as autoridades registraram 40 novos casos em todo o país, 36 deles na capital. O ressurgimento do coronavírus gerou uma nova onda de incertezas sobre a cidade que abriga as sedes de várias corporações de grande porte, enquanto o país ainda tenta superar os efeitos da crise gerada pela doença.

O núcleo de contaminação surgido no mercado de Xinfadi, no sul da cidade, alimentou temores de uma segunda onda da doença.

“O risco de uma disseminação epidêmica é bastante alto”, afirmou um porta-voz do governo local ao justificar as medidas para conter o vírus.

No mercado de Xinfadi circulam diariamente toneladas de vegetais, frutas e carnes. O local é composto por um complexo de armazéns e centros de vendas que se espalham por uma área equivalente a 160 campos de futebol, e é 20 vezes maior do que o mercado de Wuhan, identificado como ponto de origem do primeiro surto da doença.

O coronavírus também foi detectado no mercado Yuquandong, no distrito de Haidian, no noroeste da capital, onde ao menos uma pessoa infectada teria conexão com o mercado de Xinfadi. O local também foi interditado, assim com as escolas próximas. Os moradores de dez conjuntos habitacionais na região foram proibidos de deixarem suas casas.

As medidas adotadas em várias partes da cidade incluem a imposição de postos de controle que funcionam 24 horas e o fechamento de escolas e centros esportivos, além das verificações de temperaturas nas pessoas em centros de compras, supermercados e escritórios.

Neste domingo, a cidade passou a realizar dezenas de milhares de testes para detectar novas infecções. Em alguns bairros, funcionários municipais foram enviados para identificar pessoas que tenham passado pelo mercado de Xinfadi ou que teriam entrado em contato com esses indivíduos.

As autoridades disseram que mais de 76 mil testes foram realizados em pessoas associadas aos dois mercados. Quase 200 postos de testagem foram estabelecidos na capital. Várias cidades chinesas alertaram seus cidadãos para não viajarem para Pequim.

Um epidemiologista do governo chinês disse que análise da sequência de DNA do vírus de Xinfadi sugere que o surto na região do mercado pode ter como origem a Europa.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …