Pergaminho de Isaías: cientistas revelam mistério da autoria de um dos Manuscritos do Mar Morto

(dr) The Israel Museum

Detalhe do primeiro dos Manuscritos do Mar Morto, encontrado em 1947

Um dos Manuscritos do Mar Morto teve a autoria de dois escribas com estilos de escrita semelhantes, e não de um, como era acreditado antes, concluiu uma pesquisa.

O Grande Pergaminho de Isaías, um dos Manuscritos do Mar Morto, foi escrito por dois escribas, em vez de um, determinaram pesquisadores da Universidade de Groningen, nos Países Baixos.

Devido a não se saber quem ou quantas pessoas escreveram os manuscritos, os pesquisadores usaram inteligência artificial (IA) e estatísticas para investigar o bem-preservado Grande Pergaminho de Isaías, datado de cerca de 125 a.C., que contém três metros de comprimento, 26 centímetros de altura, e 54 colunas de texto hebraico, escreve o portal Live Science.

O manuscrito, já foi debatido de ter ou não mais que um escriba, e uma evidência desse processo foi encontrada entre as colunas 27 e 28, com uma pequena quebra no texto e uma nova “página”, onde duas folhas foram costuradas juntas, mas faltava saber se poderia se tratar de “variações normais na caligrafia de um escriba ou de textos similares de dois escribas diferentes”, indicou o estudo publicado na revista PLOS One.

Para descobrir qual é o caso, os pesquisadores projetaram um algoritmo que distingue o texto do pano de fundo, criando uma rede neural que aplicaria aprendizagem profunda, incluindo os traços de tinta originais do manuscrito.

“Isto é importante porque os traços de tinta antiga estão diretamente relacionados ao movimento muscular de uma pessoa, e são específicos de uma pessoa”, disse Lambert Schomaker, pesquisador sênior e professor de ciência da computação e inteligência artificial na Universidade de Groningen.

Após algumas análises, o exame da rede neural dividiu as colunas em dois grupos distintos, que dividem o texto mais ou menos entre duas pessoas.

Segundo a pesquisa, as diferenças na caligrafia entre os dois escribas eram tão pequenas, que não eram visíveis a olho nu. Os cientistas teorizam que os autores do manuscrito receberam treinamento semelhante, talvez em uma escola ou em um ambiente social próximo.

Assim, a descoberta revela que os antigos escribas “trabalhavam em equipe”, disse Mladen Popovic, professor da Bíblia hebraica e do antigo judaísmo na Universidade de Groningen, e diretor do Instituto Qumran nessa instituição. Além disso, a pesquisa “não é apenas uma conjectura, mas baseada em evidências agora”, acrescentou.

Os Manuscritos do Mar Morto, os mais antigos textos remanescentes da Bíblia hebraica, foram originalmente descobertos por um jovem pastor nos finais dos anos 1940 em uma caverna em Qumran, na Cisjordânia, quando este estava procurando um bode perdido. Durante a década seguinte, pesquisadores e beduínos locais encontraram mais de 900 manuscritos em 11 cavernas, datados desde o séc. IV a.C. até o séc. II d.C.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Opositor belarusso é achado morto na Ucrânia

Ativista Vitaly Shishov ajudava compatriotas a fugir da perseguição do regime de Alexander Lukashenko, considerado o último ditador da Europa. Polícia investiga possível assassinato encenado como suicídio. Um ativista de Belarus foi encontrado morto nesta terça-feira …

Polônia concede visto humanitário a atleta olímpica e alimenta tensões com Belarus

A Polônia concedeu nesta segunda-feira (2) um visto humanitário para a atleta olímpica bielorrussa Krystsina Tsimanuskaya. A jovem afirma que estava sendo obrigada a deixar o Japão após ter criticado sua equipe e temia …

EUA e Reino Unido teriam dado 'luz verde' a Israel para retaliar Irã após ataque a petroleiro

Irã rejeitou o envolvimento do país no ataque contra o petroleiro Mercer Street no mar Arábico que ocorreu na quinta-feira (29), condenando as acusações lançadas pelo governo israelense. Tel Aviv teria recebido "luz verde" de Washington …

Incêndios causam mortes e devastação no sul da Europa

A União Europeia EU) enviou ajuda para a Turquia nesta segunda-feira (02/08), e voluntários se juntaram a bombeiros na luta contra fortes incêndios que já duram seis dias e mataram oito pessoas no país. Em …

Golpe militar em Mianmar completa seis meses e já resultou em quase mil mortes de civis

Aterrorizados pela repressão da junta militar e pela propagação do coronavírus, poucos birmaneses se atreviam a ir às ruas para protestar neste domingo (1º), quando completam-se seis meses do golpe de Estado que mergulhou …

Governo italiano vende casas a 2 euros na região da Sicília

Mais uma vez o governo italiano está vendendo casas em áreas rurais da Itália, após o sucesso da campanha para repovoamento de áreas abandonadas. Além de promover a ocupação por meio de incentivos para jovens e …

Bolsonaro admite não ter provas de fraudes eleitorais

Em live para a qual convocou veículos de imprensa, Bolsonaro exibiu uma série de teorias falsas, cálculos equivocados e vídeos antigos, já verificados e desmentidos, mas que ainda circulam na internet, como supostas evidências de …

A incrível civilização antiga que mumificava os mortos 2 mil anos antes dos egípcios

"As mais antigas evidências arqueológicas conhecidas de mumificação artificial de corpos", segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), estão presentes na América do Sul, na costa árida …

Delta pode causar covid-19 mais grave, alerta agência americana

Documento interno do órgão de prevenção de doenças dos EUA indica que a variante delta do coronavírus é tão contagiosa quanto a catapora e pode ser transmitida mesmo por indivíduos vacinados. "A guerra mudou", diz …

Vendas de vacinas anticovid impulsionam lucros de laboratórios

A empresa farmacêutica AstraZeneca anunciou nesta quinta-feira (28) que as vendas de sua vacina contra a Covid-19 alcançaram US $ 1,17 bilhão no primeiro semestre do ano. Este número corresponde à entrega de aproximadamente …