Pesquisadores descobrem ‘portão oculto’ do SARS-CoV-2 que permite infecção pela COVID-19

Desde os primeiros dias da pandemia do novo coronavírus, os cientistas têm buscado os segredos dos mecanismos que permitem que a síndrome respiratória aguda grave infecte células humanas saudáveis.

No início da pandemia, Rommie Amaro da Universidade da Califórnia, em San Diego, um químico biofísico computacional, ajudou a desenvolver uma visualização detalhada da proteína de pico SARS-CoV-2 que se liga com eficiência aos nossos receptores celulares. As descobertas foram publicadas nesta quinta-feira (19) na revista Nature Chemistry.

Agora, Amaro e seus colegas de pesquisa da Universidade da Califórnia em parceria com as Universidades de Pittsburgh, do Texas, de Columbia e de Wisconsin-Milwaukee descobriram como os glicanos, moléculas que constituem um resíduo de açúcar ao redor das bordas da proteína spike, atuam como portais de infecção.

“Essencialmente, descobrimos como o pico realmente se abre e infecta”, disse Amaro. “Nós descobrimos um segredo importante do pico na forma como ele infecta as células. Sem esse portão, o vírus basicamente se torna incapaz de infecção”, explica.

O pesquisador acredita que a descoberta do “portão” pela equipe abre caminhos potenciais para novas terapias para combater a infecção por SARS-CoV-2. Se os portões de glicano pudessem ser farmacologicamente bloqueados na posição fechada, o vírus seria efetivamente impedido de se abrir para entrar e infeccionar.

O revestimento de glicanos do pico ajuda a enganar o sistema imunológico humano, pois não passa de um resíduo de açúcar. As tecnologias anteriores que representavam essas estruturas eram de glicanos em posições estáticas abertas ou fechadas, o que inicialmente não atraiu muito interesse dos cientistas.

Simulações de supercomputação permitiram que os novos estudos se desenvolvessem com filmes dinâmicos que revelaram portais de glicano sendo ativados de uma posição para outra, oferecendo uma pista sem precedentes da história da infecção.

As simulações gráficas forneceram aos pesquisadores visualizações em nível atômico do domínio de ligação ao receptor da proteína spike, ou RBD, em mais de 300 perspectivas, revelando como a infecção tem acesso ao “portão” da célula hospedeira, através do receptor ACE2.

Jason McLellan, professor associado de biociências moleculares da Universidade do Texas e sua equipe criaram variantes da proteína spike e testaram para ver como a falta do portão de glicano afetava a capacidade de abertura do RBD.

“Nós mostramos que sem esta porta, o RBD da proteína spike não pode assumir a conformação necessária para infectar as células”, concluiu McLellan.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Sinais de possível 1º exoplaneta fora da Via Láctea são detectados

Pela primeira vez na história, é possível que os cientistas tenham descoberto um planeta em outra galáxia. O possível exoplaneta recebeu o nome de M51-ULS-1 e se encontra a 28 milhões de anos-luz de distância na …

China vai vacinar crianças a partir de três anos contra a covid-19

Imunizantes aprovados são das farmacêuticas chinesas Sinopharm e Sinovac, fabricante da Coronavac. País será um dos primeiros a começar a vacinar essa faixa etária. No total, China já vacinou 76% da população. Ao menos cinco províncias …

"Bolsonaro ignora todas as necessidades culturais dos brasileiros", diz Gilberto Gil à revista Télérama

A imprensa francesa desta segunda-feira (25) destaca o show de Gilberto Gil nesta noite na Filarmônica de Paris. O músico brasileiro conversou com o jornal Le Monde e com a revista Télérama. "Gilberto Gil", embaixador …

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …

Pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", diz diretor da OMS

A pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", disse neste domingo (24) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus. O representante da ONU discursou na abertura …

Google está “criando Deus”, alerta ex executivo da Google

Segundo um ex-executivo do Google, a singularidade está chegando. E, segundo ele isso representa uma grande ameaça para a humanidade. Mo Gawdat, ex-diretor de negócios da organização moonshot do Google, que na época se chamava Google …

Pandemia causa a maior redução na expectativa de vida desde a Segunda Guerra

Desde a descoberta do coronavírus SARS-CoV-2, mais de 4,9 milhões de pessoas morreram oficialmente em consequência da infecção, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Nesse cenário, a pandemia da covid-19 reduziu a expectativa de vida …

Forças Armadas da Noruega assinam contrato bilionário de mísseis para caças F-35

Noruega tem sido um parceiro ativo no programa de caças dos EUA F-35, tendo em conta que 18 empresas deste país nórdico são parceiros diretos. Subsequentemente, a Noruega decidiu adquirir 52 caças F-35 para substituir …

Brasil fez lobby para mudar relatório climático, diz Greenpeace

Vários países, entre eles o Brasil, tentaram fazer mudanças em um crucial relatório da ONU sobre como combater o aquecimento global, afirmou o Greenpeace nesta quinta-feira (21/10), citando um grande vazamento de documentos. Os documentos aos …

Site da Coreia do Sul é usado para hospedar vírus e distribuí-lo via torrents

Uma campanha de distribuição de malwares na Coreia do Sul está disfarçando cavalos de troia de acesso remoto como um jogo para o público adulto, compartilhado via serviço de hospedagem de arquivos, como o WebHard, …