Fósseis do maior animal marinho que já existiu permitem resolver enigma

Heinrich Harder / Wikimedia Commons

Ictiossauro, dinossauro primo dos golfinhos

A descoberta de um ictiossauro gigante no Reino Unido sugere que a baleia azul pode não ser o maior animal que já existiu.

Depois de descobrir os restos de um dos maiores animais que já existiu, um grupo de paleontologistas conseguiu resolver um enigma com mais de 150 anos.

Os fósseis foram encontrados na costa da cidade de Lilstock, na Inglaterra, em maio de 2016, mas ninguém soube identificar a que animal pertenciam. Agora, dois anos depois, a Universidade de Manchester anunciou que os fragmentos ósseos pertencem ao maior animal marinho que já existiu.

Segundo a RT, trata-se de um espécime de ictiossauro, uma espécie de réptil na forma de um golfinho que começou a povoar os mares há 250 milhões de anos.

A descoberta foi feita pelo autodidata “caçador de fósseis” Paul de la Salle, quando encontrou um grande pedaço de osso fossilizado enquanto caminhava pela praia. Depois de entrar em contato com um grupo de paleontologistas, quatro outros fósseis foram encontrados, e juntos formaram um osso de 1 metro de comprimento.

Esse osso corresponde a parte da mandíbula do animal. A pesquisa seguinte, publicada recentemente na PLOS One, datou os fósseis em 205 milhões de anos e determinou que o espécime é 25% maior que o maior ictiossauro já encontrado. Esse animal viveu no Período Triássico e era um autêntico rei dos oceanos.

Segundo a pesquisa, o réptil a quem pertencia o osso podia medir cerca de 26 metros, ou seja, um tamanho muito próximo ao do maior animal da história: a baleia azul, cujo espécime máximo conhecido mede 30 metros.

Os ictiossauros foram extintos há 90 milhões de anos. No entanto, a descoberta esclarece um mistério que surgiu no ano de 1850, quando foram descobertos ossos de 208 milhões de anos na costa de Aust Clif, no oeste de Inglaterra.

Naquela época, presumia-se que correspondessem a grandes seres terrestres, como dinossauros, uma hipótese que nunca poderia ser provada ou refutada.

Agora o mistério foi finalmente desvendado. Segundo Dean Lomax, cientista da Universidade de Manchester e coautor do estudo, esses fósseis podem pertencer aos maiores monstros aquáticos que já existiram.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Bactérias em rochas a 6 km de profundidade no Pacífico reacendem esperanças de vida em Marte

Bactérias unicelulares recém-descobertas nas profundezas marinhas deram aos investigadores pistas sobre como podem encontrar vida em Marte. A novidade científica foi anunciada hoje (2) no portal SciTechDaily em um artigo da Universidade de Tóquio, Japão. Estas …

JK Rowling lança portal do Harry Potter e salva quarentena mundial

A saga de ‘Harry Potter’ acabou faz muito tempo e conquistou milhões de fãs ao redor de todo o mundo. E nesse momento de quarentena, quem poderia esquecer do bruxinho mais famoso da cultura pop? Quem …

Potência agrícola da Europa, Itália enfrenta falta de mão de obra para manter cadeia produtiva de alimentos

“Existe o risco de escassez de alimentos no mercado mundial, devido a perturbações derivadas da COVID-19 no comércio internacional e nas cadeias de suprimentos” . Este foi o alarme lançado na quarta-feira (1) em …

"Gangue" de cabras selvagens toma conta das ruas de uma cidade britânica em quarentena

Um rebanho de cabras selvagens simplesmente tomou as ruas desertas de Llandudno, no País de Gales, enquanto seus residentes ficam dentro de casa para limitar a propagação do coronavírus. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, …

Floresta tropical de mais de 90 milhões de anos é descoberta na Antártica

Os restos do que outrora teria sido uma floresta tropical na Antártica foram descobertos em uma amostra de gelo obtida no continente congelado. A floresta, que existiu há 90 milhões anos, quando os dinossauros ainda habitavam …

Há uma mensagem codificada no rover Perseverance, que será enviado a Marte

Em breve, a missão Mars 2020 levará, no rover Perseverance, três chips com os nomes de 10.932.295 pessoas ao Planeta Vermelho. Uma foto da placa onde os chips estão anexados foi divulgada, mas o que …

Brasil ruma para "tempestade perfeita" em meio a pandemia

Abril teria sido um mês ocupado para os hospitais brasileiros, de qualquer modo: enquanto a população ainda enfrentas o vírus da dengue, a estação da gripe vai começar a se manifestar. Em 2020, porém, o …

Empresa japonesa testa nova molécula contra a Covid-19

O grupo japonês Fujifilm anunciou nesta quarta-feira (1) o início de testes clínicos de seu medicamento antigripal Avigan para avaliar sua eficácia contra o novo coronavírus. Até o final de junho, o produto vai ser …

Razão pela qual tubarões caçam em torno da Europa e EUA é revelada

Tubarões e grandes prestadores marinhos evitam caçar em águas quentes equatoriais e preferem viver mais ao norte e ao sul, em zonas que compreendem a Europa, os Estados Unidos e a África do Sul. Os tubarões …

Os distanciamentos do coronavírus mudaram a maneira como a Terra se move

As pessoas têm ficado em casa para diminuir a velocidade com a qual o novo coronavírus se espalha. Mas essa atitude pode significar que o planeta também está se movendo um pouco menos. Pesquisadores que estudam …