Rússia ameaça expulsar norte-americanos – e coloca Trump contra a parede

Kremlin

G20 Encontro de Vladimir Putin  com o presidente dos EUA, Donald Trump

G20 Encontro de Vladimir Putin com o presidente dos EUA, Donald Trump

A Rússia contra-ataca e ameaça expulsar diplomatas e apreender bens dos EUA, caso a administração de Donald Trump mantenha as sanções definidas durante o mandato de Obama. O presidente dos EUA fica assim em um beco sem saída, ou cede e dá ares de “marionete”, ou resiste e falha a estratégia de boa relação com a Rússia.

A ameaça provém de fontes do gabinete russo do Ministério dos Negócios Estrangeiros citadas pela mídia do país, avança a BBC. Em Dezembro de 2016, ainda com Barack Obama na Casa Branca, os EUA expulsaram 35 diplomatas russos e fecharam duas agências de inteligência russas, em Nova York e em Maryland, aplicando sanções a várias entidades do país da Europa de Leste.

Foi a resposta norte-americana à suposta intromissão da Rússia nas eleições que levaram Donald Trump a derrotar Hillary Clinton. Nessa época, a Rússia estava já sob medidas sancionatórias da União Europeia por causa do conflito com a Ucrânia.

Agora, o presidente da Rússia pressiona Donald Trump a remover essas sanções. Vladimir Putin teria abordado o assunto nas conversas que manteve com o presidente dos EUA durante a reunião do G20, no passado dia 7 de julho, em Hamburgo, na Alemanha, nota a BBC.

O Kremlin já negou qualquer interferência nas eleições norte-americanas e Putin espera agora que Trump retire as sanções em um sinal de que está de fato empenhado em estabelecer uma boa relação com a Rússia.

Mas qualquer concessão feita aos russos por Trump, neste momento, seria interpretada como uma prova de que é uma “marionete” do Kremlin, lembra a BBC, notando que a investigação em torno da influência da Rússia nas eleições continua.

Ainda nesta segunda-feira (10) foi notícia que o filho de Trump se encontrou com uma advogada russa para obter informações “prejudiciais” sobre Hillary Clinton, durante a campanha eleitoral.

Mas se Trump não ceder, Putin promete azedar a relação Rússia-EUA e o presidente norte-americano já manifestou como estratégia a manutenção de uma boa relação entre os dois países.

As pressões russas para que as sanções sejam retiradas surgem nas vésperas do encontro entre o ministro dos Negócios Estrangeiros do país, Sergei Ryabkov, e o sub-Secretário de Estado dos EUA, Thomas Shannon, que vai se realizar em São Petersburgo, no final deste mês de julho.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Grécia põe campo de refugiados em quarentena após infeção

Autoridades confirmam ao menos 20 infecções, todas sem sintomas. Exames foram feitos após uma mulher que deu à luz ter testado positivo para o novo coronavírus no hospital. A Grécia colocou em quarentena o campo de …

Bactérias em rochas a 6 km de profundidade no Pacífico reacendem esperanças de vida em Marte

Bactérias unicelulares recém-descobertas nas profundezas marinhas deram aos investigadores pistas sobre como podem encontrar vida em Marte. A novidade científica foi anunciada hoje (2) no portal SciTechDaily em um artigo da Universidade de Tóquio, Japão. Estas …

JK Rowling lança portal do Harry Potter e salva quarentena mundial

A saga de ‘Harry Potter’ acabou faz muito tempo e conquistou milhões de fãs ao redor de todo o mundo. E nesse momento de quarentena, quem poderia esquecer do bruxinho mais famoso da cultura pop? Quem …

Potência agrícola da Europa, Itália enfrenta falta de mão de obra para manter cadeia produtiva de alimentos

“Existe o risco de escassez de alimentos no mercado mundial, devido a perturbações derivadas da COVID-19 no comércio internacional e nas cadeias de suprimentos” . Este foi o alarme lançado na quarta-feira (1) em …

"Gangue" de cabras selvagens toma conta das ruas de uma cidade britânica em quarentena

Um rebanho de cabras selvagens simplesmente tomou as ruas desertas de Llandudno, no País de Gales, enquanto seus residentes ficam dentro de casa para limitar a propagação do coronavírus. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, …

Floresta tropical de mais de 90 milhões de anos é descoberta na Antártica

Os restos do que outrora teria sido uma floresta tropical na Antártica foram descobertos em uma amostra de gelo obtida no continente congelado. A floresta, que existiu há 90 milhões anos, quando os dinossauros ainda habitavam …

Há uma mensagem codificada no rover Perseverance, que será enviado a Marte

Em breve, a missão Mars 2020 levará, no rover Perseverance, três chips com os nomes de 10.932.295 pessoas ao Planeta Vermelho. Uma foto da placa onde os chips estão anexados foi divulgada, mas o que …

Brasil ruma para "tempestade perfeita" em meio a pandemia

Abril teria sido um mês ocupado para os hospitais brasileiros, de qualquer modo: enquanto a população ainda enfrentas o vírus da dengue, a estação da gripe vai começar a se manifestar. Em 2020, porém, o …

Empresa japonesa testa nova molécula contra a Covid-19

O grupo japonês Fujifilm anunciou nesta quarta-feira (1) o início de testes clínicos de seu medicamento antigripal Avigan para avaliar sua eficácia contra o novo coronavírus. Até o final de junho, o produto vai ser …

Razão pela qual tubarões caçam em torno da Europa e EUA é revelada

Tubarões e grandes prestadores marinhos evitam caçar em águas quentes equatoriais e preferem viver mais ao norte e ao sul, em zonas que compreendem a Europa, os Estados Unidos e a África do Sul. Os tubarões …