Químicos usados em panelas e roupas tornam os pênis menores

Um novo estudo científico concluiu que a exposição a altos níveis de compostos perfluoroalquílicos, mais conhecidos por PFCs, atrofia o crescimento dos órgãos sexuais masculinos, tornando os pênis menores e afetando também a fertilidade dos homens.

Pesquisadores da Universidade de Pádua, na Itália, concluíram que os PFCs, que são usados na produção de panelas e frigideiras antiaderentes ou em roupas impermeáveis, afetam “significativamente” o desenvolvimento dos órgãos sexuais masculinos, levando os pênis a crescerem menos e a ficarem mais finos.

Esses dados são divulgados no estudo publicado no Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, onde se constata que a exposição a altos níveis de PFCs pode interferir com os hormônios masculinos. Os homens expostos a esses químicos ficam, assim, com pênis menores e menos grossos, e com espermatozoides menos móveis, o que afeta a capacidade de fertilidade.

O estudo cruzou dados relativos a 171 homens não expostos a esses químicos com informações de 212 homens da região de Veneto, cuja capital é Veneza e considerada “uma das quatro áreas do mundo altamente poluídas com PFCs”.

Veneto é fortemente afetada pelo escoamento de uma fábrica de produtos químicos e por uma estação de tratamento de águas residuais, como notam os pesquisadores, destacando a forte presença de PFCs na água. Shandong (China), West Virginia (EUA) e Dordrecht (Holanda) são as outras três regiões do mundo com elevados níveis dessas substâncias.

Os pesquisadores mediram parâmetros “antropométricos” e “seminais” e os “hormônios sexuais” dos participantes, realizando também estudos biomecânicos em modelos experimentais.

Os resultados revelam que “níveis aumentados de PFCs no plasma e no fluido seminal estão positivamente correlacionados” com “a redução da qualidade do sêmen, o volume testicular, o comprimento do pênis e a AGD [a distância anogenital]”. Uma AGD menor é um sinal de alguma anomalia na função reprodutora masculina.

Os homens da área não exposta aos químicos apresentavam uma média de comprimento do pênis flácido de 10 centímetros, enquanto os que cresceram na zona exposta aos PFCs tinham apenas 8,75 centímetros. Além disso, estes últimos tinham também pênis mais finos, embora aqui a diferença fosse menor, contando 9,65 centímetros de circunferência em comparação com os 10,3 centímetros dos primeiros.

Assim, os pesquisadores apontam que “os PFCs têm um impacto substancial na saúde humana, já que interferem com as vias hormonais, levando potencialmente à infertilidade masculina”.

“É muito difícil evitar contato com PFCs”

Os PFCs são usados no revestimento antiaderente de panelas e frigideiras, em copos de papel, no tratamento de produtos têxteis, como roupas impermeáveis e carpetes, e até em embalagens alimentares. Estão também presentes em algumas colas, em cosméticos, produtos de limpeza, vernizes, tintas, inseticidas, componentes eletrônicos, em produtos de combate a incêndios, no isolamento de tubagens e em móveis tratados contra manchas.

Esses químicos já foram associados ao câncer, ao elevado colesterol, à obesidade e a perturbações hormonais, e há estudos que indicam também que podem causar menopausas precoces e perturbar o sistema imunológico.

Apesar disso, continuam a ser utilizados recorrentemente, e mesmo que fossem proibidos, seria difícil nos livrarmos da exposição, já que a presença dos PFCs na Terra vai se manter para além da sobrevivência da humanidade. Assim, seus efeitos perniciosos vão continuar a ser uma ameaça.

Os pesquisadores destacam que “o primeiro relato de contaminação de água com PFCs reporta a 1977”, o que reflete que “a magnitude do problema é alarmante, já que afeta uma geração inteira de indivíduos jovens, desde 1978 em diante”.

E não há muito a fazer, já que “é muito difícil evitar o contato com qualquer PFC“, destaca um dos pesquisadores do estudo, Andrea Di Nisio, em declarações ao IFLScience.

“Pelo menos aqui na Itália, é muito difícil saber se um produto contém esses químicos”, aponta o pesquisador, frisando que mesmo quando “é explicitamente declarado ‘livre de PFOA’”, um dos PFCs mais utilizados, não há garantias de segurança “porque o PFOA é apenas um de centenas de possíveis compostos PFC, e todos podem ser perigosos”.

Frente a isso, o próximo passo é descobrir como remover PFCs da corrente sanguínea.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

MDZhB: a misteriosa rádio soviética que segue emitindo sinais e ruídos há quase 50 anos

Uma misteriosa estação de rádio segue ininterruptamente transmitindo somente ruídos estáticos interrompidos por sons robóticos há mais de quatro décadas. Conhecida como UVB-76 ou MDZhB, os sinais da rádio são transmitidos de dois diferentes pontos da …

Atmosfera da Terra primitiva pode ter sido tão tóxica quanto a de Vênus hoje

Pesquisadores tentaram reproduzir o equilíbrio delicado entre os gases que evaporaram do oceano de magma e a atmosfera que eles podem ter criado, e descobriram que esta seria fina e composta por dióxido de carbono …

Enorme monolito misterioso descoberto no deserto de Utah

Uma ocorrência totalmente comum. Você está em um helicóptero sobrevoando uma região remota do sul de Utah contanto cabras e bodes selvagens, quando de repente avista um monolito inexplicável saindo do solo. A KSL TV, relatou …

Funcionário de funerária é demitido após tirar selfie com corpo de Maradona

Foi demitido o funcionário da funerária responsável pelo velório do ex-jogador Diego Armando Maradona que tirou uma foto ao lado do caixão com o corpo do astro, enterrado nesta quinta-feira, dia 26, na Grande Buenos …

Museu de Londres reunirá relatos de sonhos de britânicos na pandemia

Projeto visa documentar mudanças no sono causadas pelo confinamento e pela crise gerada com a covid-19, além de coletar narrativas sobre o período para gerações futuras. Mudanças no sono aparentemente têm sido comuns durante a pandemia …

'O Gambito da Rainha': série da Netflix ignora sexismo no xadrez, diz ex-campeã

Existem várias cenas comoventes em O Gambito da Rainha, a série da Netflix que conta a história fictícia de Beth Harman, uma jovem prodígio do xadrez da década de 1960. Em uma delas, um jogador experiente …

Detectada "partícula fantasma" no Sol que confirma teoria da década de 1930

Uma equipe internacional de cientistas conseguiu, pela primeira vez, detectar diretamente a presença do ciclo carbono-nitrogênio-oxigênio (CNO) na fusão nuclear do Sol. Este ciclo representa uma das reações de fusão pelas quais as estrelas convertem hidrogênio …

Musk acertou? Tesla se aproxima dos US$ 500 bilhões de valor de mercado

Nesta segunda-feira (23), a Tesla atingiu o valor de mercado de US$ 498 bilhões. E isso em um momento em que não se sabe se a empresa vai conseguir atingir a sua meta de entregar …

Papai Noel é considerado 'trabalhador essencial' na Irlanda

Na mesma semana em que novas restrições de viagem foram colocadas em prática no Reino Unido e na Irlanda diante dos estragos causados pela segunda onda da pandemia de covid-19 na Europa, a Irlanda fez …

Especialistas da ONU advertem sobre viés racista em algoritmos

Os países devem fazer mais para combater o racismo, principalmente nos algoritmos de inteligência artificial utilizados para reconhecimento facial e controles policiais. Essas ferramentas podem reforçar discriminações, alertam especialistas da ONU. Segundo a especialista jamaicana …